Ypiranga 0x1 Cruzeiro – Estádio Colosso da Lagoa

O Estrelado da Capital mostra que a bela campanha no Estadual do ano passado não foi fortuita. A equipe da Capital foi a Erechim e ABOTUOU o Ypiranga, em noite inspirada de Jô, mantendo a invencibilidade no Gauchão e assumindo provisoriamente a liderança da Chave 2. Por sua vez, a luz vermelha começa a piscar no Nordeste do Estado. O Canário soma apenas um ponto e ainda não marcou gols.

Em um jogo corrido e com muitas jogadas de flanco, o Cruzeiro mostrou-se mais organizado e com mais ímpeto ofensivo. As tramas envolviam sobretudo o ARISCO Jô, autor do gol na segunda etapa, após Gavião mostrar a destreza de um QUERO-QUERO estrábico e errar várias tentos. Com o revés no placar, o time da casa partiu pro ERVA-MATE Y ME  VOY e passou a alçar bolas de todos os cantos do campo. Teve um pênalti não-marcado, mas não esteve perto de igualar as ações com o bom time do Cruzeiro

Homem do jogo

JÔ. Dispensado pelo Inter após estágio de meio ano, o meia-atacante foi o principal responsável pelas jogadas de perigo do Cruzeiro. Não a toa o gol do jogo foi dele

Torcida

Num horário de TOMAR CHIMARRÃO NA CALÇADA, ir pro bar ou pegar um cinema, o público foi diminuto, o que fez a charanga do Ypiranga soar alto, pra desespero da TV. Ao final da peleia, vaias ecoaram pelas arquibancadas do Colosso da Lagoa

GAUCHÃO 2012

YPIRANGA 0X1 CRUZEIRO

Local: Estádio Colosso da Lagoa

Ypiranga: Fernando Vizoto; Amaral, Cleber Luis e Eder; Feijão, Fábio Duarte, Almeida, Cadu e Edinho (Tiago Duarte); Lucas Precheski (Lelo) e Rodrigo Jesus Técnico: Karmino Colombini.

CruzeiroFábio; Márcio, Claudinho, Leo e Tinga; Almir, Abuda, Jô (Abu) e Faísca; Jean Paulo (Ícaro) e Gavião. Técnico: Beto Campos.

Gol: Jô (17′ do 2T)

Arbitragem: Jean Pierre Gonçalves de Lima, com Lúcio Flor e Renata Schaeffer

Placar moral

O Cruzeiro dominou a maior parte e teve mais chances de gol, enquanto que o Ypiranga teve um pênalti não-marcado. Uma vitória por 3×1 do Estrelado faria mais jus ao jogo, ainda mais que Tiago Duarte esquentou o banco para Lucas Precheski e ficou atrás até de Lelo.

Publicado em Gauchão 2012, Ypiranga com as tags , , . ligação permanente.

2 Respostas a Ypiranga 0x1 Cruzeiro – Estádio Colosso da Lagoa

  1. Esse Jô me serve MUITO no Juventude pra série D. Aliás, já foi tentado ano passado, mas o lado vermelho do mal não o liberou…

  2. Po, “noite inspirada” de Jô nada. O neguinho sempre faz uma correria.

    Lembro de um já historico Guarany x Cruzeiro, em Bagé, com chuva e Darzone tentando marcar o Jô

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *