Lajeadense vence Cerâmica em Gravataí

Era um clima de chove ou não chove na cidade dos Chevettes, muita nuvem no céu e brigadianos com cachorros, mas o principal espetáculo era mesmo o que aconteceria dentro do campo do estádio VIEIRÃO, de mando do Cerâmica. A equipe da grande Porto Alegre ainda não tinha perdido o CABRESTO no Gauchão enquanto o Lajeadense vinha com um time TINHOSO pra cima dos ceramistas.

Cerâmica e Lajeadense fizeram um bom jogo nesta quarta. Foto: Site do Cerâmica.

A primeira etapa começou em chamas pelo lado preto, amarelo e verde (me abraça, Jamaica!) que contou com os avanços de Cidinho e Maurinho, o DEUS LOIRO, pela lateral direita do campo. Os dois tramaram uma jogada por essa zona onde Maurinho cruzou e Cidinho chutou DE PANTURRILHA por cima do travessão. Pouco tempo depois, ZEFERINO cobrou escanteio com precisão e DINEI, com seu THUNDER moicano, escorou de cabeça para o fundo dos barbantes, fazendo 1×0 para o Cerâmica. Alguns minutos depois, Tatá emulou uma Parati Turbo e saiu em disparada pelo campo de ataque, driblando até a própria sombra, só sendo parado por um TRANCAÇO na entrada da área. Na cobrança, um guaipeca deu um bico na barreira, acabando com a grande chance de golo do Lajeadense. O jogo continuou lá e cá, mas sem nenhum time chegar com clara chance de afundar os bordéis. Nos últimos minutos da primeira etapa, em cobrança de falta, Tales mandou a bola pro fervo da área ceramista e Ramos desviou de cabeça, empatando a brincadeira.

Para o segundo tempo o Cerâmica voltou, mas o fôlego ficou lá pela GM. Melhor fisicamente, não demorou pro Lajeadense se impor na partida. O time de Lajeado arriscou alguns chutes lá de onde Judas perdeu as botas, todos sem muito PELIGRO pra meta de César. Ali pela metade do segundo tempo, Gabriel escorou para as redes num lance altamente SEM SENTIDO na área do Cerâmica, depois de Nunes ENCOLHER O PESCOÇO e perder uma disputa aérea. Mais para o final, num clima “toca na área e vê no que dá”, o Cerâmica conseguiu um lance de perigo, quando Cidinho bateu falta da lateral do MEIO CAMPO e ninguém desviou a bola na área, obrigando o goleiro Fernando a fazer grande defesa. O jogo seguiu com a segurança defensiva do Lajeadense tomando conta do ataque do Cerâmica e ficou nos 2×1. Podemos destacar na partida o zagueiro Marcão, do Cerâmica, de absurda atuação e TATÁ, que enquanto esteve em campo AZUCRINOU com a defesa adversária.

As duas equipes voltam a campo no domingo, o Cerâmica enfrentando o São José no Vieirão às 19h e o Lajeadense enfrentando o Cruzeiro no Estrelão às 17h. O Lajeadense lidera o Grupo A com nove pontos, dois a mais que o Juventude que está em segundo. No Grupo B o Cerâmica é o quarto com sete pontos, quatro atrás do líder Cruzeiro.

Cerâmica: César, Maurinho, Dejair, Marcão, Fábio e Pedro; Nunes (Maceió), Robson e Cidinho; Zeferino (Adilson) e Dinei (Dalmo)
Técnico: Lico Freitas

Lajeadense: Fernando, Alexandre Bindé, Micael, Gabriel e Wellington Baroni; Rudiero, Ramos (William), Tales e Bruninho; Tatá (Celsinho) e Adriano (Osmar)
Técnico: Ben Hur Pereira

Gols: Dinei (Cerâmica); Ramos e Gabriel (Lajeadense)

Arbitragem: Francisco Silva Neto auxiliado por José Silveira e Leirson Martins

Cartões amarelos: Pedro e Maurinho (Cerâmica); Tales e Rudiero (Lajeadense)

Local: Estádio Antônio Vieira Ramos – Vieirão
Data: 01/02/2012
Hora: 20h30

Toco y me voy
Douglas Beretta

Publicado em Cerâmica, Gauchão 2012, Lajeadense com as tags , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *