S.E.R. Caxias 1×1 Santa Cruz – Estádio Centenário

A não declarada semana CAJU fez mais uma vítima ontem, no estádio Centenário.

Dono de 100% de aproveitamento, o Caxias entrou em campo em busca de mais três pontos, teoricamente os mais fáceis disputados até então, para encaminhar bem uma provável classificação e ganhar confiança pro clássico. Porém, como era de se esperar (conheço meu clube), são nessas ocasiões que moram o perigo. Mesmo mantendo boa posse de bola, a equipe grená também deixou o Galo jogar, e este tratou de aproveitar a única chance real de gol que teve no primeiro tempo. Aos 29 minutos Leonardo, esforçado camisa 9 da equipe alvi negra completou o passe de Cristiano estufando, pela primeira vez no campeonato, as redes do Caxias. Após o lance, algumas esparsas jogadas de ataque do Caxias, que seguia com a cabeça no fim de semana, jogando pro gasto.

(voz do Paulo Brito) Ókei! Foto: Jornal O Caxiense.

No segundo tempo a postura grená agradou. Bom toque de bola, foco na partida e bombardeio pra cima do bem aventurado goleiro Wender, que entre uma defesa e um milagre, gastava tempo. Paraná manteve a boa participação que vinha tendo nos demais jogos cadenciando o ataque, mantendo a pressão. Aos 33, finalmente, depois de duas interceptações do intransponível WENDER, Vanderlei, o jovem garoto que havia garantido a vitória em Íjui, marcou o suado gol grená. O resto do jogo foi mais do mesmo: pressão do Caxias x Wender, com algumas escapadas pela esquerda do bom time de Santa Cruz do Sul.

Finalizado o jogo, com um resultado abaixo do esperado porém com uma atuação que não chegou a deixar os fiéis torcedores ressabiados, entramos de fato na semana do CAJU 269. Com o empate fica a lição: TEM QUE ENTRAR FOCADO. Um minuto de desatenção pode custar caro, ainda mais considerando o bom time do nosso próximo adversário.

Caxias (1)

Paulo Sérgio – 7, bom goleiro.
Alisson – 7
Wangler, (14/2º) – 9, incendiou o ataque grená.
Lacerda – 7
Jean – 7
Fabinho – 7
Umberto – 8
Michel, (42/2º) – Sem nota;
Paraná – 9
Mateus – 7
Diego Torres – 6
Vanderlei – 9
Caion – 5 Estranhamente afobado, parecia estar com a cabeça no domingo. Tem que se ligar o ADÃO DOS ANOS 2010.
Everaldo, 25/2º) – 7
Técnico: Paulo Porto

Santa Cruz (1)

Wender
Teda
Mimica
Thuran
Tiago
Uilliam, (Valdemarca, 38/2º)
João Neto
Sidnei, (Castor, 48/2º)
Cristiano
Leonardo, (Max, 32/2º)
Creedence – I wanna know, have you eeeever seeen the gooooal
Técnico: Edson Porto

Gols: Leonardo (SC)  29/1° e  Vanderlei (C) 33/2°

Árbitro: Anderson Daronco, bandeirado por Lúcio Beiersdorf e Alexandre Kleiniche.

Cartões amarelos: Thuran, João Neto, Creedence, Uilliam, Wender, Valdemarca (SC).

Esboço das impressões sobre o clássico vindouro:
1) Não existe favorito;
2) O fiasco do Ju e a broxada do Caxias no meio da semana deixa os times com o pé no chão, o que contribui decisivamente pra um jogo PEGADO do ínicio ao fim;
3) Não converso com papos em semana de clássico.

Até domingo, tudo é CAJU. A honra pelas calças que se veste está em jogo. Bring it on!
Direto da terra das mais belas suburbanas do planeta,
Tiago Zilli

Publicado em Caxias, Gauchão 2012, Santa Cruz. ligação permanente.

Um comentário em S.E.R. Caxias 1×1 Santa Cruz – Estádio Centenário

  1. Paulo diz:

    Caion esteve um pouco a baixo do que pode mostra,
    tenho certesa que vae ajudar bastante o caxias pois e
    um excelente jogador pra cima deles Caiooooooooooooon…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *