Ypiranga 1 x 2 Grêmio – Estádio Colosso da Lagoa

Aos 48’ do segundo tempo, quando Douglas Grolli raspou a nuca no couro rosado da bola do TARSÃO 2012, os torcedores já rastejavam para fora do Colosso da Lagoa. A minoria, vestida de verde e amarelo, caminhava satisfeita para os portões do estádio. Finalmente, sob o comando do enérgico Joel Costa, o time atuava bem e mostrava forças para fugir do rebaixamento. Mesmo sem os contratados vindos da capital – uma recorrente medida imperialista proibia Matheus Magro e Bérgson de entrarem em campo por estarem emprestados pelo Grêmio -, a equipe canarinho saiu na frente. Bela arrancada do centroavante Lucas El TANQUE Silva, que só rolou para Rodrigo JESUS empurrar para as redes. Nesse momento, ENSANDECIDOS, radialistas de Erechim constatavam que o milagreiro atacante estava com o DIABO NO CORO. Admirável momento radiojornalístico interiorano. Durante a partida, entre outros alvos, eles ainda bradaram contra o BIG BROTHER, Caio Junior e Kleber.

Éder Gaúcho, o GIGANTE, pratica mais um desarme. Foto: Nabour Goulart.

Na primeira etapa, o Ypiranga também assustou com bons chutes de fora da área, partindo, principalmente, dos pés de Edinho e JESUS. O goleiro Vizzoto, enquanto isso, só acompanhava o ritmo da Mancha do Ypiranga, que cantava atrás de suas traves. Válido destacar a boa presença dos gandulas. Após o gol, coperos y peleadores, eles jogavam duas bolas em campo, atrasando a partida. Catimba braba. Uma pena que veio o segundo tempo. Cansado, o Ypiranga diminuiu um pouco o ritmo e apostou nos contra-ataques. Aos 13’, em confusão na área, Marcelo Moreno empatou. Enquanto Vizzoto trabalhava muito, praticando defesas hollywoodianas, o canarinho chegou a marcar com JESUS, mas o assistente levantou a bandeira. Das arquibancadas, ainda vi um pênalti em Lelo. Dois lances duvidosos. Optei por não conferir na TV para poder continuar reclamando. Até que, faltando 5 SEGUNDOS para terminar o jogo, o alemão de Chapecó desviou e fez 1-2. Os torcedores baixaram a cabeça e continuaram rumando para os portões do Colosso da Lagoa. Tristes pela injusta derrota. Esperançosos pela boa atuação.

Fica o registro do ótimo estado do gramado. O Colosso da Lagoa segue impecável. A iluminação, alvo de reclamação dos times da capital, também melhorou muito. O Ypiranga não é clube de segunda divisão. A região norte precisa manter vivo seu futebol. Lutaremos.

Equipes:

O Ypiranga cresceu depois da faxina realizada pelo diretor de futebol Rafael Jacques. Éder Gaúcho foi, mais uma vez, um GIGANTE na zaga. Firme nos desarmes, desferiu carrinhos e chutões sempre que necessário. Ao seu lado, Anderson Santos mostrou segurança. No meio, boas atuações de Pansera, Almeida e do camisa 10 Edinho (baixinho bom de bola). Na frente, Rodrigo JESUS fez o gol e correu muito pelos lados, além de arriscar petardos de fora da área. Com força, Lucas EL TANQUE Silva fez boa jogada no tento do Ypiranga. Pena que saiu machucado. Vizzoto dispensa comentários. Depois de Marcelo Pittol, é a boa notícia embaixo das traves. As grandes defesas lhe valeram o vale óculos de melhor em campo, presente da rádio Difusão. Do banco, Tiago Duarte entrou e foi bem. Os reforços vindos do Grêmio podem deixar a equipe ainda mais forte, com chances de fugir do rebaixamento.

Sobre o time da capital, a rébis fala.

Torcidas

O público no Colosso da Lagoa foi ótimo. Infelizmente, ocupado na sua maioria por torcedores do Grêmio. Mas, mesmo com a emissora detentora dos direitos de transmissão dos jogos ENTUPINDO de microfones na frente da torcida do time da capital, pouco barulho veio daquelas bandas.

A Mancha do Ypiranga fez festa com sinalizadores e fogos. Cantou e levou trapos ANTI-GRENAL. Ao meu lado, um torcedor gastou todo seu repertório de xingamentos contra Lelo, que havia entrado no lugar de Lucas Silva. Começou com ” SEU ARANHA” e terminou com “não ganha uma, seu BOIOLA”. Atesto aqui, a ruindade do atacante e parabenizo os bravos torcedores do Ypiranga.

Ficha

Ypiranga: Vizzoto, Rafael, Anderson Santos, Éder Gaúcho, Cleber Luís; Pansera, Tomas, Almeida, Edinho; Rodrigo JESUS (Botelho) e Lucas Silva (Lelo) (Tiago Duarte).

Grêmio: Victor, Gabriel, Douglas Grolli, Naldo, Bruno Colaço; Fernando, Marquinhos (André Lima), Marco Antônio (Biteco), Leandro (Gilberto Silva); Marcelo Moreno e Kleber.

Gols: Para o Ypiranga, Jesus (23’ – 1T) | Para o Grêmio, Marcelo Moreno (12’ – 2T) e Douglas Grolli (48’ – 2T)

Cartões Amarelos: Éder Gaúcho, Tomas, Douglas Grolli e Naldo.

Placar moral: Ypiranga 3 x 1 Grêmio

Da capital da amizade,

Luiz Eduardo Kochhann

Publicado em Gauchão 2012. ligação permanente.

4 Respostas a Ypiranga 1 x 2 Grêmio – Estádio Colosso da Lagoa

  1. zezinhodudu diz:

    Cara, que crime!

    Quando acabou o primeiro tempo, imaginei que tu estarias em chamas, dando palestra no intervalo para os jogadores.

    Já vi o Nóia perder pro Inter nos últimos 5 minutos. Pior coisa. Ainda mais em casa. Que merda total =/

    Éder foi meu lateral-esquerdo nos times de GULLIVER dos anos 1990 e fez dupla de zaga com Paulo Turra, no Boavista. Baita zagueiro.

    Ainda bem que o CANÁRIO apresentou evolução. É possível escapar

  2. daroit diz:

    que camisa linda. vem fazer minha roupa, Clanel.

  3. Cicero diz:

    Que tristeza esse jogo ter terminado em vitória do Grêmio.
    Infelizmente alguns times do interior não tem tanta perna quanto outros, e acabam perdendo só por causa desse quesito. Fosse pelo futebol o Ypiranga teria conseguido ganhar a partida por talvez 3 gols de diferença.
    Vizzotto foi a grata surpresa da partida. Se continuar atuando assim, talvez o Ypiranga consiga escapar da degola

  4. luizkochhann diz:

    a clanel mandou bem na camisa desse ano, mas é sempre uma pena os patrocinios em cores diferentes. e poderia estar um pouco mais barata…

    ah, Lelo já era. direção mandou embora depois do jogo contra o Grêmio.
    eita atacante ruim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *