Resumo da 6ª rodada da Taça Piratini – Gauchão 2012

Com os tropeços de Caxias e Lajeadense, líderes de suas respectivas chaves, os fatos mais marcantes da jornada se deram fora de campo: a perda de 6 pontos do Cruzeiro pela escalação irregular de Jô na primeira rodada e o CHILIQUE de Caio Junior após a vitória do Grêmio pra cima do Ypiranga. A rodada viu a ascensão do Novo Hamburgo, a leve recuperação do Juventude e o avanço do naufrágio do amontoado canoense.

– No Passo D’Areia, às 17h de quarta-feira (primeiro: quem vai no estádio nesse horário? Segundo: quem assiste futebol nesse horário?), com o Sol rachando os porongos e fervendo a grama sintética, São José e Caxias empataram em 0x0. O time de Porto Alegre teve a iniciativa do jogo, porém coube ao time da Serra desperdiçar a melhor chance. No final, o Caxias segue líder e o MAIS SIMPÁTICO segue com boa campanha. Caxias agora recebe o Inter de Porto Alegre em casa, no domingo, em um jogo CASCUDO, enquanto o ZEQUINHA vai a Pelotas no sábado enfrentar o LOBO;

– Vindo de duas vitórias consecutivas, o Novo Hamburgo pegou o CENTRALÃO – já que o Trensurb nunca chegará à Capital do Vale dos Sinos – e foi se aventurar em busca dos três pontos contra o suposto time da cidade da Praça do Avião. Desfalcado de Pedro Silva e Mendes, o Anilado buscou a vitória rapidamente, com um golaço de Marlon. No entanto, o time adversário, encarnando o espírito municipal, foi para a tática LUFTWAFFE de guerra e passou a alçar bolas transloucadamente na área do Nóia. Jogando melhor, chegou ao empate com Genílson, no início do segundo tempo. Mas no minuto seguinte, JUBA desviou de cabeça e decretou a vitória anilada. Com o resultado, o Nóia consolida-se na segunda posição da chave e geral do prélio, enquanto que o Canoas segue voo rasante rumo ao Inferno;

– Nas Missões, o São Luiz recebia o Cerâmica tentando apagar o longo jejum de vitórias e gols – desde a primeira rodada o Alvi-Rubro não estufava as redes. E o golo de Cidinho, pro time de Gravataí, era mais uma marca no choroso peito fronteiriço – agora, com pneu de CHEVETTE. Os torcedores do São Luiz já pediam a cabeça do treinador Gelson Conte e passaram a arremessar pilhas, pedras, gelos e recém-nascidos quando o mesmo colocou em campo o odiado Douglas. Mas foi justamente o bruxo do treinador o responsável por acabar com o jejum missioneiro e empatar a peleia aos 34′ do 2T. E, não obstante, seis minutos depois, guardou outro tento, virando o placar e dando números finais ao marcador. Após uma GESTAÇÃO, o São Luiz paria sua segunda vitória no campeonato;

– O maior crime do MATAMBREZÃO se deu em Erechim. Num Colosso da Lagoa lotado em sua maioria por BASTARDOS INGLÓRIOS, o endiabrado Ricardo JESUS abriu o placar para o Ypiranga, aproveitando-se do arremedo de zaga porto-alegrense. Mandando porongos e sacos de erva-mata pare Barão do Cotegipe, a zaga do Canário se defendeu bem até o final da primeira etapa. No entanto, no início da etapa final, um boliviano desgarrado empatou o jogo. E enquanto o Ypiranga se conformava com a igualdade no placar, Douglas Grolli virou a partida ao apagar das luzes, para desespero e choro de Joel Costa, um MC Catra da casamata;

– No Estádio Alviazul, o Lajeadense seguiu sua sina de não jogar nada em sua nova casa. Com uma retranca ALUCINADA, o Veranópolis de Gilmar Dal Pozzo segurou o ímpeto(?) dos celestes e garantiu o 0x0 no placar, em um jogo que, somando as duas ESQUADRAS, teve empolgantes ZERO chances de gol. No final, o time da casa, líder de seu grupo, ainda teve de ouvir vaias de seus torcedores, em uma clara demonstração de falta de vergonha na cara;

– No Jaconi, a torcida já acostumada ao parto de BIGORNAS, acompanhou o nascimento de mais uma: 1 a 0 no Avenida, gol do beque Rafael Pereira (que daqui a pouco já passa o Zulu na artilharia). Depois de uma semana com duas sarandas e um DILÚVIO, que inundou o gramado e demais dependências do estádio, quase adiando a partida, a vitória que era pra dar tranquilidade ao PAPO acabou numa IRADA entrevista de Picoli, que fuzilou a turma do AMENDOIM que fica atrás da casamata desde a fundação do estádio. Tempo segue FECHADO na Rua Hércules Galló…;

– Em Santa Cruz do Sul, o time da casa barrou a recuperação do Pelotas e bateu o Lobo por 2×1. O resultado mantem ambos em pés de igualdade na luta contra o descenso. Já o confronto entre Inter e Cruzeiro foi adiado para o dia 15, devido ao jogo do Colorado pela Libertadores;

– Com duas rodadas para findar o primeiro turno do certame, vê-se, outra vez, o desequilíbrio gerado pelo esdrúxulo confronto entre chaves. Os lanternas da Chave 2 brigariam por vagas ao mata-mata na Chave 1;

– O Caxias consolida-se como melhor campanha geral. No retrovisor aparece o Novo Hamburgo, segunda colocação no geral e atualmente em primeiro na busca pela vaga à Série D;

– Ainda invicto, o Cruzeiro perdeu 6 pontos pela escalação irregular de Jô na estreia, contra o Santa Cruz. O jogador teria dois contratos registrados no BID – um com o Estrelado, outro com a Luverdense (MT). A direção do time porto-alegrense pretende reverter essa situação nos tribunais e até ameaça paralisar o campeonato;

– A briga pelo Trofeu Sandro Sotilli está entre dois anilados, ambos com 5 gols: ZULU, criado no clube e atualmente no Juventude, e JUBA, atual avante da equipe do Vale dos Sinos. No domingo haverá o tira-teima de ambos no Estádio do Vale;

– Ao final do jogo em Erechim, Caio Junior reclamou da falta de tempo pra trabalhar, que seu filho sempre sai sem casaco ou guarda-chuva de casa, de nunca a família decidir logo onde almoçará domingo e da cama desarrumada mesmo o rebento estando de férias. É vida a dura de quem ganha mais de 300 mil lulas mensais…

Resultados

8/2
São José 0x0 Caxias
São Luiz 2×1 Cerâmica
Santa Cruz 2×1 Pelotas
Canoas 1×2 Novo Hamburgo
Ypiranga 1×2 Grêmio
9/2
Lajeadense 0x0 Veranópolis
Juventude 1×0 Avenida

Classificação

Artilheiros

Zulu (Juventude) e Juba (Novo Hamburgo) – 5 gols

Próximos jogos

11/2
Cruzeiro x Canoas
Pelotas x São José
Grêmio x Santa Cruz
12/2
Caxias x Inter
Avenida x Lajeadense
Cerâmica x Ypiranga
Novo Hamburgo x Juventude
Veranópolis x São Luiz

Diretamente da Central de Informações João Goulart,
Zezinho 

Publicado em Gauchão 2012. ligação permanente.

Um comentário em Resumo da 6ª rodada da Taça Piratini – Gauchão 2012

  1. daroit diz:

    Com Juninho Tardelli, Tales e Baroni no time e depois dos últimos dois jogos do Lajeadense, já passei a torcer pro Nóia copar a vaga na D. Nossa função é só torcer pra ser COPERO, tipo a vitória no Olímpico, e tentar garimpar uma vaga em alguma final de turno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *