Resumo da 7ª rodada da Taça Piratini – Gauchão 2012

Mais uma rodada se foi e continua a tremenda superioridade da chave 2 sobre a chave 1. Já se vão VINTE E SETE pontos de vantagem entre elas. Algo que, convenhamos, já nem é mais uma BIG SURPRISE: todo ano acontece. E nos mata-matas, SEMPRE, a chave rejeitada emplaca dois times na final e cala a boca dos críticos. Veremos.

– No Estrelão, o Cruzeiro começou a recuperar os seus 6 pontos SURRUPIADOS por engravatados burros por conta de um erro cometido pela Federação Matogrossense enfiando uma TROLHA de 4×0 no moribundo Canoas. Com mais um gol do artilheiro Gavião e um tremendo ARRODIÃO nos vizinhos, o Estrelado ostenta a melhor campanha EM CAMPO do Gauchão mesmo com um jogo a menos, continua invicto e, pasmém, vai ficar de fora das quartas-de-final. Que lindo, Novelletto. Já os da Praça do Avião caminham a passos largos para, enfim, caírem e sumirem do mapa, com uma distância de já SEIS pontos para a salvação. Não tem mais volta.

– Com um gol no ÚLTIMO MINUTO, o Pelotas continuou sua recuperação movida a BETO ALMEIDA – muito ajudada pela tabela – vencendo o TIME MAIS SIMPÁTICO DO ESTADO segundo eles mesmos, o São José. A vitória praticamente acaba com as chances de rebaixamento do Lobão – e também as de acesso do Brasil, já que é sabido que é incostitucional o Gauchão contar com os dois clubes ao mesmo tempo – e dá ao falastrão treinador míope tempo para arrumar o time para a Taça Farroupilha. Já os homens de Novelletto agora terão de PONTUAR contra o Grêmio ou pelo menos não tomarem uma SAPATADA, já que levam seis gols de vantagem no saldo para os seus rivais pela vaga nas quartas, que não deve fugir da Zona Norte.

– No jogo menos importante de Porto Alegre, o Santa Cruz, apoiado por toda a sua imensa torcida de UMA pessoa, foi surpreendido pelo Grêmio e acabou derrotado de virada, após largar na frente com um gol do ENDIABRADO Cristiano. Errando demais, o Galo viu o adversário marcar 4 gols e não teve mais forças para se recuperar, voltando a sentir os sussurros do FANTASMA DO REBAIXAMENTO. Mesmo assim, saiu de campo vencedor, mostrando que enquanto houver uma alma alvinegra teutônica, será imortal.

– Outro crime da RONDA aconteceu na terra da Festa da Uva. O líder, invicto e favorito Caxias foi surpreendido pelo primeiro tempo do Internacional, que conseguiu marcar dois gols através do atacante Roberto. No segundo tempo, os grenás partiram para o ataque, mas não conseguiram recuperar a desvantagem. Mesmo assim, já estão classificados e são favoritos a terminar na primeira colocação, já que enfrentam a RODADA-BÔNUS na próxima rodada.

– No clássico dos Vales, o esquadrão tabagista do Avenida passou por cima dos cansados celestes de Lajeado com mais um gol do filhotinho de ídolo Alex Amado. Com domínios alternados entre as etapas, prevaleceu a superioridade verde no primeiro tempo. Agora, o Periquito começa a respirar mais aliviado, enquanto o Alviazul, mesmo em primeiro no grupo e já classificado, digere um início de crise entre jogadores, comissão técnica, torcida e imprensa após três rodadas sem vitórias.

– Em Gravataí, o Cerâmica deu prosseguimento a sua MALA RACHA empatando em 1×1 com o antes inoperante Ypiranga. Pela seqüência que parece sem fim, o tricolor agora acende a luz amarela na luta contra o rebaixamento, mesmo estando cinco pontos na frente do primeiro rebaixado até aqui, o próprio Canarinho de Erechim. Já os bota-amarela podem começar a sonhar com uma SALVEZZA histórica, mesmo tendo conquistado miseráveis três pontos em quase metade do COSTELÃO 2012. Apesar de continuar sem vencer ninguém, o time do Norte vem mostrando evolução notável com a barca gremista que chegou, pelo menos dando trabalho aos adversários.

– Em Novo Hamburgo, o Anilado empatou em zero com o Juventude, em um jogo chato que não merece comentários. No fim, com o resultado, os caxienses garantiram a sua classificação, enquanto o Novo Hamburgo foi alçado à condição de melhor campanha do TARSOGENRÃO 2012. Bom pra todos.

– E, por fim, o Veranópolis garantiu a sua classificação e a de todos os times do grupo 1 ao encarrilhar um 3×1 sobre o São Luiz. Mesmo com o gol de Sharlei, o eterno, o clube de Ijuí retorna à briga contra o rebaixamento, enquanto o PENTACOLOR que só existe por 4 meses do ano garante mais um verão de boa campanha.

Classificação:

Artilheiros:

5 gols

Zulu (Juventude)
Juba (Novo Hamburgo)
Gavião (Cruzeiro)

Próximos jogos:

15/02
19h30
Inter x Cruzeiro (atrasado da 6ª rodada)

18/02
16h20
Lajeadense x Novo Hamburgo
Inter x Pelotas
São José x Grêmio
Juventude x Cruzeiro
São Luiz x Avenida
Canoas x Caxias
Ypiranga x Veranópolis
Santa Cruz x Cerâmica

Publicado em Gauchão 2012. ligação permanente.

3 Respostas a Resumo da 7ª rodada da Taça Piratini – Gauchão 2012

  1. Jogo SOFRÍVEL DEMAIS entre Nóia e Juventude, as duas equipes ficaram totalmente satisfeitas com o resultado

    Agora é ir de BUS pra Lajeado e esperar que se confirme essa LINDA campanha no primeiro turno

    Voltei a odiar o Juba,
    Maurício Klaser

  2. Vero… deixou de ser TÃO sonolento apenas no segundo tempo, mas a qualidade das finalizações foi assustadora. Se tivesse prorrogação, esta não sairia por falta de bolas.

  3. Frederico Zimmermann diz:

    Baita texto… Parabéns mesmo!! Me divirto aqui com os termos bagualescos e as arriadas… Vida longa ao Toda Cancha!!! Saudações alvinegras da terra do fumo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *