Prévia: Quartas-de-Finais da Taça Piratini do Gauchão 2012

O Toda Cancha apresenta as expectativas para cada time no mata-mata segundo seus respectivos setoristas, assim como os palpites do blog sobre quem passará em cada confronto

Caxias x São José (22/02, 19h30)

Time grená não poderá contar o habilidoso meia Diego Torres até o fim do Gauchão. Foto: SER Caxias

O Caxias encara esta noite, no estádio Centenário, o bom time do São José. O primeiro confronto entre as equipes terminou empatado, sob forte calor no sintético gramado do Passo D’Areia. Na ocasião foi um bom resultado, porém não serve para hoje. Contando com o fator casa, o Caxias deve manter uma postura ofensiva, respeitando o adversário. Prós: Centenário, temperatura amena (ou como está escrito nos amarelos ônibus da Caxiense, “Clima de Montanha”) e grama natural. Contras: time experiente do São José, recentes amareladas em fases decisivas e a ausência de Diego Torres, o camisa 10 que vinha numa crescente. Eu, como torcedor, acredito em um vitória magrissíma, dentro dos 90 minutos, pra manter as semis em Caxias do Sul

Zequinha aposta na marcação forte para avançar às semi-finais. Foto: IG

Um time imprevisível. Sim, imprevisível. Qual outra palavra poderia descrever uma equipe que começa o campeonato perdendo de 3×1 para o Nóia mas na sequência já encaixa duas senhoras vitórias por 3×0, sobre Veranópolis e Avenida. “Agora vai”, pensamos todos, então o Zequinha apronta e toma uma chinelada de ver estrelas do Cruzeirinho: 4×1. Será que o Zequinha só vence em casa? Surpresa de novo, vitória por 1×0 na disputa de polo aquático com o Cerâmica que vinha muito bem no campeonato. Some a isso um empate em casa com o Caxias, derrota para o Pelotas jogando melhor e uma LAMBADA no Grêmio que causou até demissão de treinador e você tem o time mais imprevisível do campeonato. Eu acredito que enquanto todos apostam no Caxias na semifinal, o Zequinha surpreende e consegue a sua classificação. O que é impossível saber é se ela virá numa suada disputa de penaltis ou em uma goleada histórica dentro do Centenário

Palpite Toda Cancha: Caxias – 5, São José – 2

Novo Hamburgo x Lajeadense (23/02, 19h)

Juba é a esperança maior de gols do Anilado para triunfar na quinta-feira. Foto: Bruno Colombo/ECNH

Melhor campanha, artilheiro da competição (Juba) e um dos principais jogadores da CHULETÃO 2012 (Marlon): tudo isso credencia o Anilado a ter o favoritismo, mas é sempre bom ter o VELHO PÉ ATRÁS HAMBURGUENSE. A equipe do Lajeadense treinada por Ben-Hur não pode ser subestimada, joga junto faz tempo, tudo que uma tragédia precisa. Vivendo de tensão até quinta, passando do esqudrão da Fruki Atômica tudo é lucro. E a que a história comece a ser escrita nesta quinta-feira no Estádio do Vale

Alviazul conta com o retorno do capitão Ramos para jogo decisivo. Foto: EC Lajeadense

Depois de uma primeira metade arrasadora e empolgante, uma segunda metade extremamente deprimente e crise. É com essa bagagem que o Lajeadense entrará em campo no Vale dos Sinos contra o seu irmão gêmeo (?) Novo Hamburgo, tentando mudar o cenário da última partida entre os dois. A aposta por dias melhores no Alviazul reside no fato de que o clube entrará nas quartas com seu time titular, descansado e recuparado de lesões, diferentemente da primeira partida contra o Anilado, quando jogou com praticamente todos os reservas e, merecidamente, foi derrotado. Após a derrota, jogadores, comissão técnica e diretoria se reuniram algumas vezes para tentar entender o que acontece com o time, que em todos os jogos atuou bem em apenas um tempo, sendo massacrado na outra etapa, o que vem gerando um princípio de crise entre alguns jogadores, imprensa e torcida.

Além do retorno do time titular, outros trunfos lajeadenses são a campanha do clube fora de casa até aqui, com duas vitórias e um empate em 4 jogos – enquanto em casa, ainda não habituado ao seu novo estádio, o retrospecto é de chorar, com duas derrotas, uma vitória e um empate – e a volta do matador Jandson, cuja lesão contra o Cerâmica determinou o início da fase negra do time, e que retornou no sábado marcando o gol de honra da equipe

Palpite Toda Cancha: Novo Hamburgo – 5, Lajeadense – 2

Juventude x Veranópolis (23/02, 21h)

Zulu é o principal trunfo do Papo na revanche contra o VEC. Foto: RBS

Previsão de uma PEDREIRA duríssima contra o Veranópolis nesta quinta-feira. Ou não. É isso que o Juventude tem passado para seu torcedor neste campeonato.  Após uma estreia sem brilho contra o SETOR DE LOUÇAS da Costaneira, em Gravataí, duas vitórias alavancaram a confiança geral lá em cima para, logo depois, quase ir a sete palmos após a TAMANCADA imposta pelos descendentes de MATUZALÉM e a derrota no clássico. Mesmo as duas vitórias posteriores em casa e o empate na casa do Nóia não recuperaram a confiança da torcida. E, ao que parece, nem do time. O clima segue estranho no Jaconi. No desejo, muito mais do que qualquer coisa, cravo 2 a 1 SUADO e vaga na próxima fase para o esmeraldino da Pérola das Colônias (clima de Festa da Uva mode on)

Veterano Sananduva comanda, de trás, o bom time do Pentacolor. Foto: Carlos Alberto Jung

Jogo complicado. Mais um clássico pela frente e na casa do adversário. Mas a bela campanha do PENTACOLOR me deixa esperançoso e acredito que passaremos na disputa por pênaltis. FORÇA VEC!!


Palpites Toda Cancha: Juventude – 5, Veranópolis – 2

Para o clássico Gre-Nal, às 22h de 22/02, no Estádio Beira-Rio, o maior favoritismo entre os setoristas: 6-1 pró Internacional.

Num texto escrito a QUATORZE mãos,
Tiago Zili (Caxias), Guilherme Rocha (São José), Maurício Klaser (Novo Hamburgo), Guilherme Daroit (Lajeadense), Franco Garibaldi (Juventude), Kid Sangali (Veranópolis) e Zezinho (Novo Hamburgo e edição)

Publicado em Caxias, Gauchão 2012, Juventude, Lajeadense, Novo Hamburgo, São José, Veranópolis com as tags , , . ligação permanente.

8 Respostas a Prévia: Quartas-de-Finais da Taça Piratini do Gauchão 2012

  1. Agora tentem encontrar algo PARECIDO na ZH ou no ClicEsportes…

    BAITA pré-rodada. Só faltou trazer o que os ORIXÁS esperam das partidas, eauaheuaehueah

  2. grande análise! Orgulho conhecer pessoalmente os caras que iniciaram isso.

    Por tudo nesse mundo torço pelo NÓIA na final do Gauchão!
    Fico triste pelo Cerâmica ter sido essa decepção no primeiro turno do campeonato.

  3. Lendo os comentários TODOS OS TIMES SÃO IMPREVISÍVEIS

    e Franco, pra RBS só existe o clássico OAS-AG

  4. Cara, li que tem até página grenal no clicRÉBIS. Mas vai achar uma informação atualizada sobre os demais clubes nos meios da detentora dos direitos do CERTAME…

    Bom, 50% de acerto na previsão da rodada de ontem. Acertei o de Caxias, errei o da região metropolitana.

    Se acontecer o mesmo na de hoje, tá tranquilo :D

  5. Hey, eu votei no Grêmio no Grenal hein!!??

  6. Maurício Klaser diz:

    OLHA ISSO, teve voto do Grêmio, só falta um torcedor DEBIL vim aqui reclamar de IMPRENSA VERMELHA, seria o AUGE deste blog hahahhahaha

    Neste momento fazendo a digestão do melhor almoço da minha vida

  7. zezinho diz:

    Já arrumei lá, Kid =)

    Tu nos salvou de uma ~Maldição do Toca Cancha~ com a vitória do Grêmio hahaha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *