Resumo da 1ª rodada da Taça Farroupilha – Gauchão 2012

Oigalê-te, porquera! Após uma eletrizante final de Taça Piratini, começou no último fim-de-semana a Taça Farroupilha, o 2º Turno do Gauchão 2012 – num mundo perfeito, o 1º Turno seria a Taça Leonel Brizola, e o 2º, Taça Olívio Dutra. Campeão e já garantido na finalíssima, o Caxias deixou seus titulares bebendo o NÉCTAR DE JESUS na Festa da Uva e jogou com seu PIAZEDO contra o Avenida, onde levou fumo. Contrariando as expectativas, a Dupla Gre-Nal venceu contra os claudicantes Cerâmica e Ypiranga. E o destaque ficou para a SARANDA do Veranópolis no Pelotas, com show do roqueiro LÊ;

– Com o sabugo parcialmente em mãos, o Caxias foi a Santa Cruz do Sul com seu time reserva enfrentar um confiante Avenida, que pretende apagar o péssimo primeiro turno e buscar a classificação. A esquerda de Gilmar ALEX FERGUSON Iser pressionou desde o início, deixando brechas na retaguarda. Ainda na primeira etapa, abriu o marcador num belo gol de CHIRIPA após cobrança de falta. No segundo tempo cozinhou bem o jogo até o finalzinho, quando Marcos Paulo, que ingressara no decorrer do prélio, foi derrubado na grande área. Mas Rodrigo Feijão, heroicamente, pulou no canto e pegou o pênalti batido por Rafael Santiago, garantido o triunfo do Periquito;

– Na Zona Norte de Porto Alegre, briga bonita por vaga à Série D entre São José e Lajeadense. Mesmo atabalhoada, contando com a VELHICE de Fabiano Eller e a boa forma física de Anderson Pico, o Zequinha garantiu a vitória no apagar das luzes, enquanto o Alviazul perdeu, mais uma vez, inúmeras oportunidades. Vice-campeão da Copa FGF, o Lajeadense chegou ao sexto jogo consecutivo sem vitórias e vê cada vez menos gás no Fruki nosso de cada dia;

– Num horário digno de lotar o TIA CARMEN, o Internacional suou para bater o Ypiranga de Leocir Dall’astra e seu PEGA-RATÃO. Com uma arbitragem confusa, com zagueiro do Canário salvando gol com a mão e o juiz nada marcando, Oscar abriu o placar em bela cobrança de falta. Porém, negando-se a cair así no más, o Canário empatou em seguida e ensaiou um SALSEIRO na etapa final, com Pansera e Leandro Vizotto segurando tudo atrás e Tiago Duarte especulando na frente. Quis o destino, no entanto, que Leandro Damião, chutando o que via pela frente, fizesse 2×1 e garantisse o triunfo colorado;

– Sob uma LUA senegalesca, o Grêmio de Luxemburgo deixou o terno em casa, botou uma camisa social que permitisse abrir os botões na altura do peito, dobrou as mangas até os cotovelos (oi, Gladiador) e papou o Cerâmica em pleno CHEVETTÃO. Kleber, num pênalti (risos) sofrido (!) por Marquinhos, e Marco Antônio fizeram os gols do time da Capital, enquanto ZEFERINO descontou para a esquadra de argila. Apesar da boa atuação, o MONZA HATCH gravataiense continua atolado nas areias movediças do descenso;

– De ressaca do vice da Taça Piratini, o Noia apenas empatou em 1×1 contra o Cruzeiro, em casa. Com uma péssima arbitragem do árbitro Diego Real – desvalorizado como um CRUZADO -, o Anilado desperdiçou inúmeras oportunidades e viu o Estrelado abriu o placar com Léo Carioca. Após enorme pressão, JUBA empatou e aumentou a blitz na área porto-alegrense, no entanto o placar não se alterou. Enquanto o Cruzeiro segue na expectativa de recuperar os pontos perdidos no BRIZOLÃO, o Noia se vê na obrigação de buscar pontos fora de casa, sendo que tem apenas mais dois jogos no Vale dos Sinos;

– A melhor campanha do Interior – excetuando-se os mata-matas – agora é do Veranópolis. O Pavão da Serra deu uma TRAULITADA no Pelotas, com direito a show do centroavante LÊ. Com quatro tentos, o avante chegou a sete gols no campeonato e entrou na briga pela artilharia. A derrota por 5×1 acendeu de vez a luz amarela no Lobão, que contratou CLAITON, ex-Inter e Atlético/PR, para o DUTRÃO. Pelo jeito, o áureo-cerúleo quer se juntar ao rival Brasil na Segundona – isso se o Xavante não subir;

– Nas Missões, o São Luiz bateu o Santa Cruz por 3×1 e manteve o viés de alta do fim do Brizolão. Entra com tudo na briga por uma vaga no FANDANGO. Já o Juventude conseguiu a façanha de empatar em casa com a Praça do Avião, tão vergonhoso quanto pegar recuperação em RELIGIÃO. O resultado custou a cabeça de Picoli, dois dias antes da estreia do Papo na Copa do Brasil. Os cotados para a vaga seriam Itaqui, Márcio Griggio, Daniel Frasson, Lauro e Ivo Wortmann, mas parece que o BMG é que indicará o próximo treinador alvi-verde;

– A briga pela Trofeu Sandro Sotilli está SENSUAL. Com 8 gols, JUBA se isolou na artilharia, mas vê três concorrentes um tento atrás. Além de REI ZULU, lesionado, estão com 7 gols Kleber, do Grêmio, e Lê, do Veranópolis;

– A disputa pela Série D está mais quente que osso de costela gorda. O Pentacolor foi a 19 pontos e assumiu a ponta na briga, deixando o Novo Hamburgo com 18, e o São José, 16. Entretanto não se sabe se o time da Serra disputará o quarto nível do DILMÃO, visto que o mesmo sempre fecha as portas no segundo semestre – mesmo para certames locais.

Resultados

Chave 1

São José 1×0 Lajeadense
Internacional 2×1 Ypiranga
Juventude 2×2 Canoas
São Luis 3×1 Santa Cruz

Chave 2

Avenida 1×0 Caxias
Cerâmica 1×2 Grêmio
Novo Hamburgo 1×1 Cruzeiro
Veranópolis 5×1 Pelotas

Classificação

Artilheiros

8 gols

Juba (Novo Hamburgo)

7 gols

Kleber (Grêmio)
Lê (Veranópolis)
Zulu (Juventude)

Próximos jogos

Chave 1

Santa Cruz x Internacional (10/3 – 21h)
Canoas x São Luiz (11/3 – 17h)
Ypiranga x São José (11/3 – 17h)
Lajeadense x Juventude (11/3 – 18h30)

Chave 2 

Cruzeiro x Avenida (10/3 – 16h)
Caxias x Veranópolis (10/3 – 18h30)
Pelotas x Cerâmica (10/3 – 19h)
Grêmio x Novo Hamburgo (11/3 – 16h)

De volta à labuta,
Zezinho

Publicado em Caxias, Cerâmica, Gauchão 2012, Juventude, Lajeadense, Novo Hamburgo, Pelotas, Resumo da rodada, Santa Cruz, São José, São Luiz, Veranópolis, Ypiranga. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *