Gauchão série A2 – Guarani-VA 3 x 0 Brasil-Pel (Estádio Edmundo Feix)

Bah! Todos os butiás que existiam no meu bolso rolaram perna abaixo durante a partida. Feliz com a primeira vitória do Farroupilha sobre o São Paulo de Rio Grande por 1 a 0 – que serviu para nos dar a liderança provisória – eu estava esperançoso de mais uma vitória rubro-negra fora de casa ou, ao menos, um empate – o que teria sido ótimo!

Guarani não deu chances ao Xavante. Foto: Carlos Insaurriaga.

Porém, o Guarani resolveu receber os visitantes com um tratamento especial: uma convincente vitória por três gols a zero. Quem iniciou os trabalhos e apresentou a hospitalidade local foi o GALÁCTICO Arpini. Sem modéstia, driblou a zaga Xavante, invadiu a área, driblou o goleiro e empurrou a PELOTA ao gol. Uma bucha (de água fria).

O Xavante até tentou uma reação com Jabá, mas a noite não era dos pelotenses. Aos 36 minutos do primeiro tempo, o Guarani chegou ao segundo gol com Fernando Ramos, de cabeça, após cruzamento de Luiz Carlos. A essa altura, dos butiás só existia o cheiro.

No segundo tempo, o Brasil veio destinado a descontar o placar e, quiçá, buscar um empate. Porém, o Guarani veio sacramentar a vitória com novamente ele, o GALÁCTICO Arpini, aos 4′, após cobrar escanteio e marcar um gol olímpico.

Era a certeza da derrota aos Xavantes e da vitória aos torcedores de Venâncio Aires. Placar final: Guarani 3, Brasil 0.

Ficha

Guarani: Sidivan; Michel, Fernando Ramos, Felipe Zang e Gustavo; Carlos Alberto, Samuel, Japa (Alex), Luiz Carlos Bahia (Thiago Henrique) e Arpini; Vítor Hugo (Giovane). Técnico: Édson Costa.

Brasil: Fabiano; Éder Silva (Pierre), Uilliam Nicoletti, Tiago Saletti e Galego; Rodrigo Dias (William Ribeiro), Ezquerra, Wender e Alex Goiano; William (Juninho) e Jabá. Técnico: Luizinho Vieira.

Gols: Arpini (2x) e Fernando Ramos.

Cartões amarelos: Vítor Hugo (Guarani); William Ribeiro (Brasil)

Arbitragem: Douglas Perdomini Geraldo, auxiliado por Diego Hennemann Hemmig e Antônio João do Padro Lima Albornoz.

“Cambaleando pela primeira derrota”,

Pedro Henrique Costa Krüger

Publicado em Brasil de Pelotas, Divisão de Acesso 2012, Guarani-VA. ligação permanente.

Um comentário em Gauchão série A2 – Guarani-VA 3 x 0 Brasil-Pel (Estádio Edmundo Feix)

  1. Matheus diz:

    D’alie guarani busca a classificação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *