Copa do Brasil 2012: Prévia Portuguesa x Juventude

Primeira aventura do Toda Cancha fora do estado, nosso enviado Maurício Klaser foi ao Canindé no jogo Portuguesa 2×2 Linense para ver a realidade do time lusitano e desvendar os segredos de jogar na poluição (abraços Dorival e a altitude)

O Estádio

Apesar de estar localizado numa cidade grande (muito grande, aliás), a Portuguesa tem tudo o que um time do interior gaúcho tem e muito mais. O Canindé é um parque de diversões para a terceira idade: tem o famoso bar da Sueca, onde se pode jogar carta e ainda degustar um bolinho de Bacalhau, e logo adiante uma cancha de bocha tucanada, de piso artificial e com patrocínio do Kassab. O profissionalismo deste esporte chega a dar vergonha aos praticantes de outros modalidades, com todos os idosos calçando tênis de futsal Topper (ad), aqueles mesmos que muitos usaram nos tempos de colégio. Na parte FUTEBOLÍSTICA, o Canindé é um estádio gigante e pequeno ao mesmo tempo. De um lado, um PAREDÃO DE ARQUIBANCADAS, e do outro, uma bem baixa, que deixa os torcedores quase dentro do gramado.

O Time

A Portuguesa passa por uma fase totalmente NEGRA (tomara que o Tribunal não cobre 10 mil do blog por causa disso). O time começou bem o jogo contra o Linense, abriu dois a zero no placar, e quando parecia que ia engrenar para a partida contra o Juventude, perdeu outras tantas oportunidades. Antes do fim da primeira etapa, o Linense fez um golzinho, deixando tudo em aberto. Aí veio a segunda etapa e com ela o CAOS que acompanha toda fase ruim do time. Calaça, O ETERNO RESERVA DE HARLEY, foi o protagonista. Ele fez de TUDO, cometeu pênalti, deveria ter sido expulso (mas o juiz deixou ele em campo), pegou pênalti… Mas como sabemos, vida de goleiro é INGRATA DEMAIS, e logo após fazer tudo isso, o goleiro falhou e o Linense igualou o escore. Com o que vi no jogo, digo que o Juventude tem que explorar a FRAQUEZA do goleiro da Lusa. Tudo que ocorreu depois disso fica pro próximo tópico.

A Torcida

Estádio praticamente vazio, com uma das torcidas MAIS CORNETEIRAS que já conheci. Talvez o momento conturbado do clube contribuiu, ou o bolinho de bacalhau é um amendoim turbinado. Juventude pode se aproveitar deste fator, pois a torcida que já reclamava mesmo quando estava 2×0, saiu dos eixos após a falha de Calaça, O ÍNDIO FDP (segundo uma criança de uns 6 anos). Os torcedores que se localizavam na outra goleira, enfrentaram a distância para ficar atrás do gol ATIRANDO OBJETOS E FALANDO NOMES FEIOS pro eterno reserva do eterno goleiro do Goiás. Ao final do jogo torcedores perguntavam a todos se sabiam onde os jogadores iriam sair, pois queriam a cabeça de todos e a mão de Calaça.

A Poluição

Indico que o Juventude suba a serra horas antes da partida para não sofrer com os efeitos da poluição.

Agora respirando ar puro,

Maurício Klaser

Publicado em Além-Torres, Copa do Brasil, Juventude. ligação permanente.

3 Respostas a Copa do Brasil 2012: Prévia Portuguesa x Juventude

  1. Balejos diz:

    Não foi por falta de aviso do espião do todacancha que o Papo perdeu. A atmosfera dos vizinhos do tietê foi muito bem descrita.

  2. A Portuguesa sabia que a coisa ia melhorar, pois teria pela frente a MAMÃEZINHA (by Raimundo Demore) do Ju pela frente. Centanário FORA-DE-SÉRIE, aí vamos nós…

  3. Marcelo Alves diz:

    Pessoal, vamos cair na real, o JUVENTUDE um dia ja foi um grande time do RS, o maior do interior e chegou ate a fazer frente contra a dupla….mas hoje em dia nao passa de mais um time do interior do RS, um clube e time comum…que apenas tem um grande estadio e boa torcida a nivel de quantidade e nada mais do que isto…e para completar esta todo ENDIVIDADO…o Novo Hamburgo esta querendo a tempo passar pelo Juventude para o maior do interior, mas anda com muita azar na fase final dos campeonatos…., hoje nosso interior nao coloca medo em ninguem mais…infelizmente….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *