Gauchão série A2 – União Frederiquense 2 x 0 Brasil-Pel (Estádio Vermelhão da Colina)

O post sobre esta partida está (muito) atrasado, mas nem o passar dos dias conseguiu aliviar o gosto amargo da derrota. O Xavante foi derrotado por 2 a 0 pelo União Frederiquense, no último sábado (12), e estreou com o pé esquerdo a segunda fase da série A2.

O Brasil não mostrou um bom futebol. Apesar de um início de jogo equilibrado, depois da metade do primeiro tempo radinhos de pilha já estavam sendo maltratados pelos donos Xavantes que, em casa, ouviam a transmissão da peleia.

Na primeira etapa, os dois lados atacaram. Mas o União Frederiquense levou sempre mais perigo, buscando alçar a bola na área e chutando de longe. Até bicicleta os caras tentaram. Pelo menos Luiz Muller, goleiro rubro-negro, provou que continua sendo um bom arqueiro.

No segundo tempo, as pilhas dos radinhos – que já estavam destroçados – foram jogadas ao fogo! Porque foi depois do intervalo que a vitória do União apareceu. Méritos totais ao time da casa. O time visitante não jogava bem, mas o que tinham haver com isso? Nada! SIMBORA conquistar três pontos. Natural.

Logo aos 12 minutos, o primeiro gol. Ganzer cobrou uma falta – de muito longe – e a pelota foi desviada pela zaga (“artilheira”) Xavante, enganando Luiz Muller. O segundo tento foi questão de tempo – rá, modo rapper ativado. Aliás, nem foi tanto tempo assim, mas cerca de dois minutos, ou menos. Aos 14, Adilson cobrou falta à área e Rinaldi cabeceou, ampliando o marcador. O caixão já estava fechado quase trinta minutos antes de terminar o jogo.

O Brasil, desesperado e vendo que a coisa estava bem feia, foi para cima. Conseguiu uma bola na trave, com Leandro Leite, mas só. Ytalo, do União Frederiquense, também acertou a trave. Nem na competição de quem acerta mais o poste o Brasil venceu. Tarde lamentável.

Com a derrota, o Xavante amarga – por pouco tempo, espero – a lanterna da chave 3, sem nenhum ponto ganho. Lembrando que apenas dois times de cada chave passam à fase seguinte. A próxima batalha será no domingo (20), no estádio Bento Freitas, às 15h30min. O adversário será o xará Brasil-Far. Oremos.

FICHA:

União Frederiquense: Gilberto; Tiago Matos, Géson, Vinícius e Ganzer; Marquinhos, Douglas Rinaldi, Ítalo e Adílson; Douglas e Gilian. Técnico: Rodrigo Bandeira.

Brasil: Luiz Muller; Éder Silva, Uillian Nicoletti, André Ribeiro e Galego; Leandro Leite, Rodrigo Dias (Marquinhos), Leandro Ezquerra (Pierre) e Alex Goiano; Alex Amado (Alexandre) e Gavião. Técnico: Marcelo Rospide.

Gols: Ganzer e Rinaldi.

Cartões Amarelos: Rinaldi e Ytalo (União); Leandro Ezquerra (Brasil).

Arbitragem: Luís Teixeira Rocha, auxiliado por Paulo Ricardo Conceição e Charles Lorenzetti.

“Com fé na classificação”,

Pedro Henrique Costa Krüger

Publicado em Brasil de Pelotas, Divisão de Acesso 2012, União Frederiquense. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *