Lajeadense de volta à Taça BH de Juniores

É isso mesmo, viventes. Na semana que se passou, o Lajeadense renovou a parceria com a cidade de Pedro Leopoldo-MG para disputar a competição de juniores mais importante do país depois da Copa SP, a Taça BH, assim como já o tinha feito em 2011, sob o nome de ‘Associação Esportiva Pedro Leopoldo’. O acordo foi firmado unicamente na CONFIANÇA entre o governo da cidade mineira, cujo secretário de esportes é ninguém menos do que Dirceu Lopes, ex-jogador da Seleção Brasileira, e a direção do Alviazul, e intermediado pelo empresário Ricardo Mello, parceiro do clube.

Em 2011, a treta foi a seguinte: Pedro Leopoldo é cidade-sede da primira fase da Taça BH, mas não tinha um MÍSERO clube pra colocar em campo. A solução então foi a parceria com o Lajeadense, que levou todo seu elenco de juniores e comissão técnica pra Minas Gerais, onde se juntaram com meia dúzia de jogadores locais e foram à luta. O resultado não podia ser melhor. Na primeira fase, o Alviazul-fake despachou São Paulo e Flamengo, e nas oitavas-de-final venceu o Guarani de forma ÉPICA nos penaltis. Nas quartas, porém, o time foi eliminado pelo Atlético Paranaense, mas nada que tirasse o brilhantismo da campanha, muito acima das expectativas.

Pedro Leopoldo/Lajeadense em 2011.

A partir disso, a renovação da parceria pra 2012 já era esperada, e se concretizou nos últimos dias. Agora, entretanto, Pedro Leopoldo, embalada pela campanha do ano passado, já começa a dar seus próprios passos no futebol de base, e com isso não teremos mais um time praticamente inteiro formado por lajeadenses. Mesmo assim, o elenco do Alviazul, que está na disputa da segunda fase do Gauchão, passará por MESES de preparação, evoluindo da preparação em 2011, quando foi feita uma curta pré-temporada em Colinas. Após terminar a participação do clube no estadual, todo o elenco, reforçado por novas peneiras que estão sendo realizadas nessa semana em Lajeado, viajará para Pedro Leopoldo, aonde serão escolhidos os integrantes do elenco final em conjunto com os jogadores de times e projetos locais. O técnico continuará sendo Nico Dall’agnol, do Lajeadense, assim como em 2011.

Neste ano, o torneio vai de 18 de julho a 5 de agosto, restando ainda muito tempo para o elenco do clube, que não faz uma grande segunda fase do Gauchão, se preparar bem para CHOCAR o país novamente. Daquele elenco, há hoje jogadores em Fluminense, Cruzeiro, Grêmio, e o zagueiro Laércio, que passou um ano no Helsingborg da Suécia antes de retornar a Lajeado, que deverão render dividendos ao Lajeadense no futuro. Aguardemos para ver.

______________

Por outro lado, a disputa do Gauchão do Juniores e a logística da Taça BH, aliados ao início ainda extremamente distante da Copa Hélio Dourado, tem tirado um pouco o foco do Lajeadense no elenco profissional. Depois de, segundo a imprensa, ter estado perto de anunciar Picoli, que visitou o clube para conhecer as instalações, o ex-juventudista fica cada vez mais longe de Lajeado. Aparentemente, o problema é financeiro, pois o clube pretenderia pagar um salário X durante a disputa da Copa, que depois seria aumentado durante o Gauchão 2013. Motivo que seja, o fato é que Picoli já nem é mais citado pela imprensa lajeadense, e sua contratação agora seria uma grande surpresa.

Outro nome cotado, o preferido dos torcedores, ídolo do Lajeadense e morador da cidade, Gélson VILA FÃO Conte, cansou de esperar e assinou com o Aimoré por um ano, e deu entrevista à Rádio Independente demonstrando certa mágoa com o fato de sempre ser levantada a dúvida em Lajeado sobre ele estar ou não pronto para assumir o seu clube de toda a vida (o que já fez na metade da década de 2000 sem grande sucesso, mas eram outros tempos). Enquanto isso, seguimos sem comandante, mas nada que seja desesperador, já que a FGF nos brinda com quase 4549054 meses sem futebol.

Quanto ao elenco profissional, Fernando (Juventude), Micael (Caxias), Jandson (Brasiliense) e Gabriel (Rio Branco-AC) foram emprestados para as disputas das Séries C e D, mantendo vínculo com o clube. Rudiero, Bruninho e Celsinho devem seguir o mesmo caminho, mas ainda não acertaram com nenhum outro clube. Nenhuma contratação foi feita ainda para o segundo semestre.

Sem tempo, sem futebol e sem dinheiro,

Guilherme Daroit

Publicado em Lajeadense. ligação permanente.

Um comentário em Lajeadense de volta à Taça BH de Juniores

  1. Pingback: Por um futuro melhor | Toda Cancha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *