Aleluia! Vai rolar o caroço na D!

Zulu, o matador esmeraldino, já deixou sua marca lá em 2011

E acabou a MAMATA pra turma do Jaconi! Depois de quase 45 dias de preparação e uma JAMANTA cheia de novos jogadores, vindos em sua maioria do interior paulista, o time do técnico Luiz Carlos Martins finalmente vai poder mostrar a que veio. Tudo que a papada espera é que, na hora do VAMUVÊ, tudo aconteça de forma bastante diferente do que se viu nos poucos amistosos preparatórios, nada animadores para as testemunhas que se fizeram presentes a eles.

O time que vai a Blumenau/SC encarar o Metropolitano nesta tarde, às 16 horas, até prova em contrário, não deve ser diferente deste: Follmann; Raulen, Márcio Garcia, Marco Tiago e Júlio César; Rafael Pereira, Alberto, Nem e Cícero; Jonatas Belusso e Zulu (querendo voltar a ser REI). Já o Metrô, do técnico Cesar Paulista, deve ir a campo com Flávio; Nequinha, Thiago Couto, Ribamar e Rodrigo Ninja; Alex Albert, Nilson Sergipano, André Ricardo e Felipe Pinto; Rafael Costa e Pantico.

As duas equipes já se enfrentaram na fase de grupos da série D em 2011, quando, em ambos os encontros, o Juventude venceu os catarinenses por 4 a 2. Com os dois times bastante mudados em relação ao campeonato passado, a ESPERANÇA ESMERALDINA (verde, esperança… capiche?) é um começo com o pé direito pra já sair embalado nesse tiro curto. Afinal, ela é SEMPRE a última que morre.

Xavante entrará em campo no domingo. Foto: Carlos Insaurriaga.

O Xavante, depois de lutar nos tribunais, irá lutar nos gramados. Jogando a série D, o Brasil de Pelotas recebe o Arapongas/PR, hoje, às 16 horas, no estádio Bento Freitas. Apesar de estar pensando no Campeonato Gaúcho Série A2, competição na qual ainda tem chances matemáticas de classificação, o rubro-negro entra em campo com toda a força disponível contra o time paranaense. A esperança da torcida Xavante é a de que o clube consiga ascender à série C e passe por cima de qualquer decisão judicial – ou de qualquer interesse.

O elenco principal está pronto para a BRIGA, menos o volante Wender. Razão: CBF encaminhou documento no qual diz que o jogador não tem nenhuma punição a ser cumprida. PORÉM, o gerente de futebol do Xavante, Lúcio Collet, fez um grande levantamento do plantel e encontrou uma expulsão do volante no último jogo da série C de 2009. Depois disso, ele não disputou nenhuma competição nacional. Portanto, Wender não entrará em campo em razão dos últimos eventos que rebaixaram o Brasil. Mais uma vez é vista a EFICIÊNCIA do sistema. Por fim, QUE A PELEIA COMECE. O Xavante não foge da briga!

Já o Cerâmica é o gaudério que pegou mais estrada para a estreia. Tem pela frente o Mogi Mirim, atual campeão do interior paulista, e provavelmente o adversário mais duro que os gaúchos pegam nessa primeira rodada.  O CAC, sem nenhum desfalque para a partida, vai de Villa; Bindé, Djair e Marcão; Pedro, Nunes, Rafael Carvalho, Maurinho e Rogerinho; Dinei e Cidinho.  A bola rola a partir das 17 horas.

Das catacumbas do futebol brasileiro seriado,

Franco Garibaldi e Pedro Henrique Costa Krüger

Publicado em Brasil de Pelotas, Cerâmica, Juventude, Série D com as tags , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *