Série D – Juventude 1 x 0 Brasil-Pel (Estádio Alfredo Jaconi)

Pela segunda rodada do campeonato brasileiro série D, o Brasil foi à serra gaúcha enfrentar o Juventude, no estádio Alfredo Jaconi. Pelo radinho, ouvi que o Xavante apresentou um bom futebol, chegando a jogar melhor do que o time da casa, mas pecou nas finalizações.

O rádio era a única alternativa, mas não gosto de acompanhar os jogos do Xavante dessa forma. Os narradores passam uma emoção em lances que nem merecem tanto, levando o coração do jovem rapaz ao LIMITE. Porém, hoje parecia que o Brasil iria sair com um bom resultado de Caxias. Parecia.

O Xavante estava com a defesa bem postada. Para melhorar, conseguia chegar ao ataque. Entretanto, não marcou em nenhuma oportunidade. Pior para nós. Por volta dos 35 minutos do primeiro tempo, André Ribeiro faz pênalti no jogador do Juventude. Jonatas cobrou a penalidade e marcou. 1 a 0 Juventude. Segundo algumas rádios e torcedores Xavantes que estavam no estádio, não foi pênalti. Entretanto, não darei a minha opinião, pois não vi o lance.

O Brasil não desanimou e continuou com o seu jogo. Na segunda etapa, o time de Rogério Zimmermann parecia que conseguiria o empate, mas não. Marcos Denner perdeu chances incríveis. Repito: pior para nós. Dificultando as coisas, André Ribeiro, por volta dos 15 minutos, levou o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Com um homem a menos, o Brasil viu o time da casa crescer. O Juventude quase marcou com Alan, mas Luiz Muller fez grande defesa. Mais tarde, Rafael Pereira finalizou, o goleiro rubro-negro espalmou e a bola chegou a tocar o travessão. E no apagar das luzes, o Xavante quase marca com Têti. No final deu Juventude. 1 a 0.

O Brasil caiu para a última posição do grupo A8 e tem um ponto ganho. O próximo compromisso acontece no domingo (8), no estádio Bento Freitas, diante do Metropolitano/SC. A partida ocorre às 16h.

Nota de pesar

Lamento ter que escrever isto, mas Marcos Tora, 28, jogador que passou pelo Brasil entre 2004 e 2005, conquistando o acesso à primeira divisão e o citadino de Pelotas, morreu na noite de sábado. Tora foi mais uma vítima do trânsito. O acidente ocorreu no município de Cianorte, no Norte do Paraná. Pelo rubro-negro, Marcos Tora jogou 111 partidas e marcou 21 gols.

Vá em paz, Marcos Tora. E obrigado!

A foto é do Carlos Insaurriaga.

“Um Xavante”,

Pedro Henrique Costa Krüger

Publicado em Brasil de Pelotas, Juventude, Série D. ligação permanente.

6 Respostas a Série D – Juventude 1 x 0 Brasil-Pel (Estádio Alfredo Jaconi)

  1. Franco Garibaldi diz:

    Mais tenso que acompanhar um jogo pela rádio é depender da inexistente rede 3G para acompanhar futebol pela web (e ainda me falam em 4G, não pode ser sério…).

    O SENTIMENTO que tive ao ler e ouvir relatos de quem estava no jogo é que foi uma partida dura de se ver. Pro Ju, valeu a vitória, que era a única coisa que interessava, embora ninguém tenha ficado satisfeito com a atuação, que segue preocupando apesar das mudanças na escalação de acordo com o que torcida e imprensa esperavam.

    Segue O DRAMA DOS GAÚCHOS QUE TÊM TUDO A PERDER SE NÃO SUBIREM :/

  2. Junior II diz:

    Lamentável o acidente que causou a morte do jovem Marcos Tora, ele estava atuando pelo Cianorte, ficam a esposa e filhos, que tenham força para superar este acontecimento.

  3. #1 Fato, Garibaldi. Tenho medo do futuro que se aproxima. Estou à espera de um milagre.

    #2 Com certeza, Junior II.

  4. Natan diz:

    O Ezquerra ainda tá no Xavante?

  5. #4

    Ainda está, Natan. Ele sofreu uma lesão na A2 – há um bom tempo já – e já deve estar em condições de jogo. Porém, não sei se o Zimmermann irá colocá-lo em campo.

    Abs.

  6. Natan diz:

    #5

    Ah certo, obrigado pela informação Pedro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *