Série A2 – Esportivo 1 x 2 União Frederiquense (Montanha dos Vinhedos)

Embolou. O Esportivo jogava para encaminhar definitivamente a sua classificação. O União, por sua vez, vinha para chegar ao mesmo número de pontos dos donos-de-casa na tabela. O jogo de sábado em Bento Gonçalves foi marcado por três ingredientes decisivos: o juiz, a luz e o frio.

 A expectativa em Bento era das melhores. A campanha invejável do Esportivo, que estava em uma série de 83 dias invicto, estufava o peito dos torcedores e enchia de esperança para uma classificação antecipada. Eram esperados cerca de 10 mil alvi-azuis no Parque Esportivo Montanha dos Vinhedos. Mas o frio, que provocou sensação térmica menor do que 0ºC, AFUGENTOU o público que não passou de 2,5 mil pessoas.

O jogo começou com domínio do Esportivo. Apesar das duas equipes cautelosas dentro de campo, quem tomou as iniciativas de ataque foi o time da casa. Foi em uma bola parada que foi aberto o placar. Rafael Bittencourt cobrou falta pela direita de ataque e Victor completou de cabeça. 1 a 0 Esportivo aos 37 minutos de jogo.

O jogo foi para o intervalo e na volta, parecia que o Esportivo continuaria com o domínio de jogo. Começou assim, mas, aos 4 minutos, um APAGÃO no estádio tratou de mudar a cara da partida. A bola ficou parada por 16 minutos e, quando voltou a rolar, percebeu-se que a parada foi benéfica para os visitantes. A falta de luz também atingiu os jogadores do time da casa, que pareciam apagados após o recomeço do jogo.

Um minuto após a parada, o meia ADÍLSON do União cobrou uma falta que o goleiro reserva do Esportivo, ADILSON, rebateu para o meio da área. Gabriel chegou para completar e empatar o jogo.

A virada frederiquense veio aos 33 minutos. Após troca de agarrões entre o zagueiro Juliano Ortolan e o atacante Douglas dentro da área, o árbitro Francisco Neto optou por marcar pênalti a favor dos visitantes. O lance gerou grande reclamação dos jogadores do Esportivo e culminou com a expulsão do zagueiro Victor, que tinha sido substituído, e o gol na cobrança de Piccinini. Virada do União.

Nos acréscimos, ainda deu tempo para o juiz assinalar mais um pênalti a favor do União e expulsar o zagueiro Juliano. Desta vez, Adílson defendeu a cobrança de Piccinini. O jogo terminou com a vitória de virada do União Frederiquense que igualou a pontuação do Esportivo. O técnico alvi-azul, Luis Carlos Winck, classificou a atuação do árbitro Francisco Neto como desastrosa.

Com 7 pontos, o Esportivo segue dependendo apenas de suas próprias forças para garantir o acesso à Série A. Se vencer os jogos contra o Guarany e Passo Fundo, volta a 1ª Divisão em 2013.

FICHA

Esportivo: Fabiano (Adilson), Anderson Feijão, Ediglê, Dirley, Raone, Fábio Oliveira, Leandro Melo (Maranhão), Rafael Bittencourt; Cassiano, Victor (Juliano), Zeferino. Técnico Luis Carlos Winck.

União Frederiquense: Gilberto, Thiago Matos, André Gaúcho, Vinícius e Ganzer; Marquinhos, Willian Paulista, Adílson (Douglas Rinaldi) e Ytalo (Piccinini); Gilian (Gabriel) e Douglas. Técnico: Rodrigo Bandeira.

Cartões amarelos: Leandro Melo, Dirley, Cassiano (E), Ytalo, André Gaúcho, Ganzer (U)
Cartão vermelho: Juliano e Victor (E)
Gols: Victor (E), Adilson e Piccinini (U)

A foto é da página do Clube Esportivo de Bento Gonçalves.

Do cancheiro Alvi-azul,

André Vitor Pasquali

Publicado em Divisão de Acesso 2012, Esportivo, União Frederiquense. ligação permanente.

3 Respostas a Série A2 – Esportivo 1 x 2 União Frederiquense (Montanha dos Vinhedos)

  1. Franco Garibaldi diz:

    Só fui ver o resultado do jogo passada da meia noite de sábado pra domingo. Altamente frustrante, embora as chances de acesso sigam muito vivas. Como disse o Zilli em resposta ao meu tweet na madrugada, essa derrota foi muito Esportivo…

  2. Zezinho diz:

    Ediglê, RAONE e Luis Carlos Winck. Só lendas.

    Esse time do União é algo a ser estudado. Nasceu de uma fusão de dois times amadores e está com um GARRÃO na Primeira Divisão em seu segundo ano profissional. E as categorias de base também mandam bem

  3. #2

    Sim, segundo ano consecutivo que chega CHEGANDO na segundona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *