Sotilli, o “Alemão Matador”

Cumpriu-se a profecia escrita nos postes de Pelotas: 'Sotill breve voltará'

Quando torcemos por um time sempre temos vários sonhos. Um deles é que exista um jogador que nos fascine, nos faça sonhar que por alguns breves momentos estejamos em campo, marcando gols. Quando criança eu queria jogar futebol; na verdade quase todo menino tem este sonho. É claro que nem todos podem tornar isso realidade, para isso existem os ídolos, eles representam dentro do campo de jogo os fanáticos, os que amam seus clubes.

Em dias de carência de símbolos, falta de carisma, pensamento puramente financeiro, despreparo de caráter, é muito fácil vermos jogadores beijando distintivos à cada mudança. Somos iludidos repetidamente com estas artimanhas e seguimos acreditando em nossas ilusões como se fossêmos ainda aquelas crianças sonhadoras.

Mas o que tem a ver isso com Sandro Sotilli? Muito!, digo eu. Lembro bem da chegada dele em 2008 ao Pelotas, já bastante rodado, mas sedento por gols trouxe esperança a uma torcida carente de heróis há bastante tempo. Não prometeu milagres, porém se tornou um símbolo, uma ameaça às defesas adversárias. Lembro dele dentro do vestiário, recém-contratado, mas com uma “gana” de piá. Talvez isso seja a diferença entre o jogador e o ídolo.

Aos poucos foi empilhando seus gols, 53 no total pelo Lobo, com um senso de colocação e uma finalização diferenciadas para nosso futebol, tornando–se o maior artilheiro da história recente do Lobão junto com Tiago Duarte, uma dupla de ataque que fazia qualquer aúreo-cerúleo se empolgar.

Elegância também fora das quatro linhas

Como não lembrar do título da Lupi Martins em 2008 permitindo-nos uma conquista estadual em nosso centenário? Do retorno à Primeira Divisão em 2009? É, sim, Sotilli merecedor dos trapos da Barra, das músicas cantadas com os versos o enaltecendo; talvez nele devessem se espelhar alguns mais jovens.

Diz ele estar sedento por um Bra-Pel, é só o que nos falta, Sotigol, vibrar contigo em uma vitória sobre o nosso rival, te ver correndo pra torcida que te venera, marcar um gol e de braços abertos olhar a massa azul e amarela, subindo na tela, batendo no peito e beijando o escudo do Pelotas.

Tu, sim, podes fazer isso.

Um abraço,
Leandro Maia Ramalho

Publicado em Pelotas com as tags , , . ligação permanente.

3 Respostas a Sotilli, o “Alemão Matador”

  1. tata diz:

    dá-le xavante!!!

  2. Triko diz:

    Não sou muito de ler notícias envolvendo rival, mas, não pude deixar de ler essa…Parabéns pro Sotilli que jogue até aos 50 e tanto..No clássico sem ser clubista, vai dá Xavante..

    Falou ^^

  3. Junior II diz:

    O Nconco será um bom substituto para o Tiago Duarte, e a dupla Sotilli e Nconco vai deixar sua marca no próximo bra-PEL !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *