S.E.R. Caxias 0x1 Duque de Caxias – Estádio Centenário – Série C

Cobrança. Foto: Porthus Junior/ Pioneiro

Cobrança. Foto: Porthus Junior/Pioneiro.

A despedida do primeiro turno da Série C foi melancólica, na tarde deste sábado, no Estádio Centenário. Com a pior atuação no ano, o Caxias engoliu sua TERCEIRA DERROTA SEGUIDA e viu a confortável posição no G4 ficar no passado.

Frio de 6 graus e chuva incessante serviram de moldura para a geladíssima atuação do time grená em casa. O torcedor, molhado, gelado e desconfiado repetia o mantra antes da partida começar: é jogo de três pontos. As duas derrotas fora de casa não se refletiram em um melhor futebol. Pelo contrário.

Do primeiro tempo, podemos dizer que vimos muito pouco, de ambos os lados. Uma chegada do Duque aos 10 minutos, resposta grená apenas aos 22 minutos (esse é o time que precisa vencer?) e o fatídico gol visitante aos 29, de Bruno veiga, aparando rebote após uma bela defesa de Paulo Sérgio. O Caxias, que já não produzia NADA no meio campo, desapareceu do jogo, levantando questionamentos sobre a duvidosa RETRANCA de Mauro Ovelha, que não evita gol e não cria oportunidades no ataque. Fim de primeiro tempo, vaias.

Na volta das equipes, duas novidades: Badé e Diniz, no lugar de Michel e Éverton Garroni. As mudanças não fizeram o milagre de trazer vontade e determinação à equipe e tampouco uma configuração melhor no esquema tático do OVELHÃO. O jogo seguiu gelado e sem chances reais de gol, pro time que necessitava ganhar. Após a terceira substituição (Marcos Paulo por Rafael Santiago), Adriano, que não produziu nada, rompeu o tendão do tornozelo esquerdo e deixou o Caxias com 10 em campo. Apesar de um ESBOÇO de correria, nenhuma melhora considerável aconteceu e o placar seguiu até o apito final. Terceira derrota seguida, parabéns aos envolvidos.

Chega de retranca, Ovelha! Foto: Porthus Junior/ Pioneiro

Chega de retranca, Ovelha! Foto: Porthus Junior/Pioneiro.

O que está acontecendo com o Caxias? Por mais equilibrada que possa ser a Série C, como um time despenca das primeiras posições para a 6ª, num piscar de olhos? O time desaprendeu a chutar a bola? Onde foi parar tudo que se treina durante a semana? Por quê folga na segunda feira, se o jogo foi no sábado e o domingo já foi de folga pro elenco? Por quê a insistência na RETRANCA em um jogo em casa, com obrigação de ganhar? Onde foi parar a alma desse time? Torcedor grená, se alguém tiver a resposta para estas dúvidas, por favor, compartilhe-as. Sei que o presidente Voges é um cara inteligente e acredito no trabalho dele, então faço o apelo: dá uma chacoalhada no vestiário, chuta umas bundas e cobra vontade desse pessoal. Tenho medo de ficar de fora dos mata-matas dessa primeira (e tão sonhada) Série C estruturada da história. Chute bundas enquanto é tempo, antes que seja tarde.
Na primeira rodada do segundo turno, o Caxias vai ao Rio enfrentar o Macaé, sábado, às 16h. Vale lembrar que tomamos 4 deles no jogo de ida. Podemos esperar que o Caxias dê o troco? Gostaria de acreditar que sim.

Caxias 0 x 1 Duque de Caxias

Caxias: Paulo Sérgio, Diogo Roque, Jean, Lino, Michel (Badé), Umberto; Everton Garroni (Diniz), Rafael Santiago (Marcos Paulo), Mateus, Diego Torres, Adriano.
Técnico: Mauro Ovelha

Duque de Caxias: Fernando, Valdir, Paulão, Sérgio Raphael, Marco Goiano, Renan, Juninho, André Gomes, Thiago Souza, Bruno Veiga, Chales Chad.
Técnico: Vinícius Eutrópio

Estádio Centenário, Caxias do Sul.

Apitado por Marcos Mateus Pereira, auxiliado por Leandro dos Santos Ruberdo
e Eduardo Gonçalves da Cruz, todos do Mato Grosso do Sul.

Abraço,
Tiago Zilli

Publicado em Caxias, Série C com as tags , , , , . ligação permanente.

9 Respostas a S.E.R. Caxias 0x1 Duque de Caxias – Estádio Centenário – Série C

  1. Esse time do Ovelha é uma montanha-russa. Parece que se não sair a jogada ‘Diniz cobra falta/escanteio na área-Lino cabeceia’ não sai gol.

    Ele encaixou esses três zagueiros contra a Chapecoense e não mudou desde então. Se o adversário marcar bem Garroni e Diniz o que sobra pro time de criação?

  2. Zilli diz:

    Esse esquema é complicado. Dentro de casa tem que correr riscos, ir pra cima. A impressão que deu é que a maneira que o time joga tira o tesão, a vontade dos atletas (não que isso seja desculpa). Chute na porta do vestiário se faz necessário.

  3. Felipe diz:

    Jogo ridículo no sábado, mas pelo menos voltaram os posts do Caxias no blog. Parabéns ao Tiago.

    Quanto ao jogo, estava na cara que daria nisso. O Caxias não jogou bem nenhum jogo nesta série C. Jogar com 3 zagueiros requer que ao menos 2 desses tenham uma saída de bola razoável, o que dizer quando NENHUM deles possui essa característica?! E ainda por cima o “treinador” pega o melhor jogador da equipe, que poderia fazer a ligação com o ataque, e com chutes de fora da área jogando de ala esquerdo. Coloca o Badé por lá, e se não quiser que seja o Alisson, um sub-20, sub-15 ou o maqueiro do centenário, mas NÃO O MATEUS p&*%¨&¨!!!!!

    Eu tiraria o Umberto (rapadura delivery) colocando o Diogo Roque ou o Alisson junto com o Garroni, o Mateus como 3º do meio campo, e aí Diniz ou Diego Torres, com 2 atacantes (joga os coletes pra cima e reza bastante).

  4. Cássio diz:

    Também acho que tem que fazer alguma coisa, só não sei se a solução é trocar o treinador (mais um vez).

    Me chama atenção aqui nessa cidade (tanto no Caxias quanto no Juventude) a metodologia de trocar de treinador a cada resultado ruim. E, se for ver a situação dos times, não parece estar funcionando no médio/longo prazo. Não parece haver um PROJETO de futebol e títulos/acessos (apesar da conversa ‘administração profissional’ do grupo Voges). Nenhum profissional tem sequência e tempo pra trabalhar.

    Sábado ouvi gente no Centenário pedindo o Paulo Porto de volta. Não era o caso de terem dado sequência pra ele? Também ouvi uma conversa de que o Argel tá engatilhado, mas isso aí já acho que é fantasia.

    Enfim. Que jogo irritante, ainda mais naquele clima típico de Caxias do Sul, que estava há semanas sem dar as caras.

  5. Zilli diz:

    Concordo em 1000% que o Mateus tá desperdiçando o pouco de qualidade desse grupo na ala esquerda. Renderia muito mais criando pro ataque. Já spbre o Umberto, gosto dele, acho que tem que permanecer no time, mas sabado me pareceu um pouco distante, ele costuma brigar mais em campo.
    Ainda tem estrada nessa série C, nada esta definido. Nem na parte de cima, nem na parte de baixo, infelizmente.

  6. Zilli diz:

    Cassio, acredito que o Ovelha segue até o final. O que defendo é uma cobrança forte no vestiário, sabado o time foi apatico – não criou chances e parecia não preocupado com isso.
    E sobre o clima, nem comento mais. É foda, 20 dias de calor e sol, Caxias joga, a chuva e o frio aparecem. Ironicamente, o ultimo dia de chuva foi no jogo anterior do Caxias no Centenário.

  7. Daroit diz:

    o Paraná ainda tá no Caxias? Se sim, por que não joga?

  8. Heroíco, Valente, Fiel, isso é Duque de Caxias. Homenageando nosso mártire Brigadeiro Luis Alves de Lima e Silva, vulgo Duque de Caxias. Vitória épica de um povo tão sofrido como esse povo que vive em Nossa Baixada Fluminense. Vitória dos excluídos contra os burgueses da Zona Sul que nos excluem do resto do país. Vitória digna desse Duque, do Caxias. Prazer, meu nome é Caxias, Duque de Caxias!

  9. Cássio diz:

    #7: Sim, ainda tá.
    Não joga por opção do Ovelha, acredito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *