Ninguém para o Cacique Capilé!

Na data mais CONTUNDENTE, para esta que é a PAMPA POBRE que herdamos de nossos pais, o Aimoré venceu mais uma batalha nessa ÍMPIA e INJUSTA guerra, que é a SEGUNDA DIVISÃO do PIRATINIZÃO 2012. Na amena e límpida tarde do 20 de setembro, cerca de mil BÍPEDES foram até o Cristo Rei para acompanhar a peleja entre EL AZUL CAPILÉ e o RIVER PLATE DA SERRA.

O Aimoré não conseguiu desenvolver seu jogo de toques rápidos e infiltrações diagonais fluir como fizera nas FECHAS anteriores, porque o Garibaldi conseguiu se fechar bem e congestionar o meio-campo, principal trunfo aimoresista no ano. Lucas Silva e Tiago Matos, em jogadas individuais, deram arremates sem tanto perigo. Na outra banda, DÊNIO e GAVIÃO lideravam as investidas alvirrubras que exigiram intervenções precisas do seguro Willian, que assumiu a meta no lugar do suspenso Pitol.

Gelson Conte gritava para que seus atletas avançassem e na base da insistência, após cruzamento na área, LS9 cabeceou e BAIANO operou um MILAGRE, em bola que ainda bateria no travessão. O goleiro garibaldense estava pegando tudo e mais um pouco. Segurou arremates de longa distância de Marcio Reis e Gabriel e ainda fez uma ótima defesa em chute de Felipe. Porém não teve jeito, como de hábito, LS9 deixou sua MARCA. Após jogada pela direita, o TANQUE capilé pegou bola no ar e mandou lá onde a CORUJA dorme abrindo o placar para o Índio. Fim de primeiro tempo.

Após a degustação de um PERRO QUENTE no intervalo, fomos (refiro-me aqui ao homem de MIL fotos Luiz Eugênio Gressler e aos CHARLATÕES Daroit e Balejos) ao BARRANCO para ampliar nossos horizontes no segundo tempo.

Bem no começo do segundo período, o Garibaldi mostrou que estava FAMINTO por um resultado melhor. Dênio cobrou falta e com a colaboração da barreira, que abriu alas para a passagem da REDONDA que foi no canto sem chance para o guarda-redes alviazul, empatou a partida.

O Aimoré assimilou rápido o golpe e veio pra cima, Gabriel e Felipe trataram de ESPICHAR o campo, tramando jogadas rápidas pelos flancos. E após uma tabela no lado esquerdo, a defesa garibaldense parou o ímpeto aimoresista com falta na entrada da área. Na cobrança, Gabriel, com muita categoria, botou a bola no ângulo. INAPELÁVEL para Baiano. Festa na Taba Índia!

A pressão seguiu intensa e em mais uma trama bem desenhada, LS9 deu o golpe DERRADEIRO ao encobrir o goleiro serrano e fazer 3 a 1 para o Aimoré. Marcio Reis e Lukinhas quase fizeram o quarto, mas estava de ótimo tamanho. Placar final: Aimoré 3 x 1 Garibaldi.

O Aimoré agora precisa de mais dois pontos, nos três jogos restantes, para garantir sua classificação como primeiro da chave A. O Garibaldi para se assegurar na próxima fase ainda precisa somar cinco pontos, número que pode diminuir com resultados paralelos.

No domingo, o Aimoré recebe o SC Gaúcho em São Leopoldo às 15 horas. No mesmo horário, a Associação Garibaldi recepciona no Alcides Santa Rosa a equipe de Nova Prata.

Resumo da partida

Clube Esportivo Aimoré 3 x 1 Associação Garibaldi de Esportes

Estádio Monumental do Cristo Rei, São Leopoldo/RS

Aimoré: William, Guilherme, Jesum, Luiz Henrique e Alex; Marquinhos, Marcio Reis e Gabriel; Tiago Matos (Odair), Felipe (Bruno Sá) e Lucas Silva (Lukinhas). Técnico: Gelson Conte.

Garibaldi: Baiano, Marcinho, Emanuel, Leandro (Michel) e Glickson; Bolão, Alisson, Diógenes(Jonatha) e Dênio; Gavião e Stefano. Técnico: Julio César.

Arbitragem: Douglas Schwengber da Silva, auxiliado por Charles Lorenzetti e Fabrício Lima Baseggio.

As fotos são do Paulo Bizzarro/vivasaoleo.com.br

Mais imagens da partida, aqui.

Sete jogos para o Acesso!

Natan Dalprá Rodrigues

Publicado em Aimoré, Associação Garibaldi, Segunda Divisão 2012, Terceirona com as tags , , , , , , , , , , . ligação permanente.

3 Respostas a Ninguém para o Cacique Capilé!

  1. daroit diz:

    pior pastel da história, mas grande estádio o Cristo Rei. voltarei mais vezes.

  2. Balejos diz:

    Do barranco abre-se um mundo inteiro sob os olhos do observador.
    O Monumental do Cristo Rei entupido de almas é necessário e urgente.
    Um baita clima.

  3. Leandro Maia Ramalho diz:

    grande Cristo Rei! fui num jogo do Pelotas em 2007 nele, na ‘epoca do Jorge Pre’a eheheeh
    ficamos nas arquibancadas opostas as sociais, lindo est’adio, mas estava atirado `as tra’cas, espero que o Aymor’e volte logo pra seu lugar merecido. abra’co

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *