O Xavante segue invicto

No último sábado, 6, o Brasil de Pelotas saiu da Baixada, em Pelotas, para enfrentar o Internacional de Santa Maria em outra Baixada, esta Melancólica, na cidade universitária Santa Maria. O índio Xavante precisava vencer para garantir a liderança do grupo B e a Taça da Fronteira. E conseguiu.

A partida começou com quinze minutos de atraso. A razão eu não sei, mas o Inter de Santa Maria demorou a entrar em campo, mas quando decidiram surgir no gramado não tiveram tempo de cumprimentar o visitante. Tornando-se bastante indesejado, o forasteiro índio Xavante entrou sem limpar os pés nem pedir licença.

Decidido a levar a TAÇA DO MUNDO É NOSSA (ns), pressionou desde o início da peleja. Logo aos dez minutos, Alex Amado cruzou para área, mas ninguém conseguiu chegar nela. Na sequência do lance, o “desmancha alcateia” Marcos Paraná rolou com capricho para o veterano Marcos Denner que, sem pensar duas vezes, colocou ao fundo do gol. 1 a 0, Brasil.

O Brasil não diminuía o ritmo. Com jogadas rápidas e muito levantamento na área colorada, o rubro-negro não cessava fogo e demonstrava vontade de LIQUIDAR A FATURA logo na primeira etapa. A dedicação deu certo. Passados trinta e cinco minutos de partida, Alex Amado invadiu com velocidade a área e foi derrubado pelo goleiro colorado. Pênalti. Marcos Denner foi para a cobrança e chutou sem chances para o guarda-redes. 2 a 0, Brasil.

O primeiro tempo foi totalmente rubro-negro. A única boa chance do time da casa saiu por volta dos quarenta minutos, após chute de TOUCHÊ.

Na segunda etapa, o Inter de Santa Maria voltou melhor e deu início às investidas para tentar empatar o duelo. O colorado chegou bem com Alex Pires e Gabriel Duarte. O Xavante ameaçava com a velocidade de Alex Amado nos contra-ataques. Os donos da casa seguiam pressionando e por muito pouco não descontaram. Gabriel Duarte tentou marcar ao chutar cruzado, mas Luiz Muller defendeu com os pés, garantindo os dois tentos a zero.

Com a importante vitória, o Brasil terminou de forma invicta a primeira fase, liderando o grupo B e conquistando a Taça da Fronteira. O Xavante enfrentará o Cruzeiro-POA nas oitavas da Copa Hélio Dourado. A primeira batalha acontece na capital gaúcha, neste fim de semana.

Avante, Xavante!

A foto é de Carlos Insaurriaga.

“Direto de Satolep”,

Pedro Henrique Costa Krüger

Publicado em Brasil de Pelotas, Copa FGF 2012, Copa RS 2012, Inter SM com as tags , , , , , , . ligação permanente.

2 Respostas a O Xavante segue invicto

  1. Murilo diz:

    Quem dera um BraPEL no mata mata. Mostrar para o estado como se lota 2 estádios em um clássico, a paixão em campo numa “copinha” e duas torcidas que certamente parariam a cidade.
    Brapel , por favor, pelo bem do futebol gaúcho…

  2. pedrohckruger diz:

    #1

    Seria ótimo, Murilo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *