Um jogo à la Stevie Wonder

emerson machado ges

Mais um jogo do Costelão, e como a grande maioria dos jogos fora de casa, estamos nós na dependência da radio local para saber o que raios se passa por lá (Afinal PPV pra time do Interior só jogando em CAXIAS ou rezar pra ser abençoado pela grade da TVCOM). Sobre a cobertura não posso fazer queixas, a Rádio Planalto faz um bom trabalho nos jogos do tricolor do planalto médio, sempre com pelo menos dois xirús pra visualizar a partida.

Mas vamos aos fatos, pelo menos o que me passam como fatos, visto que resolvi escrever o texto enquanto escuto o jogo pelo rádio (antes disso lembrar de disparar o cronometro do celular pra não me perder no tempo de jogo).

O trio de arbitragem está de meias VERDE LIMÃO, verdade ou exagero só saberei amanha SE passarem algo além dos gols na televisão, reza a lenda que está quente em Canoas, em Passo Fundo está beirando os 35 graus, o que me faz pensar na inteligência de se fazer um jogo desses a essa hora. COMEÇOU.

6 minutos: Diego Miranda arrisca de longe, mas sem perigo pro goleiro. E se foi sem perigo no RÁDIO é porque deve ter indo longe mesmo.

15 minutos: Nada de útil no jogo, mas eu acabo de me ligar que tem VOZ DO BRASIL as 19 horas.

18 minutos: Descubro que o site da rádio transmitirá o jogo.

30 minutos: UHHHHH, Éderson chuta e a bola passa raspando a trave, quase gol do Canoas.

40 e alguma coisa (acabou a bateria do celular): Pênalti não marcado pro Canoas, Tiago entrou sozinho e Bruno Grassi foi nas suas pernas. E pro pessoal da rádio dizer que talvez tenha sido pênalti, é porque foi MUITO PÊNALTI.

Terminou o primeiro tempo as 19 horas em ponto, já escuto o GUARANI e descubro que em Brasília também são 19 horas.

Mexe o Passo Fundo, sai Diego Miranda entra Leo Mineiro. Celular resolveu travar e eu não tenho nem o cronôometro mais, pra coroar acho que perderei os últimos 15 minutos do jogo,

Segundo tempo extremamente chato, alegria do pessoal da rádio que pode expor todas as propagandas possíveis e imagináveis sem interrompições: Boate, Loja de peças pra carro, Óticas, lojas de vidro, restaurante, FRIGORÍFICO e outros que eu não escutei.

24 minutos: GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL!

Num momento de desatenção deste que vos escreve, o PASSO FUNDO CHEGA LÁ com Guto, o ROY MAKAAY do Planalto médio, esperemos o comentarista nos explicar como foi o gol, fecham-se os olhos e se imagina como ocorreu (talvez essa a maior magia do rádio, tenho certeza que quando ver o gol eu terei errado a força, de onde ele chutou e se bobear até o canto que bateu). Nego Claiton olho na coca; olho no pastel lançou João Paulo que achou Guto e bola na rede.

Tive que sair escutando o resto do jogo no carro, onde eu descubro que Bruno Grassi fez milagres de tudo quanto foi jeito sendo, inclusive, eleito o CRAQUE DA PARTIDA.

Que venha o São José, porque o TRICOLOR DO PLANALTO MÉDIO está INVICTO no COSTELÃO e não teme ninguém (deus nos abençoe com um empate contra o Zequinha).

Canoas S.C. 0 x 1 E.C. Passo Fundo

Canoas: Anderson; Fabinho, Tairone, Gustavo Castro e Julinho (Hugo); Nathan, Ricardo (Max), Adilson e Maicon Sapucaia; Éderson (Hiago) e Tiago Santos. Técnico: Rodrigo Bandeira

Passo Fundo: Bruno Grassi; Jeferson, Mário, Glauber e Xaro; Jânderson, Gil, Claiton (Marcus) e Diego Miranda (Léo Mineiro); João Paulo e Guto (Henrique). Técnico: Ricardo Atollini

Gol: Guto (24min 2º)

Arbitragem: Jonathan Benkestein Pinheiro com Edemar Lacerda Palmeira e Alduíno Mocelin

Cartões: Amarelos para Tairone e Adilson (C); João Paulo (PF)

Local: Centro Esportivo da Ulbra – Canoas

Direto da terra do Teixeirinha,

Fred Salomão

(Dados e foto do Jornal O Nacional)

Publicado em Canoas, Gauchão 2013, Passo Fundo com as tags , , , , , , , . ligação permanente.

Um comentário em Um jogo à la Stevie Wonder

  1. Pingback: Só faltou o quentão | Toda Cancha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *