Os primeiros quatro passos do ano!

543806_492729924096946_38560857_n

Passado o Natal, o ano novo, o carnaval e todos os outros feriados que param o país neste início de ano, o Aimoré, na tarde do último sábado, foi ao estádio Arthur Mesquita Dias, em Sapucaia do Sul, enfrentar o Avenida, seu adversário na disputa pelo acesso à elite do BOCHINCHO 2014. A atração da tarde era o centro-avante Rodrigão, com certeza, a grande contratação do índio capilé para 2013. Mas para o deleite da torcida, a esquadra alvi-azul reservava outras gratas surpresas.

A PELEJA iniciou equilibrada com chances de gol logo no início da partida. O Cacique da Taba criou perigo logo no primeiro minuto de jogo em boa cobrança de falta de Éder, já o Avenida respondeu aos 5 minutos, em uma falta perto da linha de fundo. Cabe ressaltar que no transcorrer da primeira etapa, o jogo foi equilibrado. O time de Santa Cruz do Sul, que até o ano passado estava na Série A, fez frente ao cacique do vale mostrando ser um adversário que poderá incomodar.

manchete062607

O jogo aparentava ser A VERA com muitas faltas e ânimos bem ACIRRADOS, mas que foram se acalmando durante o jogo. Aos 25 minutos, Maicon Santana, uma das boas novidades dos comandados de Gelson Conte, deu as caras; em troca de passes pelo lado esquerdo de ataque, Maicon tocou para Éder que abriu o placar para o Aimoré em chute cruzado.

O Periquito da terra da OKTOBERFEST não se abalou e seguiu a carreira parelho com o Índio. Em falta cobrada da intermediária, Alexandre, um baixinho canhoto e rápido responsável por criar as jogadas para os conterrâneos de Ana Hickmann, colocou a REDONDA no travessão, tirando a coruja da sua casa.

O time leopoldense pareceu estar muito ANSIOSO para mostrar serviço no primeiro tempo e acabou jogando, por vezes, de forma ATABALHOADA resultando em passes errados do meio para frente e muitas faltas.

O amistoso foi para o intervalo e como se previa, o treinador capilé colocou em campo aquele que todos esperavam ver em campo: Rodrigão. A escaramuça recomeça e o Avenida se insinuou ao ataque, tendo duas chances de empatar o jogo. Aos nove minutos da segunda etapa, o árbitro marcou um pênalti contra o Aimoré. Com a vontade e a força que não se recomenda, o jogador alvi-verde bateu o pênalti deslocando o goleiro Rafael, mas tirando a bola da trajetória do gol. Para resumir: a penalidade foi EXTREMAMENTE mal batida.

A partir desse lance, o Índio Capilé melhorou e aproveitando a APATIA que tomou conta do Periquito, coube ao clube que projetou FELIPÃO ir para cima até que aos 17 minutos outro pênalti foi marcado, mas dessa vez em favor do Aimoré. O lance começou com Luquinhas e Japa, um remanescente da brilhante campanha do ano passado, cobrou e ampliou o ESCORE.

602187_492729947430277_484665926_n

Logo após, o meia Alex, do Índio, acabou expulso. Mas, em um acordo de cavalheiros, o Pajé do Vale dos Sinos continuou com 11 homens em campo.

Neste momento, ambas as equipes já haviam mudado bastante seus times com as substituições, fato que acabou baixando o RENDIMENTO do time da capital do basquete em nosso estado, mas não o estado PSÍQUICO dos capilés. O Aimoré começou a sobrar em campo, tinha mais iniciativa e passou a oferecer mais perigo ao adversário.

O baile continuou, o gaiteiro já estava quase pegando no sono, até que, aos 32 minutos, em uma jogada pelo lado esquerdo de ataque, Fábio Rodighero, outra grata surpresa da tarde, ganhou da marcação e cruzou rasteiro para que Marquinhos ampliasse a vantagem para 3×0. A escaramuça se encaminhava para o final quando, aos 41 minutos da etapa final, novamente Fábio Rodighero, alçou a bola na área e Rodrigão, como um legítimo centro-avante, livre, leve e solto (uma homenagem ao AVENIDA), fechou a conta em 4×0 com uma cabeçada certeira.

O Aimoré conseguiu um grande resultado nesse amistoso, jogando contra uma equipe que enfrentará no ÁRDUO caminho rumo à ELITE do futebol gaúcho. LOS DE SÃO LÉO mostraram estar bem preparados fisicamente, correndo o jogo inteiro mesmo no calor ESCALDANTE de sábado.

O Índio Capilé certamente contará com sua apaixonada torcida novamente esse ano. Muitos mantos alvi-azuis podem ser vistos estampados no peito dos leopoldenses. A conquista de 2012 parece ter REVIVIDO um ORGULHO que não se via nas ruas até então.

Se depender da torcida esse será mais um ano de glórias, Dalhe Aimoré!

Os fatos:

C.E. AIMORÉ: Rafael; Luanderson, Jésum, Luis Henrique e Fabio Rodighero; Marquinhos, Alex, Claudemir e Éder; Japa e Maicon Santana.

Entraram: Axel, Wágner Tiziu, Julinho, João Pedro, Da Silva, Lukinhas, Rodrigão, Erlando, Evandro e Ian.

E.C. AVENIDA: Luli; Luis Fernando, Rincon, Marciel e Diego; Nunes, Fabio Pinho, Pierre e Alexandre; Danilo Martins e Lucas Podadeiro.

Entraram: Augusto, Fabinho, William Ribeiro, Deivid, William Fabro, Sinval, Ezequiel e Carlos Alberto.

APITANTES: Fernando de Paula, auxiliado por Jorge da Silva e Sílvio Britto.

Ainda torrados do calor de Sapucaia do Sul, 

Amaro Francisco Viero e Daniel Rosas

(Todas as fotos são do sítio aimoresista e do www.indiocapile.com.br)

Publicado em Aimoré, Amistoso, Avenida, Série A2 2013 com as tags , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *