A torcida do Bugre ainda não gritou GOL!

DSCF6649

O título resume a campanha do Guarany de Camaquã até aqui: segunda rodada, duas derrotas, as duas pelo placar de 1 a zero. Resumo da ópera: nenhum camaquense (ou bugres espalhados por aí) comemorou um gol.

No último domingo o Avenida foi visitar o Guarany no estádio Cel. Silvio Luiz e deixou um presente de grego: o Guarany fecha a segunda rodada na zona de rebaixamento. Atrás do Bugre está apenas o Gaúcho de Passo Fundo, pelo saldo de gols.

Para mim, o silêncio seguido de um suspiro do meu pai quando perguntei o que ele tinha achado do jogo resume a partida. Um jogo apático. Na ida para o intervalo a torcida já estava se manifestando e na volta teve resposta. O Bugre voltou para o campo com Rafael Paraíba no lugar de Flaviano. O ‘resto’ resumo assim:

O camisa 7, Índio, foi expulso depois de uma falta no meio de campo em cima do jogador Pierre do Avenida.

Nunes chutou de fora da área, a bola ainda desviou na defesa e entrou no canto esquerdo da goleira de Rafael. Gol do time de Santa Cruz.

Baiano substituiu Kairo e Jeferson Priu entrou no lugar de Esquerdinha.

Baiano foi expulso junto com o ‘avenidense’ Danilo Martins depois de uma confusão daquelas típicas, empurra aqui, fala alto ali e termina com os jogadores fora do campo.

Nas poucas oportunidades criadas, brilhou o goleiro Vanderlei do Avenida.

Depois do jogo sim, já começaram os comentários sobre o trabalho do técnico Lico Freitas. Dizem (dizem muita coisa, né?) que ele está garantido para o próximo jogo, mas vai com a corda no pescoço.

O próximo confronto deve ser no domingo de páscoa, dia 31, contra o Panambi em Camaquã, às 11h. Índio e Baiano não jogam em função do cartão vermelho. Rafael Paraíba está machucado. Eu, meu pai, o jovem Christian Bayer e toda a torcida da Costa Doce acreditamos no Bugre. Nós só queremos gritar gol mais do que o time do outro lado da linha do meio de campo.

Guarany: Rafael Rocci, Alex Pereira, Gustavo, Alan e Douglas Silva; Léo Paz, Índio, Júnior e Kairo (Luis Brito – Baiano); Flaviano (Rafael Paraiba) e Esquerdinha (Jéferson Prill). Téc. Lico Freitas.

Avenida: Vanderlei, Deivid (Bradock), Daniel Moreira, Nunes e Marciel; Carlos Alberto, Lucas Podadeiro (Fabinho), Luis André e William Fabro; Danilo Martins e Pierre (Fábio Pinho). Téc. Hélio Vieira.

Árbitro: Marcelo Cavalheiro Pereira.

Fernanda Ferrão Evaristo 

(A foto é do Blog do Juares)

Publicado em Avenida, Divisão de Acesso 2013, Guarany de Camaquã, Série A2 2013 com as tags , , , . ligação permanente.

2 Respostas a A torcida do Bugre ainda não gritou GOL!

  1. O jogo Guarany x Panambi foi transferido para sábado (30), às 15h30, no Cel. Silvio Luiz.
    O técnico Lico Freitas caiu. Jorge Nogueira (preparador físico) está como interino. O nome do novo técnico deve ser anunciado na tarde desta quinta-feira.

  2. Rodrigo Bandeira foi confirmado como novo técnico do Bugrão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *