Esse fantasma não assusta mais

Gol rubro-negro. Foto: Jéssica Gebhardt.

O som de tambores de uma tribo em festa! Foi assim o final de domingo nos arredores do estádio Bento Freitas. Após vitória por 3 a 0 no clássico Bra-Far de número 214, os cerca de quatro mil Xavantes festejaram o bom início de campeonato. Jogando em seus domínios, os jogadores que vestiam a camisa rubro e o calção negro não deram muitas chances ao visitante advindo do bairro Fragata.

O Farroupilha, treinado pelo ídolo Xavante, Luizinho Vieira, entrou em campo com a chance real de conquistar a segunda vitória na série A-2 e, de quebra, derrotar o rival. No entanto, o placar da partida foi igual ao Bra-Far do ano passado: 3 a 0 para os donos da casa. O jogo estava complicado. De um lado, milhares de Xavantes assistiam a um duelo equilibrado e, por vezes, ruim. Do outro, cerca de cem tricolores – incluindo o ilustre torcedor conhecido como TREM – torciam para que Catatau acabasse com a expectativa rubro-negra. Mas em apenas três minutos, no final do primeiro tempo, a vitória do Brasil foi decretada.

Após cruzamento de Wender, a pelota raspou no COCURUTO de todo mundo e morreu no fundo das redes. O gol foi contra, mas o juiz deu o tento a Wender. DOIS minutos depois, o lateral FARRAPO chamado Juca tentou atrasar de cabeça a bola para o arqueiro fragatense. Deu merda! BRASÃO acreditou no lance e correu, MAS CORREU MESMO e tocou na saída do arqueiro fantasma que nada pôde fazer. 2 a 0, Xavante. Fim de primeiro tempo.

O Brasil voltou ao vestiário com toda a tranquilidade do mundo. Diferente do lado tricolor que, inclusive, – dizem as más línguas… – teve troca de socos no vestiário.

No segundo tempo, o jogo voltou meio morno, mas mesmo assim o Brasil controlava a partida. Parecia que não havia adversário – com todo o respeito ao CAMPEÃO DE 35 – pois o Farroupilha não demonstrava nenhuma resistência. O garoto Canhoto ainda acertou o travessão em belo chute. O gol que PASSOU A RÉGUA veio aos 42 minutos da etapa final. Marcio Jonatan, na entrada da grande área, chutou e marcou. 3 a 0. Festa entre os Xavantes enquanto alguns tricolores deixavam o Bento Freitas.

Vitória Xavante na estreia rumo à elite do futebol gaúcho. Avante!

brasao2
Em homenagem ao destaque da partida, BRASÃO, envio aqui alguns Brasão Facts, facilmente encontrados no obscuro mundo da internet:

  • – Se Brasão chuta fraco, não é porque ele chutou, e sim porque ele pensou em chutar, e a bola correu com medo;
  • – Brasão, certa vez, chutou um cavalo no queixo: nasciam as girafas;
  • – Brasão cabeceia com os dois pés;
  • – Brasão descobriu a camada pré-sal depois de cabecear uma bola para baixo.

As fotografias são de Jéssica Gebhardt.

“Feliz com os três pontos (e os três gols)”,
Pedro Henrique Costa Krüger | @pedrohckruger

Publicado em Brasil de Pelotas, Divisão de Acesso 2013, Farroupilha com as tags , , , , , . ligação permanente.

5 Respostas a Esse fantasma não assusta mais

  1. Aroldo Garcia diz:

    Baita começo!!

    Este ano é nosso!!

    XAVANTE rumo ao seu lugar no Gauchão!

  2. Esequias Pierre diz:

    Brasão teve uma passagem meteórica e de sucesso pelo meu Santa Cruz-PE, deixou saudade!

  3. Esequias Pierre diz:

    Mais Brasão Facts:

    Se Brasão chuta fraco, não é porque ele chutou, e sim porque ele pensou em chutar, e a bola correu com medo.

    Brasão, certa vez, chutou um cavalo no queixo: nasciam as girafas.

    A tábua de Moisés ganhou um novo mandamento: pênalti, quem bate é Brasão.
    Brasão disputou queda de braço com Super-Homem. Quem perdesse, usaria cueca por cima da calça para sempre…

    Brasão cabeceia com os dois pés.

    Brasão consegue acessar twitter, facebook e orkut pela urna eletrônica de votação.
    O pulso do Brasão é medido na escala Richter.

    A Fifa proíbe Dunga de convocar Brasão. A entidade afirma que deseja equilibrar a competição.

    Dadá parava no ar. Brasão para o ar.

    Brasão tirou a carteira de habilitação aos 16… segundos.

    Apostador do Recife fatura quase 30 milhões da Mega-Sena. Algum espertinho pediu os números a Brasão…

    Chuck Norris completou 70 anos e fez um único pedido: cumprimentar o seu mestre, Brasão.

    Copa do Brasil?! Não, não. Copa do Brasão.

  4. Mateus Dal Castel Trevizani diz:

    Pedro, sabe o público desse jogo? Bela foto, a primeira.

  5. pedrohckruger diz:

    # 4

    Tchê, coloquei 4 mil pagantes, mas uma galera já veio conversar comigo dizendo que errei na estimativa! HSAHUSU Reconheço que sou bem ruim em analisar público. Mesmo. Os números diferentes no borderô fizeram com que eu perdesse a real noção de quanta gente foi ao estádio.

    Conversando com quem viu, muito se fala em 5, 6 mil pessoas, incluindo jornalistas. Então coloco cerca de 5 mil.

    Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *