Um zero a zero bipolar

1 União x Farroupilha

Na tarde do último domingo dia 14, o União recebeu o Farroupilha-Pe no Vermelhão da Colina, em Frederico Westphalen. Em jogo válido pela 5ª rodada da Divisão de Acesso 2013, as equipes não saíram de um monótono empate sem gols.

Tendo atravessado toda extensão do Rio Grande do Sul e mais um pouco, chega a esquadra fantasma à PÓLIS frederiquense um dia antes do jogo para concentração, com direito a cobertura dos treinamentos pela imprensa local. As impolutas rádios pelotenses, tão (merecidamente) elogiadas por seu tratamento exclusivo ao futebol local desta feita pisaram na bola, divulgando as informações do jogo apenas pelo PLANTÃO, fazendo parecer que era o Farroupilha “de Capão do Leão” ou “do Arroio do Padre” que estava em campo. Ouvir futebol pela internet é uma experiência traumática. Sempre pode ter aquele amigo ou parente apressado que está ouvindo o plantão para te mandar um SMS contando o gol que tu vais ouvir 5 minutos de DELAY depois. Porém, sendo a única opção naquela conjuntura, faça-se valer o ditado: “O que não tem remédio… remediado está”.

Enfim, foram regularizados todos os trâmites burocráticos que possibilitaram a estréia do DELANTERO uruguaio (ex-xavante) Javier. Isto posto e somado à recuperação de Jabá, fez RESSUSCITAR o setor de frente do Farroupilha. Já pelo União, Anchieta, Piccinini e Hyantony – este último mesmo machucado -, fizeram sua primeira partida frente ao torcedor. Já o goleiro Bruno Hepp, depois de se recuperar de lesão, recebeu uma chance no time titular.

2 - União x Farroupilha

No duelo entre o Leão da Colina e o Fantasma do Fragata, novamente o União jogou bem. Só na primeira etapa finalizou 8 vezes, todas boas oportunidades. Somente por arriscar e chutar a gols foi uma grande evolução perceptível. Mas faltou AQUELA precisão ao finalizar. Fazer aquele PEQUENO detalhe, porque a bola insiste em não entrar para o fundo das redes. Com a pressão não tendo resultado em alterações no escore, o Farrapo começou a se soltar no jogo, aventura-se na frente, explorando os contra-ataques e criando duas chances sem tanto perigo na primeira etapa.

No segundo tempo, a equipe mandante tomou um SUFOCO do Farroupilha, após Fabiano Weege entrar no lugar do uruguaio Javier, e fazer a equipe crescer em campo, criar muitas oportunidades fazendo dupla com Jabá, que só não marcaram porque o goleiro Bruno Hepp fez milagres, efetuando belíssimas defesas que arrancaram aplausos e sendo este o único jogador que foi aplaudido e recebeu o reconhecimento dos torcedores, por mérito. Na chance mais CLARA, Jabá escora um cruzamento oriundo flanco destro para Weege, que manda a esfera no TRAVESSÃO, desperdiçando o lance que poderia render três pontos na bagagem fantasma para a longa PEREGRINAÇÃO de volta à terra do doce. Como forma de endossar o domínio farrapo no segundo tempo, o camisa 1 do União foi eleito o CRAQUE do jogo pelos radialistas. Do lado tricolor, os laterais Pedro Júnior e Juca além do camisa 10 Róger Bastos foram citados como destaques.

3 - União x Farroupilha

Pela primeira vez na temporada, o União não saiu de campo contestando a arbitragem, e nem por parte da equipe visitante também nada se ouviu. O quarteto fantástico do último domingo passou quase que em branco. O destaque ficou mesmo pela simpatia da arbitragem.

O Farroupilha – que percorreu cerca de 600km até a cidade do Médio Alto Uruguai – conquistou um pontinho, e o União, em casa, conseguiu evitar mais uma derrota. Sejamos positivos e vejamos que dos “males o menor”: o zero a zero foi um resultado que não foi bom para ninguém, mas também não foi tão ruim. Nem lá nem cá, empate com gosto de empate.

A incômoda posição de vice lanterna da chave não inspira maiores aflições para o Farrapo, pelo menos por enquanto. Além de estar a uma vitória do líder, os 7 pontos até então dão uma margem razoável para que o Fantasma do Fragata não seja assombrado pelo fantasma do rebaixamento. Todavia, gordura pra queimar NON ECZISTE! Não há espaço para mais tropeços e nas próximas duas batalhas em casa – Glória e Gaúcho – advém a OBRIGAÇÃO de se marcar os seis pontos, sob pena de nada mais almejar no certame.

No próximo domingo, 21, o União (já com chances remotas de classificação neste turno), viaja até Farroupilha, onde no Estádio das Castanheiras enfrenta a equipe do Brasil de Farroupilha para tentar fugir o mais rápido possível da lanterna – conforme tabela da classificação geral da competição. Já a equipe de Pelotas recebe, no Nicolau Fico, a equipe do Glória da Vacaria. As partidas têm horário previsto para iniciar às 15h30min.

Troca de Comandante no Leão / Caras Novas no Fantasma

4  - União treino 17.04

Após cinco jogos sem vencer – sofrendo uma derrota em casa e quatro empates, depois do 0 a 0 entre União e Farroupilha, no último domingo, 14, no Vermelhão da Colina, Nunes foi comunicado da sua demissão. Foi então, que começou a busca do novo treinador. Até então, nenhuma surpresa, já que apesar do bom trabalho desenvolvido por Tiago, dentro de campo a equipe não conseguiu vencer e precisava de um CHACOALHÃO.

A primeira opção da lista era Benhur Pereira, que recusou a proposta. Se não havia sido surpresa a rescisão contratual com Nunes, a surpresa ficou mesmo por conta do novo escolhido.

Após outras tentativas, na tarde da última segunda-feira, 15, o técnico Marcelo Caranhato recebeu uma ligação. Era o Gerente de Futebol do União, Rafael da Rosa, lhe propondo uma grande oportunidade. Fazer um grupo de qualidade, forte, que tem em seu plantel nada mais nada menos que os dois artilheiros da Divisão de Acesso 2012 – Jajá e Hyantony -, com outros nomes conhecidos com: Bruno Hepp, Anderson Bill, Barão, Douglas Rinaldi, Piccinini, Tatto, entre outros, vencer. Caranhato não pensou duas vezes e ABRAÇOU a oportunidade. Aos 36 anos, o ex-zagueiro iniciou sua carreira em 2011, e é pela quarta vez que assume o desafio de comandar um clube gaúcho. Já trabalhou antes no Glória de Vacaria, Brasil-Fa, além de recentemente ter estado a frente do Veranópolis, na disputa do Gauchão 2013.

Marcelo desembarcou em Frederico Westphalen na tarde desta terça-feira, 16, quando após duas reuniões – uma com a direção e outra com os jogadores – deu início aos trabalhos no campo. Muito observador, o treinador ainda está em fase de adaptação e conhecendo o elenco ao qual irá comandar.

Caranhato segue no perfil do ex-comandante do União, mas aparenta ser mais centrado no seu trabalho, sem ligar, inicialmente, para o trabalho de quase uma dezena de profissionais da imprensa que acompanham os treinos diariamente. O treinador chega também para tentar recuperar a confiança do torcedor, que criou expectativa além do que se poderia imaginar, após a grande campanha da equipe no ano passado.

Já pelo lado adversário, a diretoria do Campeão por 100 Anos não perdeu a oportunidade de reforçar o elenco com peças da Série A, que teve sua fase classificatória recém finda. O meia Alex Goiano deixa o Cruzeiro de Porto Alegre e chega ao Fragata para ocupar a segunda vaga da COTA para provenientes da Elite (a primeira é do Juca), incrementando a posição mais carente do grupo. A última lacuna de primeira pode ser preenchida pelo defensor Serjão, que trocaria de avenida: da Bento para Duque. Outros possíveis nomes que podem desembarcar de um TURF no Nicolau Fico são o volante Leandro Melo e o lateral esquerdo Galego.

5 - União x Farroupilha

Ficha técnica – 5ª rodada – Divisão de Acesso – Série A2

Local: Estádio Vermelhão da Colina, em Frederico Westphalen

Data: 14/04/2013

Horário: 15h30min

Árbitro: Ilton Marcos Alves de Souza

Auxiliares: Vagner Mauricio da Luz e Cristiano Ivan Eckert

União Frederiquense (U): Bruno Hepp; Itaqui, Anderson Bill, Xavier (Caçapa) e Anchieta; Manivela (Willian Bonnes), Douglas Rinaldi, Piccinini, Thiago Correa, Jajá e Hyantony (Murilo). Técnico: Tiago Nunes.

Farroupilha-Pe (F): Fabiano; Pedro Júnior, Claiton, Uillian Nicoletti e Juca; Carlão (Fabiano Weege), Rafael Pelezinho, Dione e Roger Bastos; Javier (Matheus) e Jabá. Técnico: Luzinho Vieira.

Cartões amarelos: Itaqui (U); Roger Bastos e Dione (F).

Placar Final: União Frederiquense 0 x 0 Farroupilha-Pe

Público do jogo: 1.265 torcedores (807 pagantes, 266 sócios, 192 não pagantes).

Aliviados por não perder mas lamentando a falta de GOLOS,

Caroline de Oliveira e Marcos Ceron Gonçalves

Fotos do jogo: Caroline de Oliveira | foto do treino: Daiane Binello/Jornal O Alto Uruguai

Publicado em Divisão de Acesso 2013, Farroupilha, União Frederiquense com as tags , , , , , . ligação permanente.

6 Respostas a Um zero a zero bipolar

  1. NecoMüller diz:

    Público melhor que Série A. Parabéns Frederico W.

  2. FABRICIO diz:

    ME ADMIRO QUEM PERMITE UMA CRIANÇA USAR UM SITE DESSES PARA FICAR POSTANDO TANTA BOBAGEM. MAS INFELIZMENTE É O REFLEXO DA IMPRENSA NO BRASIL, QUALQUER UM ESCREVE O QUE QUISER, SEM RESPONSABILIDADE NENHUMA .. NÃO PRECISA TER UM CANUDO PARA SER JORNALISTA, BASTA TER MUITO TEMPO VAGO E SABER FAZER FOFOCAS, SEM FALAR EM CONHECIMENTO BASICO DE WINDOWS E INTERNET PARA SABER COPIAR, COLAR E CRIAR FONTES EM REDES SOCIAIS. IMAGINEM O TIPO DE EMBASAMENTO TEÓRICO PARA EMITIR OPINIÃO, UMA MENINA QUE MAL SAIU DA PUBERDADE, QUE RECÉM SAIU DO COLÉGIO, NUNCA NEM SEQUER SENTOU NUM BANCO DE FACULDADE, NUNCA OBSERVOU TRABALHOS FORA DE FW, E FALA COMO SE SOUBESSE ALGO. VOLTO A REPETIR, ESSE SITE É UMA PIADA.

  3. Primieri diz:

    Caras, JAVIER el Uruguayo!!! Se for o mesmo que jogou aqui no Veranópolis é um grande avante e baita pessoa.

  4. Primieri diz:

    aaah esse Javier aí tem 20 anos né? então não é o mesmo, o outro tem mais de 30 já!

  5. Caroline de Oliveira diz:

    Sr Fabrício. Se esse for seu nome mesmo. Simpatia em pessoa, como sempre. Agradeço sinceramente por leres o TC. Criticas são sempre bem-vindas. “Beijos no coração”!

  6. Franco Garibaldi diz:

    Já tava preocupado que um texto do União nao tinha rendido nenhum ataque à Carola…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *