Da vitória ao chopp não deu pra Boca do Monte

004

O Santo Ângelo não se entregou e conseguiu reabilitação em casa na Série A2. O quadro missioneiro fez 2 a 0 no Coloradinho do Coração do Rio Grande. Após a derrota para o peixe Riopardense, o time da capital da FENAMILHO entrou em campo no Estádio da Zona Sul em plena noite de sexta, em virtude da própria feira que começara no sábado. O adversário foi o Inter-SM do DT Badico, que vinha de quatro jogos consecutivos sem perder.

A MORANGA nem tinha dado o ar de sua graça nas duas intermediárias e o visitante Diego Rocha já estava no solo. Com o atendimento solicitado, o apitador Tiago Rodrigues mandou trazer a MACA e o gajo subiu na cama móvel, mas logo saltou da padiola e recebeu um par de kichutes brancos para não escorregar na malandragem e uma tarjeta amarilla como advertência. Para completar sua bela atuação, em seguida Rocha foi substituído por Rossi.

Do lado missioneiro, como sempre, o GURI Felipinho chamou a responsabilidade na criação de jogadas e finalizações nos primeiros minutos, mas sem converter tentos no arco vermelho. Aos 11’, o garoto tentou finalizar da entrada da área, mas escorregou e foi ao gramado. Em seguida, Altieri, do conjunto do centro do Estado, cabeceou SOLITO no meio da área, mas não logrou êxito. Depois, aos 17’ da etapa inicial, Guilherme COSTELA salvou o Santo Ângelo numa sequência de chutes de Arpini e depois Marco Antônio.

O jogo começou a ficar truncado e o quadro santa-mariense tocava a pelota procurando mais liberdade na meia cancha. Mas, aos 34’, quando só se pensava em outro desfecho, o Santo Ângelo puxou um contra-veneno com Felipinho que rolou para Vinícius Sampaio na meia cancha direita que, por sua vez, escorou para Rafinha chutar forte e rasante da entrada da grande área e mandar a querida lá onde nem o quero-quero vai. A pancada venceu o arqueiro rubro Márcio e tirou o primeiro zero do placar da Zona Sul, 1 a 0 Tricolor das Missões.

Ainda no tempo inaugural o Santo Ângelo tentou ampliar, mas o último fato relevante do tempo foi o cartão amarelo recebido pelo santo-angelense Deivid, advertido após alguma confusão na relva. Todos aos vestiários.

No intervalo da partida, onde ELAS não pagavam para ingressar na cancha, como está começando a tornar-se praxe, o Santo Ângelo realizou seu festival de sorteios. Atenção para os prêmios da rodada: uma TORTA de 3kg, um ÓLEO CORPORAL, um COBERTOR prenunciando o galante inverno do sul, 30 litros de GASOLINA e um barril de CHOPP também com 30 litros. Depois de algum alvoroço com o sorteio dos outros prêmios, o delírio saiu para o número 1579. Ostentando o comprovante, o ERNI da Multivídeo desceu ao campo e saiu abraçado nos TRINTA LITROS DE CHOPP. Não sei, só sei que foi assim…

002

Depois de mais um entretimepo louco de especial, recomeçou o fandango da Zona Sul. O Inter-SM chegou forte com João Leandro chutando para boa defesa do guarda-valas COSTELA. A seguir, até o minuto 19, quando Miranda cabeceou fraco pelo time local, os dois arqueiros foram meros expectadores da peleja, com a disputa centrada na meia cancha e sem solução apresentada pelos quadros.

Quando novamente o jogo não apresentava momentos de grande comoção aos presentes, Felipinho, aos 25’, saçaricou na frente da linha defensiva adversária e rolou para Márcio superar o goleiro centrista e seu xará anotando 2 a 0 para os filhos de Sepé Tiaraju. Haja óleo corporal, gasolina e chopp! Ou pra quem já está naquela fase, torta e cobertor!

Antes do apito derradeiro, LOS DE BADICO ainda tentaram algumas ESTOCADAS, mas a noite era, mais uma vez, do camisa um missioneiro Guilherme Costela.

Com o resultado o Santo Ângelo alcançou os 10 pontos e com milagre, ao final da noite de sexta, poderia se classificar. O Inter ficou com os mesmos 10 pontos e ainda com chances, pois no dia do trabalho vindouro tem o mando de campo no RIO-NAL atrasado da terceira rodada, além do último jogo do turno, novamente como local, frente ao Grêmio Atlético Farroupilha.

Depois de computados todos os resultados da sétima FECHA, o quadro missioneiro não tem mais chances de avançar pelo grupo A para o MATA-MORRE do primeiro turno. No entanto, a vitória garantiu a permanência do Presidente Vando Ribeiro no cargo que, ao fim do jogo, gritou seu FICO ao povo! Vando ameaçou abandonar a CHALANA nos últimos dias, haja vista as dificuldades financeiras da Associação e os maus resultados na cancha.

Rafael Ferreira* e El Viejo Balejos

*Rádio Santo Ângelo – @rafa___ferreira

(As fotos são do Fernando Gomes/Especial Jornal das Missões)

***

FICHA TÉCNICA

Santo Ângelo (2): Costela, Vinícius Sampaio (Alex Silveira), Miranda, Renato e Márcio; Douglas T-Rex, Jason, Deivid e Felipinho; Alex Espíndola (Felipe Garcia) e Rafinha. Técnico: Luciano Corrêa.

Inter-SM (0): Márcio; Tuchê (Wesley), Betão, Valença e Diego Rocha (Rossi); Carlos Heitor (Luís Felipe), Altieri, Marco Antônio e Ronaldinho Gramadense; João Leandro e Arpini. Técnico: Badico.

Gols: Rafinha, aos 34’/1T e Márcio aos 25’/2T. Ambos para o Santo Ângelo. Assista os gols do jogo AQUI!

Cartões Amarelos: Diego Rocha (ISM); Deivid e Miranda (SA).

Arbitragem: Tiago Rodrigues auxiliado por João Carlos Perderson e Vagner Maurício da Luz. O quarto árbitro foi Alex Raber.

Publicado em Divisão de Acesso 2013, Inter SM, Santo Ângelo, Série A2 2013 com as tags , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *