Sem os pilas, Terceirona está fadada ao fracasso

bagua-briga-2012

Todos os anos, a mesma pergunta: Será que a FGF vai colaborar com algum valor para ver o futebol do interior do estado voltar a crescer?

Mais uma vez a resposta foi negativa. Um sonoro NÃO.

Parece que o interesse da Federação Gaúcha de Futebol está apenas construir a sua nova sede e tentar comprar amistosos da seleção brasileira para tomar pra si a renda destas partidas. Afinal, o futebol é um esporte de elite e as minorias não devem acompanhá-lo.

O futebol movimenta milhões e milhões sim. Mas ele precisa de retorno. Precisa que as marcas que estampam seus nomes nos trapos dos clubes da Terceirona, os quais disputam as partidas em banhados e barrais do interior, tenham uma valorização. Clubes que movimentam pequenas cidades, clubes que fazem as torcidas verem o verdadeiro sentido de torcida, de amor à camisa…

É hora de respeitar, FGF! Diga-me onde estão os clubes do centro-oeste e fronteira oeste do estado? Para acompanhar uma partida de futebol teremos que cruzar o estado nessas péssimas estradas para acompanhar uma partida de um clube da capital? Onde estão os tradicionais Ferro Carril e Sociedade Esportiva São Borja?

Sim, eles estão acabados. Enterrados às margens do Uruguai. As empresas, que pouco investiam para que essas cidades pudessem movimentar suas canchas novamente, estão retirando os apoios por falta de valorização ao campeonato.

A FGF não se importa em qualificar as arbitragens, verificar o policiamento e muito menos em enviar uns pilas ou bolas para que essas equipes possam treinar e ter esse dinheiro para pagar arbitragem e viagens.

A Arena está linda. O Beira-Rio ficará lindo. A nova sede da FGF ficará perfeita. Mas e os clubes do Interior? Esses que pagam anuidades para se filiar a federação. Qual a contrapartida deles? O que a federação tem feito para apoiá-los?

E não precisamos nem ir até a Terceirona. O que dizer do modelo de futebol praticado em um estado em que alguns clubes da primeira divisão só abrem as portas no primeiro semestre, para o Gauchão e depois, devido à falta de apoio, tem que passar o cadeado nos portões?

São muitas perguntas, poucas respostas.

Mas o maior questionamento, para você cancheiro que nos visita: Teremos um dia, futebol de verdade, em todas as querências do Rio Grande do Sul?

A foto é de Francisco Bosco/Zero Hora.

Um bom final de semana a todos!

Fábio Giacomelli – @fabiogiacomelli

São Borja/RS

Publicado em Clubes Gaúchos, FGF, São Borja, Segunda Divisão 2013, Série C, Terceirona, Terceirona 2013 com as tags , , , , , . ligação permanente.

7 Respostas a Sem os pilas, Terceirona está fadada ao fracasso

  1. Subutzki diz:

    Acho que estamos vendo os últimos suspiros do futebol do interior.

  2. Enrique diz:

    Concordo plenamente com o Subutzki,e a um grande caso aqui na minha cidade, o Farroupilha,sou Xavante mas da pena de ver o Farrapo sem ter bola pra treinar eo jogadores serem despejados ea Federação Grenal de Futebol não dar sequer uma ajuda financeira
    pro clube.

  3. #1

    Eu tenho certeza disso. Aproveitemos enquanto ele existe, da forma que for. Num futuro não muito distante, futebol só pela tv e a existência cada vez maior de “fã-clubes” de times pequenos e médios da Europa.

  4. Ivan diz:

    Mandar dinheiro para os clubes não resolve. No Gauchão os clubes recebem cerca de R$ 1milhão e também estão na penúria.

    Sabedores da grana fácil, jogadores que não valem R$ 1mil, pedem R$ 10mil para jogar. Do dinheiro enviado pela FGF, pouco fica nos clubes. Vai tudo para empresário e jogadores inflacionados.

    O que fortificaria o futebol Gaúcho é um planejamento bem feito com calendário anual, exposição na mídia, promoção dos jogos, divisões melhor estruturadas, descentralização, ou seja, administração. Aí, haveria uma maior motivação para as comunidades voltarem aos estádios e os empresários voltarem/iniciarem a investir.

    Abs.

  5. Matheus diz:

    A tendência é ficar cada vez pior. Infelizmente.

  6. Dinarsan da Silva Paz diz:

    O futebol do interior sempre se fez assim…. não adianta esperar de onde não vai vir nada…!!!

  7. Pingback: A Cancha: Estádio Sílvio de Faria Corrêa, São Gabriel | Toda Cancha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *