A Cancha: Estádio Sílvio de Faria Corrêa, São Gabriel F.C.

canchasg7

Ao chegar a rodoviária de São Gabriel, deparei-me com uma construção IMPONENTE e histórica ao lado. Onde a esquadra local comumente amassava seus adversários. Mas que se encontra em um triste estado de DETERIORAÇÃO.

O forte Caiboaté  atualmente comporta 8.500 almas, tem arquibancadas por todos os lados. O lote atrás do gol, que dá saída para a rua, foi construído recentemente, nos anos de glória.

O gramado é 108x75m e, quando havia futebol profissional, era de qualidade, segundo relatos, aprovado pelo MALDINI DO SERTÃO. Era de 110 metros, mas recuaram dois metros devido à proximidade das balizas e do alambrado. Ao contrário do que dizem as más línguas, o estádio tem a torcida próxima, mas um gramado largo, sem desculpas de visitantes frustrados, um beijo para os mais populares deste pago.

A inauguração

A cancha do bairro Capiotti, foi festivamente inaugurado na tarde do dia 19 de maio de 1957. Após várias solenidades realizaram-se as competições futebolísticas programadas.

Preliminarmente, a equipe do G.E. Minuano(baita nome!) goleou o Gráfico F.C., por 5 X 1. Na partida de fundo, no primeiro CLÁSSICO do ano E.C. Cruzeiro X G.E. Gabrielense empataram em 3 X 3. A renda, em beneficio das obras do novo estádio, somou Cr$ 39.420.00.

O jornal “O Imparcial”, em sua edição de 20 de maio de 1957, publicou o seguinte: “Está de parabéns a terra de Fernando Abbott. Desde domingo, 19, que está inaugurado e franqueado ao mundo esportivo de São Gabriel, o novo estádio municipal que tem o nome do abnegado e inesquecível desportista conterrâneo, Dr. Silvio de Faria Corrêa.

acesso SG

Time do acesso à Série A em 2001 (grupo São Gabriel FC no facebook)

O árbitro foi o tenente Seabra. Destaques: Camejo, Nestor, Milton, Caboclo e Pedro Freitas, do Cruzeiro, foram elementos de ACENTUADA atuação em campo. O primeiro voltou a sua antiga forma, e tornou-se hoje em dia uma peça valiosa para a vanguarda do esquadrão de José Helvécio.

O Gabrielense teve seus mais eficientes defensores nos players CURTO, a grande revelação do nosso futebol, e que se constituiu num espetáculo a parte, CHERPA, MUQUICA, CAÇAROLA e TURCO. Os gols foram marcados por CAMEJO (2), que se tornou o autor do primeiro gol no novo estádio, e Nestor. Curto, Sete e Turco marcaram para o Gabrielense.

Trecho acima é parte integrante da BAITA obra de Nilo Dias Tavares, “100 anos de Futebol em São Gabriel”.

Um naco de história

fuzileiros navais 1

A cancha foi palco de Gauchões nos anos 80 com a SER, de final de Gaúcho e jogos da Série C em 2002, do Torneio de Verão de São Gabriel entre 2003 e 2005, que era marcado por ser uma pré-temporada, e da HISTÓRICA Copa do Brasil de 2004. Alê Menezes e Luciano Marreta APRONTANDO contra Figueirense e Palmeiras. Somente citando dos clubes mais EXITOSOS, pois desde 1909 tem-se registros de futebol na cidade.

Jogando a Divisão de Acesso desde 2006, manteve-se ativo até 2009, ano em que o presidente quase que VITALÍCIO Roque Hermes, afastou-se da direção. Entretanto, seu sucessor não obteve o mesmo sucesso administrativo, decretando assim o licenciamento do OCTOGÉSIMO clube profissional da Terra dos Marechais.

Causos

canchasg3

No estádio, rolou uma charla com o zelador do estádio, mantido pela prefeitura gabrielense, que desde 2010 está responsável pela cancha, devido ao licenciamento do já endividado São Gabriel Futebol Clube. A mesma tem problemas estruturais hoje em dia, tais como, cobertura de dois lotes de arquibancada que foram danificadas pelo MINUANO e retiradas com a promessa de reforma, esta que não tem previsão de ocorrer.

De acordo com a FGF, cabem 11 mil viventes, porém as exigências das autoridades jamais permitiriam o estádio de voltar a sediar jogos, além de que a equipe da cidade, caso queira voltar, terá que cumprir com exigências ABSURDAS da nossa querida federação.

Causo vai, causo vem, o zelador guarda consigo uma grande SAUDADE dos tempos de futebol na comunidade. Por sua vez, nada diferente do que vemos pelo Rio Grande a fora, o POVARÉU só comparecia na bonança.

Por fim, tive que me retirar para que o funcionário cortasse a grama, que já estava alta para a prática do BALÍPODO e demarcar os limites de cal, pois no final de semana, houve o Estadual de Futebol Sete na cidade, com o Amigos FC representando a localidade.

O São Gabriel FC esteve presente no Congresso Técnico da Terceirona, porém preferiu não disputar a competição mais FALIDA da história. Infelizmente não devemos ter um representante daquele chão tão cedo em competições oficiais, assim como vários outros que fazem falta ao cenário destruído do interior gaúcho.

amigosfc

Amigos FC

As fotos são cortesia de meu amigo, Daniel Iochims e do Caderno 7.com

De passagem na Terra dos Marechais,

Régis Nazzi

Publicado em São Gabriel, Série "A Cancha" com as tags , , , . ligação permanente.

7 Respostas a A Cancha: Estádio Sílvio de Faria Corrêa, São Gabriel F.C.

  1. Bons tempos de São Gabriel na primeira divisão… tenho um amigo cuja família é de lá, lembro dele envergando a camisa branca do clube, tradicional patrocínio do arroz Tio Urbano.

    Como é lamentávem que o futebol morra dessa forma na região da fronteira, com poucos ainda sobreviventes pra contar a história…

  2. Alexandre Maciel diz:

    Eis a terra da Federação que ganhou duas libertadores e um mundial, sendo que o resto não interessa.

  3. Diogo Terra diz:

    “De acordo com a FGF, cabem 11 mil viventes, porém as exigências das autoridades jamais permitiriam o estádio de voltar a sediar jogos, além de que a equipe da cidade, caso queira voltar, terá que cumprir com exigências ABSURDAS da nossa querida federação”

    Tá me cheirando a politicagem isso aí. Vai ver o presidente do clube ou o prefeito andaram se indispondo com o dono da loja.

  4. Régis diz:

    O problema não é políticagem, é a paranóia fiscalizatória. O estádio teria de passar por GIGANTES reformas para a prática do futebol profissional.

    É o Novelletto sempre ferrando com os clubes do interior.

  5. jonathan Frazão diz:

    Boa tarde! Só quero corrigir um erro a foto acima dizendo amigos fc está errada porque o time que está na foto é o vice-campeão unidos da santa clara e não do campeão municipal 2012 que é o amigos futebol clube.
    abç.

  6. Pingback: Guia da Terceirona Bagual 2014 – Parte II | Toda Cancha

  7. Régis diz:

    Deu sorte meu texto e o futebol voltou àquela localidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *