Derrota doce nos Eucaliptos

412199_avenida_saopaulo_1

No dia em que o sol finalmente resolveu aparecer depois de uma semana NEBULOSA, a parte verde de Santa Cruz do Sul rumava aos Eucaliptos esperando ver a classificação do time de Beto Campos. Na última partida da fase de grupos, a classificação pro mata mata estava praticamente consolidada antes mesmo de a bola começar a rolar, a eliminação precoce só aconteceria diante de uma zebra muito grande. E a zebra quase veio.

O Periquito foi a campo com dois desfalques, Nunes e Marcelo Oliveira. Suspensos, assistiram a partida das arquibancadas. O adversário era o já garantido na elite em 2014, São Paulo, que mesmo com uma campanha muito inferior a do primeiro turno, veio com chances de se classificar ao mata mata da fase derradeira do GRILLÃO. O problema do Leão do Parque era a necessidade de resultados paralelos – que quase aconteceram – além das ausências de jogadores como Robert, Saraiva, Sapata, Locatelli e do DIABO LOIRO Aylon.

O primeiro tempo foi quase de total domínio dos donos da casa, mas seguindo a risca o roteiro, o ataque do Avenida seguiu desperdiçando inúmeras chances de gol.

As chances claras e desperdiçadas foram deixando o torcedor irritado nas arquibancadas, já próximo ao fim da etapa inicial se ouvia gritos de “Gavião, pede pra sair!”. “Se eu colocar um fardamento, pego o lugar de vocês!”. Costumeiramente, o único que dava movimentação do meio pra frente era o baixinho Alexandre, que numa tarde inspirada corria mais que o papa léguas.

Na volta para o segundo tempo, o Periquito voltou com vontade de abrir o marcador e subia freneticamente ao ataque, mas o problema seguia sendo a falta de competência nas conclusões.

412199_avenida_saopaulo_2

E assim seguiu o baile durante o segundo tempo, os MANDANTES em uma boa partida e desperdiçando muitas chances de gol, o que já vem se tornando repetitivo até demais. Volta e meia Luciano fazia um milagre quando o ataque alviverde acertava o pé na bola.

Já aos 39 minutos da etapa final, aconteceu o chamado “quem não faz, leva”. A equipe do São Paulo subiu ao ataque e SERTÃOZINHO que recém havia entrado em campo, abre o placar para a equipe da zona sul.

O atacante rubro-verde vem tendo boas atuações quando lhe é dada a oportunidade e vem sendo uma grande alternativa para Rudi, após passar o primeiro turno lesionado.

412199_avenida_saopaulo_3

E o que se ouvia nas arquibancadas? “Obrigada Gavião, por mais essa derrota”. Márcio Coruja soa o apito final e o Periquito, mesmo no sufoco, estava classificado pras quartas de final. Já o São Paulo terminou sua participação na segunda perna com dignidade e por pouco não alcançou uma vaguinha nas quartas – perdeu no número de vitórias para o próprio Avenida.

A derrota só não foi mais doce que a terra do próximo adversário do Periquito, a equipe de Beto Campos classificou com a última vaga do grupo 1, e agora enfrenta o Brasil de Pelotas no primeiro confronto do mata mata. Na primeira fase, as equipes já se confrontaram com um empate em 1 x 1 e uma arbitragem bastante contestada.

Na quarta-feira, a partida é em Santa Cruz do Sul, as 19 horas, com transmissão da TvCom. O jogo de volta acontece no Bento Freitas, no domingo, ainda com horário indefinido.

Os papareias ficam no aguardo do adversário da grande final. São Paulo, campeão do primeiro turno, enfrentará o campeão do segundo nos dias 17 e 20 de julho. Até lá, 4 dias de folga seguido de muito treinamento e, quem sabe, algum amistoso.

FICHA TÉCNICA

AVENIDA 0 x 1 SÃO PAULO

AVENIDA: Vanderlei; Luiz Fernando, Teda, Anderson Seffrin e Marciel; Carlos Alberto, Pierre (Sinval), Fábio Pinho (Fábio Buda) e Alexandre; Lucas Podadeiro (Ezequiel) e Gavião. Técnico: Beto Campos

SÃO PAULO: Luciano; Caio Gomes, Carlão Farias, Rodrigo Ramos (Guilherme) e Jean; Carlos Alberto, Diego Borges, Emerson Dantas e Fabiano Diniz (Maickel Gaúcho); Alê Menezes e André Felipe (Sertãozinho). Técnico: Rudi Machado.

Gol: SÃO PAULO – Sertãozinho (39min/2º).

Cartões amarelos:AVENIDA – Pierre e Carlos Alberto; SÃO PAULO – Rodrigo Ramos, Émerson Dantas, André Felipe, Luciano e Diego Borges.

Cartão vermelho: AVENIDA – Sinval.

Arbitragem: Márcio Brum Coruja

Assistentes: Júlio César dos Santos e Vilmar Burini

Data e local: 23/06/2013 – 15h30 – Eucaliptos, Santa Cruz do Sul

Ainda decepcionada com o PÁSSARO do time,

Sabrina Heming

Entrando em férias forçadas,

Matheus Almeida

Publicado em Avenida, Divisão de Acesso 2013, São Paulo-RG, Série A2 2013 com as tags , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *