Samuel, bom de chute

Samuel

Já não é mais novidade no estádio Bento Freitas. Em dia de jogo, Samuel entra em campo junto com os jogadores, chuta a gol e arranca sorrisos de todos que estão na Baixada.

Samuel Cedário Marques tem apenas três anos de idade. Frequenta as arquibancadas, porém, desde o primeiro ano de vida. Extremamente veloz, chuta com força e demonstra a ESPONTANEIDADE característica do torcedor Xavante. Não aceita nada além da camisa vermelha, calção preto e meias brancas. Para protegê-lo do frio, o pai, Cleumar Bandeira Marques, conhecido como Momô, improvisa e coloca calça por baixo do calção e meião, além de uma roupa mais quente sob o MANTO. Em dia de mais frio, no entanto, o pai prefere deixá-lo em casa, visto que Samuel não aceita touca, jaquetas ou qualquer outro APETRECHO que impeça o mundo de ver, de algum modo, que aquele rapaz veste o traje Xavante.

No último domingo, 30, o Brasil aplicou uma goleada no Avenida. Minutos antes da partida, perguntei ao pequeno Samuel qual seria o resultado do jogo.

– Quatro, respondeu. Inclusive demonstrava com a mão a todos que perguntassem o mesmo. O resultado final foi 5 a 1, mas a diferença foi de quatro gols. Torcedor como Samuel não erra.

Pai e filhoAo lado do alambrado, perto do portão que dá acesso ao gramado, implorava ao pai para entrar em campo.

– Agora não dá, meu filho. Enquanto isso vai aquecendo aí.

Samuel então começou a pular, tentou escalar o alambrado e fazia movimentos como se estivesse prestes a defender as cores Xavantes em busca da classificação. Em meio a tudo isso, torcedores de todas as idades cumprimentavam-no. Senhoras pediam beijos, pequenos olhavam curiosos e homens que dedicam a vida ao Brasil há mais de 40 anos sorriam orgulhosos ao ver aquele baixinho tão Xavante como eles.

Quando finalmente ganhou acesso ao gramado, começou a bater bola com um dos gandulas. Chutou a pelota na mesma GOLEIRA em que BIRA venceu o goleiro FILLOL, em 1985, e ela ultrapassou a linha e chegou calmamente à rede. O estádio gritou gol. Samuel, bom de chute dentro e fora do campo.

Samuel chuta a gol

Na entrada do time, Samuel correu na frente de todos, como sempre faz, e foi em direção ao coração da Baixada, a Garra Xavante. No caminho, olhou para trás como se pedisse mais pressa. Quando os jogadores cumprimentaram a torcida e vice-versa, Samuel levantou os braços e regressou rapidamente ao pai. No entanto, demonstrando monstruosa iniciativa, cumprimentou todos os jogadores reservas do elenco, um a um. Foi em direção ao técnico Rogério Zimmermann, que o abraçou e perguntou também qual seria o resultado do jogo. Com a mão sinalizou “quatro”. O CACIQUE Xavante sorriu, julgando que era uma aposta alta demais, mas torcedor como Samuel não erra.

Samuel em campo

Samuel, nome forte, que segundo algumas referências significa “foi chamado pelo Senhor”. Talvez seja isso mesmo. Samuel é aquele piá empolgado, apaixonado e que calça chuteira vermelha e preta número 24. Indiozinho que tem desde o nascimento a paixão correndo nas veias. Um guri que arranca aplausos, sorrisos e enche de orgulho quem o vê. É a materialização da paixão Xavante ali, perto de todos nós, dentro de campo, chutando a bola, correndo mais do que todo mundo e acertando o resultado final da partida. Enquanto houver um Samuel ansioso para entrar em campo TRAJADO com o uniforme rubro-negro o Brasil continuará vivo. Talvez o Senhor o tenha chamado para mostrar a toda tribo que o nosso sangue e a nossa raça ainda estão IMPREGNADOS naquele estádio. Salve o Samuel!, salve o Brasil!, o Campeão do Bem-Querer.

As fotos são de Jéssica Gebhardt.

“Corre, Samuel. Corre!”,

Pedro Henrique Costa Krüger | @pedrohckruger

Publicado em Avenida, Brasil de Pelotas, Entrevistas com as tags , , , , , . ligação permanente.

23 Respostas a Samuel, bom de chute

  1. Wagner diz:

    Sensacional.

  2. Marcos diz:

    Caramba, é a tradução do que sentimos sendo Xavante e não conseguimos encontrar letras para descrever.

  3. Tchê, o guri é “demás”!
    Tudo o que vem dele é espontâneo, o pai não pede pra ele fazer.
    Após entrar em campo com a escalação, o guri foi pra trás do MURALHA Luiz Muller e sumiu. Quando fomos ver ele estava cumprimentando todos os reservas e também o Rogério Zimmermann, que perguntou qual seria o placar e, sorrindo, largou: “Ah, mas aí queres demais”.
    Eu não consigo imaginar o orgulho e a felicidade de um pai Xavante ao presenciar isso.
    É indescritível.
    Valeu, GRANDE Samuca!
    És a paixão rubro-negra em pessoa.

  4. Samuel é a prova material de que jamais morreremos. Grande texto, Pedrão. Obrigado, cara

  5. ronita borges diz:

    È isso ai Samuel,fico emocionada de te ver correndo e sendo ovacionado pela nossa torcida,e fico envaidecida por te conhecer desde pequenininho e saber do teu amor pelo xavante.E adoro sempre que passo em frente a sua casa e pergunto,e ai Samuel foi ao jogo ontem ele responde e me fala o placar é muito lindo esse menininho.

  6. Fabricio Bentes Gomes diz:

    Esse guri é o orgulho do pai. Parabéns Momô.

  7. Alexandre diz:

    Espetacular. Histórias como essas nos fazem sonhar e amar o futebol.

  8. Charles Guidotti diz:

    Nossa ao ler essa história eu e meu pai se emocionamos aqui. Por que, quando era pequeno meu pai me levava e eu entrava com o time em campo…foi anos mágicos na minha vida…cheguei ao ponto de virar garoto propaganda das lojas paqueta para a venda do Uniforme xavante…Adorava correr em direção da torcida xavante e chamar ela….e aquela massa se levantava e cantava com toda paixão e fervor!!!
    O Cassio dizia: Cade o Gordinho? hahahaha
    Ser xavante é algo que vem no sangue…vc não se torna xavante…vc é xavante!!!
    E o Samuel, é mais um exemplo!!! Grande Samuel!!!

    abraço

  9. italo diz:

    Esse guri é o melhor de todos,passei por ele esses tempos,jogo rolando e ele grudado na tela com o pai dele,gritando pro time : Faz um gol pra mim!!!! é uma figuraça,que nos enche de orgulho de ver o nosso “esquadrão” se renovar,e Pedro,parabéns,texto sensacional cara. abraço aos 2.

  10. Jaqueline diz:

    Muito emocionante ler esta história.
    Eu que estou longe de Pel me senti representada pelo Samuel com relação ao amor pelo Xavante. Menino que já apresenta personalidade forte e grande coração.

  11. pedrohckruger diz:

    Obrigado pelos comentários, pessoal! O Samuel é uma figuraça e me encheu de orgulho com a demonstração espontânea de amor pelo Xavante.

    Abraço!

  12. Lilian Lima Corrêa diz:

    Parabéns!!!
    Ameeeeiiii a história, me emocionei!!!

    Valeu Samuca!!!
    Te acho o máximo!!!

    Bjos da Tia Lilian

  13. paulo morales diz:

    viva samuel _ XAVANTINHO _ MAsCOTE _ TALIsMÂ- faz o xavante ganhar sempre. excelente texto. parábens!

  14. Raquel e Henrique Braga diz:

    Samuel nao existe explicação para esta criança, sempre feliz, sorrindo de bem com a vida. Exemplo que todos deviam seguir, nome forte e Biblico, dai a explicação DEUS! Samuca amamos sermos teus professores!!!

  15. Hermano Ribeiro diz:

    Tchê,

    Tive o prazer de no dia 03/07 ir a Baixada assistir a semi final diante do Santo Ângelo mesmo sendo torcedor do Glória de Vacaria, mas como estava de passagem pela cidade e gosto das peleias segundinas…fui conferir ao jogo mas o que mais me chamou a atenção realmente foi o SAMUEL que segurava a bola com as mãos ia na linha de fundo e cobrava o escanteio, conduzia a bola para a pequena área e estufava as redes (de arrepiar diga se de passagem) e quando a bola entrava o estádio vinha abaixo realmente.

  16. Paulo Morales diz:

    É isso Samuel o xavantinho talismã! Dá-lhe Samuel

  17. Patricia Lazo diz:

    Samuel é o maior, lindo esse xavantinho, amo de paixão

  18. Marcelo Martins ( Revista Nosso Amiguinho ) diz:

    Quando Deus nos da um talento, devemos usa-lo. E é isso que você tens feito . Parabéns Samuel e especialmente há seus pais pela dedicação e esforço que tens com você…..

  19. que lindo teu filho Lúcia. meus parabéns querida.

  20. cleomar bandeira marques diz:

    toda ves que vejo a reportajem me emociono obrigado deus pelo meu fillho

  21. Paulo Morales diz:

    Eu tb – tamos torcendo pro momozinho dá uma fé nos brapéis e sermos campeão. E tb tamos torcendo prá momozão melhorá! Muita força prá vcs!

  22. Pablo Drummond diz:

    Sou torcedor do E. C. Pelotas, mas te digo, que baita texto, e parabéns a torcida xavante, pois antes de qualquer coisa somos pelotenses, e ver um guri desses com orgulho pelo clube é emocionante, mais uma vez parabéns…

  23. Marcelo diz:

    Diretamente de Ipojuca/PE, me emociono ao ler algo sobre o meu Xavante. Eternamente 100% Brasil!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *