Gran Finale Regado a Doce, Peixe e Paixão

aIMG_2366

O futebol nos guarda grandes surpresas. Apesar de muita coisa errada – ou no mínimo ESTRANHA – o mundo da bola consegue colocar frente a frente dois adversários acostumados a PELEAR pelos gramados do sul do estado numa final pela segunda vez no ano! Brasil e São Paulo de Rio Grande fazem clássico sensacional, tradicional e de muita rivalidade. No primeiro turno da (eterna segundona) série A2, os Leões do Parque levaram a melhor, conseguindo se recuperar da flechada sofrida em Pelotas e assim vencer com o MICRO-Leão-Dourado (ns) Luciano, o goleiro que pegou tudo e mais os penais.

Isto posto, a equipe do Toda Cancha vem por aqui por as ADAGAS na mesa e ilustrar o mapa definitivo sobre a  Grande Final do GRILLÃO 2013 que terá sua primeira perna na noite desta quarta-feira.

SÃO PAULO

Quase um mês treinando, treinando e treinando. Essa foi a rotina do Leão do Parque na interminável espera pelo adversário da finalíssima. Entretanto, chegou a hora. Depois de 28 anos, o Sport Club São Paulo volta a disputar uma final em nível estadual. A última, em 1985, mostrou para o RS a força da camisa rubro-verde, mais uma vez. Sampa campeão da Copa Bento Gonçalves contra o Internacional-POA, festa no Aldo Dapuzzo. Dessa vez, a farra derradeira terá que acontecer na casa do adversário, mas iniciará aqui. Assim como na final do primeiro turno, o adversário será o Índio Xavante. O sentimento de revanche que assola o outro lado da ponte trás consigo a chance do Leão colocar novamente as garras de fora, ou as luvas de São Luciano, se necessário for. 

15056042

ALEAS, se necessário for, Rudi Machado terá todo o elenco a disposição. A espera trouxe vantagens aos rubro-verdes, jogadores como Sertãozinho, Alê Menezes, Teko, Sapata, voltam em condições de jogo, o que não acontecia nas últimas partidas da primeira fase.

Será uma despedida gloriosa da Divisão de Acesso. Um adeus sem previsão de volta. Exorcizamos o fantasma da B. Comemoraremos com muita festa, música, futebol e, porque não, taças. Difícil será, mas já provamos que eficiência é o nosso nome do meio.

27419_zoom

Tal qual um GALGO pela taça,

Matheus Almeida 

BRASIL

O Brasil, para o alívio geral da nação, conseguiu se sair bem do GOLPE que foi perder a primeira chance de voltar à Série A logo para o rival. O acesso havia permanecido no outro lado da ponte. Só que a tribo Xavante acendeu a fogueira no meio da tribo e resolveu declarar guerra a todos, incluindo outros índios! Nada poderia pará-los. Os índios rubro-negros fizeram novamente grande campanha, aplicando série de goleadas nas partidas finais e se tornando, assim, campeão do returno. Além de vencer na bola os adversários, os rubro-negros venceram as teorias, as acusações e as dificuldades de jogar pressionado.

Para as duas próximas finais envolvendo índios e leões, rubro-negros e rubro-verdes, fanáticos e fanáticos, há a certeza de grandes emoções e DUELOS nos gramados do sul. Ambos querem vencer. O Brasil está ENGASGADO e quer VINGANÇA. O Sampa quer vencer para DERRUBAR DE VEZ o índio que tenta caçá-lo. Não há favoritos, não há mais espaço para brincadeiras. Os Xavantes estão embalados, mas desgastados da última partida. Os Leões estavam treinando, estão com toda a energia, mas não disputam algo SÉRIO há algum tempo. O que me resta é torcer, amigos. Do outro lado há adversário que respeito, mas não temo!, porque índio Xavante NÃO TEME A PRÓPRIA MÃE! (ns)

aIMG_5216

Com o arco e a flecha na mão,

Pedro Henrique Costa Krüger

(As fotos são dos sítios do Brasil de Pelotas e do São Paulo)

Publicado em Brasil de Pelotas, Clubes Gaúchos, Divisão de Acesso 2013, São Paulo-RG com as tags , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

4 Respostas a Gran Finale Regado a Doce, Peixe e Paixão

  1. Everton Braga diz:

    É isso aí, Matheus e Pedro. Parabéns pelos excelentes textos. Não obstante nossa rivalidade e nossas diferenças, o certo é que essa final coroa a persistência e a luta de dois dos maiores clubes do RS, se não hoje em termos de patrocínio e infraestrutura, com ctz por sua tradição, torcida e força de resistência, diante de um estado onde todas as forças conspiram a favor da hegemonia GRENAL e, consequente e infelizmente, contra os clubes do interior.

    Que esta final seja o início de uma nova era para os clubes tradicionais do interior do RS, uma era de prosperidade, crescimento e desenvolvimento. Por que somos os herdeiros de um passado de glórias que, como vimos no decorrer do campeonato, ainda carregamos, vivo e intacto, dentro de nossos milhares de corações.

    Nós, que amamos nossos clubes do interior e acreditamos na utopia de que os mesmos podem e serão viáveis e fortes novamente, agradecemos de todo o coração a pessoas como vcs, Matheus e Pedro, por compartilharem esse amor e essa crença com todos nós.

    Forte abraço pra vcs, e VIVA O FUTEBOL DO INTERIOR!

    P.S.: Sampa 2 x 0 Xavante; Xavante 3 x 1 Sampa :)

  2. Luciano, grande abraço. Teu time é fôlego curto como o teu. Vai pegar quatro lá dentro, vai

  3. Luciano, abraço. Tira o galho de arruda atrás da orelha e vai pegar quatro lá dentro, vai. Teu time é fôlego curto como o teu…

  4. Matheus Almeida diz:

    #1 Valeu, Everton. Não estamos fazendo nenhum sacrifício ao falar dos nossos clubes. Aos poucos vamos recuperando a força da Zona Sul e voltando a enchouriçar a vida a dupla. Abração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *