Guia Terceirona Gaudéria 2013 – Parte I

Grêmio Esportivo Bagé 1983

Agosto, o oitavo mês do calendário cristão, sempre esteve envolto nos mais candentes e diversificados mistérios, dos ventos peculiares aos perros que perambulam sem destino por ruas concretas e confusas. É assim, quando a geada queima os campos e amedronta os fracos de coração, que o candeeiro desce à meia luz para que as moças escolham o par e comece o sarandeio. Sim, vem aí mais uma Terceirona Gaudéria. A mais democrática também atende pelas alcunhas de Segundona Gaúcha, Segunda Divisão e Série B, e assim tem tantos nomes quanto essa gente que chamam rude e que empresta sentido para o mais longínquo rincão da Província de São Pedro do Sul.

Com quatorze conjuntos na disputa, nesse ano o certame transcorrerá nos moldes das outras duas divisões, ou seja, os quadros estão divididos em duas chaves, cada uma com sete times. No primeiro turno a briga de foice no escuro colocará frente a frente os dois grupos e no segundo a degola acontece nos contornos de cada chave. A partir da segunda fase nos dois turnos, a competição é no mata-morre. Os três melhores quadros ascendem do MATAMBRE 2014 e continuam sonhando com a possibilidade de engraxar o bigode num futuro COSTELÃO.

E veio quase todo mundo para sacudir o esqueleto no fandango desse ano. Na chave A, destaque para o projeto do Futebol Clube Marau que ingressa na vaga deixada pelo Clube Atlético Carazinho. E também para o retorno aos campos do Palmeirense, depois de um período de recesso o Leão das Missões despertou e almeja uma caçada exitosa. O grupo ainda conta com dois rubro-negros que descenderam do Acesso no ano passado: 14 de Julho e Sapucaiense. Já na chave B, quem regressa ao convívio das gentes é o 15 de Novembro de Campo Bom. Ainda é imperativo destacar o Guarani de Venâncio Aires, o Milan de Júlio de Castilhos e o eterno Vovô Rio Grande, os três rebaixados na Divisão de Acesso 2012 – certame que contou com SEIS passagens só de ida para o inferno (além dos citados, também caiu o Juventus de Santa Rosa que pediu o boné neste ano).

No mais, também desfilarão a Associação Nova Prata e a Associação Garibaldi, ambas representando a Serra; a dupla Ba-Gua pela Rainha da Fronteira; e os tauras do clássico Ta-Tu: TAC e Tupi de Crissiumal.

Não palpitaremos sobre galácticos e possíveis surpresas, tampouco sobre os desenganados, pois julgamos que já está faltando espaço no mundo para tanto esoterismo ludopédico. No entanto, como de bobos só temos a cara e o jeito de andar, deste ponto em diante apresentaremos brevemente os conjuntos que atenderam o chamado de suas gentes e fardarão na Terceirona Gaudéria. Essa primeira parte é dedicada ao GRUPO A.

14 escudo

E.C. 14 DE JULHO

Será sob o comando o portoalegrense Sergio Rios, um conhecedor da aldeia, pois foi arqueiro do ARMOUR, que o LEÃO DA FRONTEIRA irá em busca do PULO para a Divisão de Acesso 2014. O ENTRENADOR do Leão contará com dois experientes ARQUEIROS Fabiano (ex-Nacional/URU, Avenida, Brasil/Pel) e o DOBLE CHAPA Yai. Como arma ofensiva, o escrete santanense tem a velocidade do lateral Moisés e do meia-cancha Alexandre, além de toda a CÁTEDRA de Delmer.

Já em épocas derradeiras da preparação pra competição que está a um passo de iniciar, o 14 de julho enfrentou o Guarany de Bagé em um amistoso, que de amistoso não teve nada.  Embalados por uma típica confusão no segundo tempo e com jogo bastante pegado, o homem do comando, Sérgio Rios aprovou o time que estreia no dia quatro, no Estádio da Pedra Moura, em Bagé contra o próprio Bagé. Fazendo sua primeira partida em casa somente no dia sete, quando recebe o Guarani-VA.

No primeiro turno, quando acontece a disputada de chave contra chave, o 14 de Julho jogará quatro jogos dentro do seu estádio, contra Guarani-VA,Tupi, Milan e 15 de Novembro, e três fora, Bagé, Três Passos e Rio Grande. Mais uma vez cabe ao rubro-negro fronteiriço ser o expoente futebolístico máximo da Fronteira Oeste no ludopédio gaudério.

TIME-BASE: Yai (Fabiano;) Moisés, Jardel, Bruno e Luís Paulo; Alexandre, Vando, Dunga e Vinícius; Delmer e Michel. Treinador: Sérgio Rios.

A_-_GU~1

GUARANY .F.C

Trazido sob as mãos CALEJADAS de Leco, vem o único escrete interiorano a ostentar a INSÍGNIA de ser bicampeão gaúcho. Este é o tradicionalíssimo alvirrubro bajeense, o Guarany de Bagé que, após ficar pelo caminho na Segundona 2012, tenta novamente ascender para o GRILLÃO.

A equipe que se prepara desde o dia 3 de Julho, traz em seus quadros nomes rodados no futebol pampeano. Destacam-se os meias Cléber Oliveira e Zé Anderson, o INFINDÁVEL zagueiro BICUDO e o Clã Saraçol, representado por Diego e Tiago. Nos amistosos preparatórios, a impressão foi boa. Vitória sólida contra o Rio Grande e um tradicional empate BÉLICO contra o 14 de Julho.

O clima no Estádio Estrela D’ alva é de otimismo e de grupo unido para o início das pelejas, motivado por jaquetas fornecidas pela ADIDAS, assim como uma inusitada parceria com a Winner Manager, empresa italiano de jogos ONLINE, este é o PORTFÓLIO do Guarany para um acesso que, nas próprias palavras da diretoria, precisa ser nesse ano.

Lembrando que a primeira partida do time da RAINHA DA FRONTEIRA será na próxima sexta-feira contra o 15 de Novembro, em Campo Bom. Diante dos seus, o alvirrubro só estreia na quarta-feira, dia 07, perante um jalde-negro que não é seu co-irmão Bagé, e sim o brioso Três Passos.

Time-base: Luli; Marcelo Oliveira, Bicudo, Ilson e Diego Saraçol; Max (Almir), Ivan Lima, Dênio e Cléber Olveira (Tiago Saraçol); Alan e Marcão. Técnico: Leco.

a - garibaldi

ASSOCIAÇÃO GARIBALDI DE ESPORTES

A Associação Garibaldi de Esportes, fundada em 1998, é um dos representantes serranos na SEGUNDONA 2013. Seu pavilhão traz a alcunha de Estádio Alcides Santa Rosa. Na corrente temporada, o time visa ultrapassar a sua campanha de estreia, quando em 2004 chegou a segunda fase da hoje Série A-2. O Tricolor da TERRA DO ESPUMANTE terá na beira da cancha, Joel CAVALO como seu comandante para brigar por uma das vagas para a SUBIDA.

Com a bravura do herói FARROUPILHA e ancestral de “Il Mulo” Franco, Giuseppe Garibaldi, a forte marcação será a grande arma da equipe, que será comanda por LAURO (ele mesmo, o mito ex-PAPO) nas peleias estado a fora, além dele outros importantes nomes da equipe são Benatti, com passagens por Almería(ESP) e Pelotas; Volpini, bastante conhecido da torcida e Anderson FEIJÃO, que jogou pelo Esportivo no Gauchão e pelo Glória na Divisão de Acesso.

TIME-BASE: Baiano; Ivan (Jefinho), Alan, Renato (Danilo) e Natan (Teco); Zanchettin (Stefano), Lauro, João Cléber (Uilliam) e Anderson Feijão; Vinícius e Jonas (Pepe). Técnico: Joel Cavalo.

FC-Marau

F.C. MARAU

Direto dos campos noroeste do PAGO RIO GRANDENSE, aparece o DEBUTANTE da divisão inferior do TARSÃO. Em uma cidade colonizada pelos moradores da terra da bota, onde TOCAR REBANHOS e cuidar das suas plantações são as principais fonte de economia, surge o Marau Futebol Clube, clube que chega no COSTELÃO DE SEGUNDA 2013 como principal INCÓGNITA após a desistência do Clube Atlético Carazinho, que sem previsão de apoio, ficou sem PILAS para disputar a competição.

Para tornar viável a participação do clube no certame, o tricolor MARAUENSE contou com apoio de empresários e da prefeitura do POVOADO que cedeu o estádio Carlos Renato Bebber, localizado dentro do Parque Municipal Lauro Ricieri, para disputa do PEBOLIM GAUDÉRIO. Esta mesma CANCHA foi usada para mando de campo do Gaúcho de Passo Fundo em 2010 para prática do “quem não faz, leva”.

Como grande TRUNFO da equipe, está o sempre LENDÁRIO, o VELHINHO BOM DE BOLA Sandro Sotilli, que aceitou o desafio de guiar o Marau mesmo beirando a plenitude de sua existência. O elenco comandando pelo PROFESSOR Ricardo Atollini, ex treinador da dupla de Passo Fundo, conta com jogadores de confiança do técnico, que contribuíram para o acesso do EC Passo Fundo a primeira divisão, como os zagueiros: Bergamin e Glauber; os volantes Danilo e Marcos, assim como o meia Da Silva, que já estão incorporados ao elenco tricolor.

Pensando na preparação para a CHARMOSA terceirona, o clube realizou o primeiro jogo de sua história no último sábado, onde em seus domínios, com a presença de 200 BÍPEDES, o clube foi derrotado pela equipe do EC Palmeirense pelo ESCORE de 3×2.

Time-base: Grahl; Ronaldo Inácio, Bergamin, Glauber e Volnei; Danilo, Marcus, Da Silva e Miguel; Sandro Sotille e Davidson. Técnico: Ricardo Attolini.

a - assoc nova prata esp

ASSOCIAÇÃO NOVA PRATA DE ESPORTES

E o Estádio Dr. Mário Cini está a todo vapor! O TRICOLOR PRATENSE que até 2011 participava somente de jogos amadores pelos CONFINS de nosso estado, bandeou-se rumo à PROFISSIONALIZAÇÃO através de convite da FGF para disputar a Copa Laci Ughini. A partir daí iniciou suas APARIÇÕES na hoje SEGUNDONA gaúcha. O NOVA PRATA já tem técnico definido e atletas apresentados, e com isso já começou sua preparação para o BARRÃO 2013, na busca de uma das três vagas para a Série A-2 de 2014.

Everaldo Medeiros Alves, volta a ser o DONO da casamata tricolor, depois de boa campanha no campeonato do ano passado em que o time chegou as quartas fazendo uma boa campanha, sendo eliminada pelo BAGÉ depois de peleias PARELHAS, mas os resultados de 1 x 0 e o empate em 1 x 1 fizeram com que o time da serra recomeçasse neste ano a busca pela ASCENSÃO!

O time do nordeste gaúcho novamente irá contar com a participação de atletas das categorias de base, como Rafinha e Bottin, e além dos novos atletas, também aparecerão umas LATAS já conhecidas da torcida, como o goleiro Bastos, o zagueiro Fernando Ramos e o meia Vandré.

Começada no dia 1º de julho, a preparação para a tão almejada vaga segue em ritmo acelerado, com treinos fortes e intensos para encarar o RIO GRANDE na estreia do campeonato. Coube ao NÓIA ser o primeiro grande desafio dos GARBOSOS pratenses e os poucos FORTES que foram ao Mário Cini, viram o time da casa conquistar um bom empate em 1 x 1 com um golaço em uma VOLEIO-BICICLETA de Vanderlei aos 46 minutos da etapa complementar para conseguir a igualdade.

TIME-BASE: Bastos; Diogo Bahia, Fernando Ramos, Cantarelli, Airton; Benhur, Índio, Bottin, Vandré; Rafinha e Cleiton “Cruch”. Técnico: Everaldo Medeiros.

941967_172966679532464_313008740_n

E.C. PALMEIRENSE

Após 10 anos com as portas fechadas, o Esporte Clube Palmeirense reabre e neste mesmo ano retorna ao futebol profissional para disputar a TERÇA VISCERAL desta terra. Com força máxima, o clube terá novamente o apoio de sua torcida organizada e também de dirigentes influentes de clubes da capital do Estado (ns).

Fundado em 27 de maio de 1919, o Leão das Missões viveu os principais momentos de glória com, o hoje técnico, Ronaldo Bagé – quando conquistou o tão almejado acesso a elite do futebol gaúcho, no ano de 2001. Além do retorno do experiente comandante e ídolo do torcedor palmeirense, o grupo de atletas já está encaminhado para começar a competição.

O elenco conta com 25 jogadores, alguns vindos das categorias de base do Grêmio, outros revelados nas categorias de base do União Frederiquense, alguns mais rodados pelo futebol gaúcho e mais alguns pratas da casa. Todos seguem treinando forte, desde julho em pré-temporada.

O início da caminhada do Palmeirense será em Três Passos, contra o TAC, no próximo dia 4. A estreia dos XIRÚS MISSIONEIROS ocorrerá no estádio Luciano Ferreira Martins, em Palmeira das Missões, diante de sua CATERVA será no dia 14, contra o Grêmio Bagé.

É com grande expectativa e ansiedade, que toda a comunidade palmeirense aguarda a reestreia da equipe em uma competição oficial. O objetivo principal desta retomada, é conquistar mais um acesso a Série A, já em 2014. Com BAGÉ a frente do comando técnico, não é de se assustar se isso, de fato, chegar a se concretizar.

Time-base: Felipe Gallas; João Henrique, Gil, Betão e Negretti; Ganzer, Willian Bones, Jonathan e Lima; Yur e Anderson. Técnico: Ronaldo Bagé.

a - ge sapucaiense

G.E. SAPUCAIENSE

O rubro-negro da terra do ZÔO sonha alto para a disputa da SEGUNDONA pampeana e, para tal, não mede esforços para traduzir toda essa busca em nada diferente do que, no mínimo, o acesso. No ano em que completa 72 anos e muito se fala sobre a construção de uma arena no lugar de onde está o Estádio Arthur Mesquita Dias, o intuito nada mais é do que reviver o passado recente, quando o SAPO disputou a Copa do Brasil e, um pouquinho mais atrás, esteve na elite do TARSÃO.

Apostando em figurinhas carimbadas por passagens auspiciosas por SAPUCA, tais como Evandro, Cirilo, Douglas T-REX e Gilian, a direção do time METROPOLITANO afirma que a temporada 2013 não pode passar em branco. Quem tem a responsabilidade de conduzir isso tudo é Luciano Corrêa, recém saído da AER Santo Ângelo.

A sensação que fica é a mais extremista possível. Pois, das duas uma, ou este elenco GALÁTICO do Sapucaense engrena ou será uma estrondosa decepção. Para conferir este causo, só mesmo descendo na Estação Sapucaia do SURBÃO.

Time-base: Eliandro; William, Cirilo, Valença e Rafael Gaúcho; Douglas T-Rex, Evandro, Maicon Sapucaia e Tiago Matos; Fábio Alemão e Gilian. Técnico: Luciano Corrêa.

Foto “capa”: Grêmio Bagé em 1983 (Fonte: http://futebolgaucho.tumblr.com)

Continua…

Aguante!

Equipe Toda Cancha

Publicado em 14 de Julho, Associação Garibaldi, Associação Nova Prata, Futebol Clube Marau, Guarany de Bagé, Palmeirense, Sapucaiense, Segunda Divisão 2013, Terceirona 2013, Toda Cancha com as tags , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

3 Respostas a Guia Terceirona Gaudéria 2013 – Parte I

  1. Franco Garibaldi diz:

    Pior que deve ter quem SONHE em achar algo parecido em outro lugar. Como diz o tiozinho aquele da rádio para djóvens, “só aqui!”. Baita trabalho, gurizada! No aguardo da parte 2.

  2. Pingback: Guia Terceirona Gaudéria – Parte II | Toda Cancha

  3. Márcio Ricardo de Oliveira diz:

    Acredito que este ano é o da virada para o Sapucaiense….com estes reforços que chegaram vamos conquistar uma das três vagas e quem sabe o título….para que em 2015 voltamos a elite do futebol gaúcho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *