És forte meu time Índio!

nprodrigo13Rodrigo, o salvador

Conseguimos! Na tarde de ontem o Guarani garantiu a classificação à próxima fase do primeiro turno da Terceirona. Resultado conquistado com muito mérito no estádio Mario Cini, em Nova Prata.

O clube disponibilizou ônibus para a torcida SUBIR a Serra. Chegando lá, o clima úmido cooperava para uma peleia difícil e desgastante, ainda mais para o Índio combalido que vinha vitorioso de duas batalhas no meio da semana, incluindo uma com gol aos 49 do segundo tempo. Há de se ressaltar o excelente trabalho do fisicultor Alex Klafke, que fez com que a equipe aguentasse o TRANCO desta tropeada com vigor, mesmo em gramados pesados.

Um olho no peixe e outro no gato, assim estavam TODOS os presentes na cancha, já que ambos acompanhavam outros resultados. Poderiam se classificar perdendo e serem eliminados em caso de vitória! Bizarro, mas sensacional. O problema é uma fórmula dessa na mais deficitária competição do pago.

Começa o jogo e os Serranos ameaçavam, mas o Índio estava melhor na partida. Bastos, que fardou na Terra do Chimarrão em 2011 e Rodrigo tiveram trabalho para conter as investidas de ambas representações. Entretanto, aos 31 minutos, Rafael Bitencourt, em falta lateral, alça bola na área, no BATE-REBATE típico a bola procura o artilheiro do certame, Luan, que vence o arqueiro Pratense. E assim se acabou a primeira parte.

Antes do início do derradeiro período, o Garibaldi marca o seu gol contra o Tupi, assim sendo o Rubro-Negro estava mais tranquilo para focar na segunda parte. Logo após o Marau também fez o seu gol ante o Três Passos. Mas o que era para ser tranquilo, complicou-se, mesmo com a expulsão de Airton, pela representação locatária. Os Mateiros, por sua vez, sentiram o cansaço das três pelejas em seis dias e os PLATENSES foram ao ataque.

Aos 43 minutos, após pressão segurada pela sólida defesa rubro-negra e sobretudo pelo guarda-metas Rodrigo, o Guara não aguentou e cedeu o empate. Gol chorado de Éder Ceccon. Os minutos finais seguiram com pressão local e milagres do goleiro mateiro. Vinícius Masiero foi expulso ao final do confronto por reclamar de impedimento.

Final de jogo, 1×1 e classificação assegurada como líder do grupo B, com 14 pontos, um a mais que o Tupi, o outro classificado. O escrete Pratense acabou eliminado.

Estádio Municipal Doutor Mário Cini – Nova Prata

Nova Prata 1 x 1 Guarani

Gols: Luan (31’1T) e Eder Ceccon (43’2T)

Nova Prata: Bastos, Bottin, Cantarelli, Airton e Fábio; Rogério Patrola, Índio, Vandré e Rafinha; Jean Dias e Éder Ceccon. Entraram: Pedro, Diego e Deni. DT: Everaldo Alves

Guarani: Rodrigo, Betinho, Márcio Nunes, Vinícius Masiero e Pastel; Rangel, Éder Lazzari, Rafael Bittencourt e Alexandre; Clodoaldo e Luan. Entraram: João Taquari, Bruno e Rodolfo. DT: Chicão

Onde se separam os índio véio dos piás

Chegou o mata-mata. O inimigo é o Sapucaiense, segundo colocado na chave A, que recebe o Guarani às 15 horas de quarta-feira no estádio Arthur Mesquita Dias para a primeira PERNA da semifinal. A segunda será no Edmundo Feix que deverá estar abarrotado no domingo as 16 horas, já que não teremos os queridinhos da Federação em campo.

Para o primeiro jogo, Vinícius Masiero e Rangel estão de fora, suspensos. Teda e Márcio Nunes são dúvidas, assim como o cacique da tribo Éder Lazzari.

O vencedor deste confronto pega o vitorioso de Tupi x Marau, que se enfrentam na quarta em Crissiumal, e terça que vem na Arena Bebber.

Agora é a hora do time que mostrou uma defesa sólida, ataque efetivo e um condicionamento físico acima da média nos brindar e garantir um mate mais verde em 2014. Para tanto, é primordial o apoio da comunidade. Que precisa comparecer mais do que nunca e fazer do Edmundo Feix o caldeirão dos Vales.

Cumpleaños

Guarani de Venncio Aires 1991

Primeiro Guarani na elite do COSTELÃO, em 1991

Hoje é dia de festa! O Esporte Clube Guarani completa 84 anos de vida. Em um momento muito melhor do que o último, e o melhor (ou não), em atividade, algo que não ocorria desde 2008, quando na Copa regional apresentamos Edenílson ao mundo! O momento vivido é o melhor desde então, quando estávamos no octogonal final da Divisão de Acesso. A chance é de acesso, como em 2006. A base é mais uma vez responsável pela maioria do elenco.

Bueno, este é o aniversário marcado pela esperança e renascimento do Rubro-Negro MAIOR DOS VALES! Fizemos por merecer está qualificação, mas como já disse, entre merecer e conseguir a distância é grande, porém o trabalho está sendo realizado de uma maneira brilhante.

O que importa é que eu acredito, não cegamente, mas sim por haver razões para acreditar que voltaremos!

Foto: Portal RVA e Futebol Gaúcho tumblr

Te amo desde guri;

Règis Nazzi

Publicado em Associação Nova Prata, Guarani-VA, Segunda Divisão 2013, Terceirona 2013 com as tags , , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *