Alguém acorda a defesa, por favor?

DSC08469

O Periquito voltou pro ninho na fria noite de quarta-feira e dona de uma bela lua depois de conquistar uma vitória e uma derrota longe dos domínios. Peleia difícil, contra os vermelhos da capital que contavam com a estreia de Clemer no comando. A torcida criou coragem e compareceu aos Calípios, não foi aquela coisa que se diga “nooossa como tem torcida!” mas tinha.

A qualidade da equipe vermelha é indiscutível, bem como o tamanho dos caras, o 9 dos caras parece jogador de vôlei, basquete, handebol… de tudo, menos de futebol. ALEAS, não tardou para que seu desentrosamento com a redonda fosse notado. Mas se de um lado a alta qualidade era vista, no outro a enorme vontade de jogo prevalecia.

Torcida se encolhia na arquibancada enquanto o policiamento não chegava e a peleia não tinha permissão pra rolar. Lá pelas tantas, os homens da lei adentraram o portão dos Calípio e a bola rolou. Até os vinte minutos de jogo, a bola mal saiu do meio campo. E quando saiu, aos 25 minutos o Avenida foi ao ataque e abriu o placar com um ZAGUEIRO. Paulinho estufou a rede dos colorados e abriu o marcador.

Porém, a torcida ainda nem havia parado as comemorações quando o Inter acordou, foi ao ataque e empatou a peleia com Eduardo, ou com gol contra da defesa do Avenida, nunca saberemos. E quando o povo já pensava em descer pra comer o cachorro quente dos Werner, Alex chegou na área do Periquito e quase que em câmera lenta virou o marcador. Clemer rumou ao vestiário com a vitória parcial e Lúcio pensando no que fazer pra reverter o placar.

DSC08501

De volta pro segundo tempo e nada havia mudado em relação a segunda etapa, isso na forma de jogar, porque os homens do comando fizeram um festival de trocas nas equipes, gastando todas as fichas possíveis. Entre os que Lúcio SACOU de campo, destaque pro camisa 6, Didone que desde o início da peleia foi um dos que mostrou mais vontade dentro das quatro linhas, ajudando na defesa, no meio campo e por vezes se arriscando ao ataque. No lado vermelho, o destaque foi mesmo pros cabelos estilo ninho de passarinho que eram notados em dois a cada três jogadores.

Não demorou pra que os cueras da capital ampliassem o placar, outra vez com gol quase em câmera lenta, e ainda fecharam o placar em 5 x 1, com gols de Bruno e Andrigo duas vezes. Fim de papo e o chocolate quente estava servido pra aquecer os alviverdes. Estes que voltam a campo novamente no ninho, no sábado pós-feriado pampeano, diante do 15 de novembro as 15:30 hrs.

(Imagens da cancheira Sabrina Heming)

Levando no lombo, mas ainda confiante no time

Sabrina Heming

Publicado em Avenida, Copa FGF Sub-19 com as tags , , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *