Com classificação assegurada, Caxias só empata em casa

Tripodi

Eram 19 horas de um sábado que prometia tempo bom, mas estava apenas 10ºC e a chuva era esperada. Com o empate do Betim com o Madureira, a vitória do Vila Nova sobre o Guarani e o Macaé ganhando do Mogi, Caxias entrava em campo classificado.

O técnico Picoli, além de não poder escalar o atacante Charles Chad por conta do cartão vermelho na última partida, não podia contar com o lateral Dick e o volante Jonathan, ainda lesionados. Mesmo assim, o técnico grená não teve muitos problemas para escalar o esquadrão e foi a campo com Douglas, Felipe Correia, Tiago Pagnussat, Jean e Dener, Baiano (Zé Mário, 3/2º), Alisson, Wallacer e Cacá (Rodrigo Jesus, 28/2º), Zambi (Léo Korte, 34/2º) e Mariano Tripodi.

O Grêmio Barueri é o lanterna do grupo com apenas três vitórias em todo o campeonato, mas mostrou qualidade em alguns momentos do jogo. Era esperado, já que dependia do resultado daquele jogo para não ser rebaixado. O esquadrão grená jogava com calma, sem desespero, mas sempre buscando o ataque para marcar o gol da vitória. No entanto, a grande preocupação era o árbitro catarinense Rodrigo D’Alonso Ferreira. O mesmo das partidas contra o Resende pela Copa do Brasil e dos jogos da Série C contra Macaé, em casa, e Guarani, fora. O torcedor grená não tem lembranças boas dele.

Picoli

Os Bepes comandaram o primeiro tempo. Aos seis minutos, Zambi cruzou para Wallacer, que chutou forte, o goleiro Márcio defendeu e, no rebote, Tripodi cabeceou para fora. Zambi era o mais perigoso e, aos doze minutos, teve grande chances de marcar, mas novamente o goleiro paulista apareceu e praticou uma ótima defesa. Aos trinta e nove minutos, parecia a mesma jogada, mas Zambi chutou em cima do goleiro. Em ambas jogadas o atacante preferiu chutar de longe do que passar para Mariano Tripodi, que estava no meio da área, livre, de frente para o gol. Nas cobranças de escanteios, Tripodi conversava bastante com Zambi. No finalzinho do primeiro tempo, Wallacer cruzou para Jean cabecear, mas Márcio estava em ótimo dia e fez uma bela defesa.

O esquadrão grená poderia ter marcado seu gol ainda no primeiro tempo, mas com as boas interferências do goleiro Márcio, não conseguiu abrir o placar. Iniciava o segundo tempo e o gol parecia que iria sair a qualquer momento, pois o Barueri jogava apenas em alguns contra ataques sem muita força e queria garantir o empate. Alisson e Cacá tiveram boas oportunidades, mas novamente o goleiro da Abelha paulistana não deixava nada passar. Os visitantes começavam a aparecer no jogo, já que o Falcão não conseguia marcar seu gol. Foi então que a chuva apareceu, ela que já tinha dado o ar da graça em alguns momentos, mas bem fraca, fazendo com que o jogo ficasse mais parado, mesmo que o gramado do Centenário não tenha ficado com nenhuma poça d’água.

Aos vinte minutos, Zé Mário foi derrubado na área, a torcida pediu pênalti, mas o árbitro não assinalou. Na insistência da equipe grená, Jean foi derrubado na área e, dessa vez, o catarinense Rodrigo Ferreira marcou pênalti, para delírio dos mais de sete mil grenás no Estádio Centenário. Zambi esperou o goleiro Márcio definir o canto e bateu com qualidade. Seu quarto gol na Série C e décimo no ano, ainda artilheiro do Caxias no Brasileiro e na temporada.

ZambiGol

A vitória estava assegurada, a classificação entre os dois primeiros também, de forma que a equipe comandada pelo técnico Picoli se dava ao luxo de fazer faltas desnecessárias para alguns jogadores pendurados tomarem o terceiro cartão amarelo e folgarem na rodada seguinte, jogando a próxima fase zerados. Os cartões do goleiro Douglas, por atrasar o reinicio do jogo nas cobranças de tiro de meta, e do artilheiro Zambi, por ter tirado a camiseta depois do gol, foram tão comemorados pela torcida grená quanto o gol do carioca. Picoli até tirou Zambi para colocar o zagueiro Léo Korte, já que este será titular na partida contra o Duque de Caxias.

O Caxias tinha abdicado do jogo e só esperava o apito final, mas aos 44 minutos, em uma boa troca de passes, Renatinho entra na área grená e chuta colocado, marcando o gol do empate. Com apenas dois minutos de acréscimo, não tinha mais tempo para nada e o árbitro apita final de partida. Com o empate, o esquadrão grená continua em 2º colocado, com 29 pontos, dois a menos que o líder Macaé. Enquanto isso, o Grêmio Barueri continua na lanterna do grupo B, com apenas 14 pontos, dois a menos do Duque de Caxas (próximo adversário do Caxias) e do primeiro fora do Z2, o Crac, também com 16 pontos. Madureira em 7º, com 19 pontos, ainda pode ser rebaixado.

Marcio

Mogi Mirim, com 27, e Vila Nova, com 26 pontos, completam o G4. Ainda com chances aparece o Betim, em 5º, com 25 pontos. Guarani, em 6º, com 23 já não tem mais chances, pois se vencer, será apenas sua sexta vitória no campeonato, então é o único time que não tem objetivos na última rodada. A 1ª fase se encerra neste sábado, com todos os jogos do Grupo B às 19 horas. Além do Caxias enfrentar o Duque de Caxias fora de casa, teremos os confrontos diretos pelas últimas vagas e posições do G4: Betim x Mogi Mirim e Macaé x Vila Nova. O Grêmio Barueri enfrenta o Madureira e Guarani joga contra Crac.

Se o grená vencer, assegura pelo menos o 2º lugar e dependeria de uma derrota do Macaé para ficar em primeiro. Se o Caxias empatar ou perder no Rio, no máximo pode ficar em 2º, caso Betim e Macaé vençam, ou tenha um empate nessas partidas. Se o Mogi Mirim e Vila Nova vencerem, os Bepes podem ficar em quatro lugar. A última rodada do Grupo A encerra no domingo, com todos os jogos às 16 horas, e apenas o líder Santa Cruz já está classificado, com sete equipes duelando pelas três vagas restantes na próxima fase.

Fora de campo, o destaque é o torcedor grená. Nas últimas duas partidas, contra Crac e Vila Nova, foram arrecadados mais de R$ 2 mil em cada partida para a pintura do Estádio Centenário, que está ficando cada vez mais lindo, e o mérito é do torcedor Adriano Gardelin, que iniciou este projeto e está executando-o com outros grenás. Na última quarta-feira, a SER Caxias assinou o contrato de patrocínio máster com a Steca Edificações, empresa do Washington Stecanela Cerqueira (um dos sócios), para a reta final do Brasileirão da Série C. Valores não foram divulgados, nem mesmo os sobre a volta do Internacional a Caxias do Sul.

FALTAM 3 JOGOS PARA O ACESSO À SÉRIE B 2014!

Abraços,
Alan Fattori

(Créditos: Diogo Sallaberry/Agência RBS e Rafael Tomé/Assessoria S.E.R. Caxias)

Publicado em Caxias, Série C, Série C 2013 com as tags , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

3 Respostas a Com classificação assegurada, Caxias só empata em casa

  1. ricardo diz:

    bom em 1° lugar, blz classificamos, se tivessemos ganho estariamos brigando por 1° ou 2° lugar, para decidirmos a 2° em casa, nao precisava ter tomado aquele gol…pelo menos os pendurados todos vao jogar o mata-mata…..mas vamo la, quem quer subir nao pode escolher adversario (mesmo se pegarmos um c/ força politica)….vai ser dificil vencermos esse ultimo jogo, mas os outros times tb vao ter pedreiras, vamos aguardar quem vamos pegar….VAMOS CAXIAS FALTAM 3 JOGOS VAMOS SUBIR GRENAAAAAA…

  2. Daniel diz:

    Pra quê facilitar…Pra nós nunca foi fácil!
    Vamos suBir GRENÁ!!!!

  3. Guilherme Grená diz:

    Só digo uma coisa…. no próximo dia 27/10/2013, estarei de alma lavada e enxaguada com o acesso do Grená mais querido do Brasil.
    CHARLES CHAD = Gol do acesso!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *