No calorão veio a classificação

1381923_498750213556267_109197665_n

Campo Bom é mundialmente conhecida como a cidade mais quente da província gaúcha. Nos verões, as temperaturas esgotam qualquer vivente. Pois não é que em alguns dias de primavera o calor também chega na terra das ciclovias?! E quis o senhor do tempo que um desses dias fosse justamente na data da última partida do 15 no segundo turno da terceirona do tarsão.

Pra piorar (ou melhorar), existia um tal clássico nesse mesmo dia e como todas as peleias precisavam ser jogadas no mesmo momento, a turma do Tio Chico da loja de música marcou para as 11h da matina. A maior reclamação do povo em geral ficou por conta do atraso na hora do assado. Pois o domingo apareceu e com ele o calor infernal de CamBão. Devia beirar os 67,9° na hora que o apitador assoprou pela primeira vez para a pelota rolar para os donos da casa e os rubro-negros do Tupi. Estava iniciado a peleia mais importante dos últimos três meses para o 15.

Os cicloviários entraram em campo precisando da vitória para passar a próxima fase. Em vez do centroavante pau fincado, Sir Franco optou por dois SERELEPES para correr no calor. Depois de alguns minutos de peleja, parecia que seria aquela a despedida do 15 na Segundona Gaúcha. Na metade do tempo, o apitador parou para os boleiros respirarem e tomar uma água. Os mais guapos chegaram a pedir um mate verde.

1381313_498750040222951_1082082791_n

Depois do reinício, os dois times apenas amorcegaram para descansar mais 15 minutos e foram para o vestiário. A jogada mais disputada era fora do campo, na parte com sombra na goleira da piscina.

Na parte final do espetáculo de calor, era tudo ou nada para a galera das ciclovias. As bolas paradas que tanto ajudaram o 15 estavam descalibradas. O Itaqui sobrinho deixou a cancha estropiado na coxa e ficava com o Ronaldinho (Gramadense e não Gaúcho) a responsabilidade por aquilo que era conversado, já que treino há muito tempo não acontece pelas bandas do Schmitão.

Bem tranqüilo, o campeão do primeiro turno só esperava o erro do 15 para tentar o gol. A parada da água foi longa. O beck do Tupi precisou ir ao hospital e sem ambulância não tem jogo. Só depois de 12 minutos a bola voltou a rolar. Era tudo ou nada para o tricolor campo-bonense. O calor das 13h judiava de todos, e ninguém mais sabia como chegar ao gol. Pois não é que a alegria veio no final. Falta para o 15 pela direita e até o GiganGOtt foi para a área tentar biliscar a moça branca. Ronaldinho cobrou, ela viajou, passou pelo goleiro atacante, mas não pelo zagueiro Serjão. O taura mergulhou como se estivesse mergulhando na piscina que estava a 100m e desviou a bola pra rede. Alegria em Campo Bom. Ninguém mais sentia o calor. Só festa. Até os gandulas foram pra arquibancada comemorar e esqueceram do trabalho.

1375298_498750330222922_1415199545_n

Apito final e mais festa pelo 1 a 0. Os jogadores foram direto para a piscina e a torcida tricolor foi saborear aquela costela com a alma lavada.
Agora, tem o Marau pela frente. É o reencontro do tricolor com Sotilli, o homem que foi goleador do Tarsão pelo 15 lá no início do século. A torcida já quer outro calor, para que Serjão mergulhe na moça branca e a festa não cesse mais.

(Fotos de Renan Spengler/ Jornal A Gazeta)

Direto da terra das ciclovias e já com o clima mais ameno
Cássios Diogo Schaab

Publicado em 15 de Novembro, Segunda Divisão 2013, Terceirona 2013, Tupi de Crissiumal com as tags , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

4 Respostas a No calorão veio a classificação

  1. Fernando diz:

    Baita relato Cássios. E que jogo emocionante! Até ontem ainda tava rouco de tanto gritar pro juiz terminar a peleia depois do gol do 15.

  2. Jorge Lunkes diz:

    FU-TE-BOL, na sua simplicidade e essência. Foi isso que presenciamos no último domingo…

    E “Os jogadores foram direto para a piscina e a torcida tricolor foi saborear aquela costela com a alma lavada.” – LITERALMENTE.

    Parabéns pelo relato, jovem!!

  3. Rodrigo diz:

    Baita vitória do tricolor campo-bonense, que o Sady Schmidt continue sendo ponto de encontro de quem gosta de futebol. Parabéns pelo texto Cássios!

  4. Renan Spengler diz:

    Realmente, um baita texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *