Al otro lado del río, o Pentacolor

2013-11-30 12.59.26

O ano de 2013 começou catastrófico para o Veranópolis, a campanha pornográfica no primeiro turno fez tremer até os mais confiantes torcedores, no entanto, quando tudo parecia perdido o VEC alcançou a reviravolta e manteve-se na primeira divisão – desde 1994, diga-se, quando subiu sob o comando do caxiense Campeão do Mundo Tite – e este é o primeiro objetivo para o Campeonato Gaúcho deste ano, sobreviver, afinal não há dúvidas que o CHARMOSÃO 2014 será, como sempre, tal qual um rio dos mais TURVOS a se atravessar.

A situação financeira do VEC não é das melhores e alguns compromissos de 2013 foram pagos tardiamente, ainda assim o investimento no departamento de futebol para este ano se manteve praticamente igual ao do ano anterior. Em 2014 a diretoria pentacolor volta a ter duas pessoas na figura de Presidente do clube, Gilberto Generosi permanece e terá ao seu lado Waldemar de Carli que retorna ao cargo após 9 anos.

Ainda sobre decisões extra campo, o Pentacolor visando aumentar sua receita promoveu a terceirização do departamento de marketing contratando para tal uma empresa especializada de São Leopoldo que está responsável pelo site, redes sociais, plano de sócios, busca de patrocínio e ações juntos aos torcedores.

Plantel 2014:

O VEC, apesar de ser um time onde o futebol profissional funciona apenas em metade do ano, possui como prática costumeira a manutenção de alguns jogadores temporada após temporada, assim algumas figurinhas que compõem o plantel de 2014 são bastante conhecidas da torcida e do futebol interiorano gaúcho, a começar pelo técnico: Julinho Camargo de boa passagem pelo Pentacolor em 2013 segue no comando para este ano.

1546089_682818351770459_1305413087_n

Além dele continuam no time serrano: o inoxidável lateral direito Fininho, os meias Eduardinho, que já ultrapassou a marca de 100 jogos pelo Pentacolor, e Juninho e na frente o atacante Lê. Retornam ao clube após passagens por outras bandas o lateral Romano e o atacante Juba.

O restante de jogadores que compõem o grupo expõe claramente quais foram os principais critérios utilizados para a escolha. Além dos jogadores identificados com o clube foram contratados profissionais com experiência de disputa no Campeonato Gaúcho e outros que em algum momento foram treinados por Julinho Camargo em clubes fora do RS. Apesar Camargo já ter manifestado o desejo de contar com mais um zagueiro e talvez outro meia, a diretoria Pentacolor trata o grupo como fechado para iniciar a competição, ou seja, dará tempo para aqueles que aí estão mostrarem se podem ou não dar conta do recado e se precisar voltará ao mercado em busca de reforços É como diz aquele ditado: “O time é bom até deixar de ser”(ns).

Goleiros: César, Rodrigo Rocha e Wesley.
Zagueiros: Leonardo Dagostini, Tiago Gasparetto, Douglas Assis, Maury e Thiago Steffen.
Laterais: Fininho, Saraiva, Romano, Richard e Anderson.
Meias: Marcos Rogério, Eduardinho, Bruno Coutinho, Juninho, Glauber, Helton, Éder e Juninho.
Ataque: Juba, Lê, Maurizan e Soares.
Técnico: Julinho Camargo

Pré temporada e time base:

O Veranópolis realizou dois amistosos durante o período de preparação e os dois confrontos foram contra o Aimoré de São Leopoldo. Uma derrota por 1 a 0 no FARINÃO e uma vitória por 2 a 1 na cidade de Campo Bom. O amistoso programado para acontecer contra o Lajeadense não ocorreu devido ao aguaceiro que desabou sob o Vale do Taquari. Além dos amistosos foi disputado um jogo treino contra o Barracão, time amador de Bento Gonçalves, onde apenas jogadores considerados reservas estiveram em campo, o VEC venceu por 2 a 0. Em ambas ocasiões destacou-se o setor ofensivo do time da Terra da Longevidade, principalmente com Lê jogando centralizado e Juba alternando avanços pelas pontas.

Sem tíwetulo

Usando do recurso varzeano de realizar várias substituições por jogo e inclusive mais de uma com o mesmo jogador fica complicado estimar com um nível alto de confiança quem serão os onze iniciais escolhidos, porém com base nas características do 4-4-2 idealizado por Julinho em todas as partidas amistosas o time que estreará contra o Caxias no dia 19 no Antônio David Farina será provavelmente esse:

Time base: César; Fininho, Tiago Gasparetto, Leonardo Dagostini e Romano; Marcos Rogério, Bruno Coutinho, Eduardinho e Juninho; Juba e Lê.

A contar pela participação nos amistosos, estão também bem cotados com o técnico o zagueiro Douglas Assis, o volante Glauber e o meia Éder.

Sem as

Com o título de Campeão do Interior de 2012, a torcida iniciou 2013 com grandes esperanças que logo foram esmagadas pelo desempenho aquém das expectativas. Hoje ressabiada a torcida, de um modo geral, aguarda para 2014 um campeonato mais tranquilo, não ter a segundona baforando na nuca já será digno de alívio. A montagem do plantel e o discurso alinhado entre futebol e administração fazem crer que o VEC alcance uma boa posição na fase de grupos e a partir disso faça sua parte – incomodar – na fase eliminatória.

Munidos de “fé cega e pé atrás” o maior desejo é chegar ao outro lado com vida.

“Creo que he visto una luz al otro lado del río,
Yo mui serio voy remando muy adentro sonrío,
Creo que he visto una luz al otro lado del río,
Sobre todo creo que no todo está perdido,
Tanta lágrima, tanta lágrima y yo, soy um vaso vacío,
Oigo una voz que me llama casi un suspiro,
Rema, rema, rema-a. Rema, rema, rema-a,
Clavo mi remo en el água,
Llevo tu remo en el mío,
Creo que he visto una luz al otro lado del río.”

Da serra, milongueando uns troço;
Matheus Galli Primieri

A primeira foto é do autor, as outras foram retiradas de www.vec.net.br

 

Publicado em Gauchão 2014, Veranópolis com as tags , , , , . ligação permanente.

5 Respostas a Al otro lado del río, o Pentacolor

  1. Daroit diz:

    Que timão esse, até que enfim ajeitaram o VEC. Leonardo JESUS e o Lê eu queria no Lajeadense há anos.

  2. Natan Dalprá Rodrigues diz:

    Citação a Humberto Gessinger e para Jorge Drexler no mesmo texto, PRIMIERI, TU É FODA!

  3. Ander diz:

    Quando li “Al otrl lado del rio” achei que fosse uma referência ao Rio das Antas, já que as coisas sempre são um pouquinho mais complicadas daquele lado da margem.

  4. Matheus Primieri diz:

    Ander! Pensei em colocar, porém preferi deixar como uma referência subjetiva hehe.

  5. MARCO ANTONIO SCHNEIDER ARSEGO diz:

    BELA CRÔNICA DO MATHEUS, DETALHANDO CLAREZA A FOTOGRAFIA DO MOMENTO PARA O VEC. ESTOU HA MENOS DE 2 ANOS EM VERANÓPOLIS E TENHO ACOMPANHADO (DE LONGE) O ESFORÇO DOS DIRIGENTES PARA MANTER O CLUBE VIVO. CREIO QUE O PRINCIPAL OBJETIVO, POR ENQUANTO, DEVA SER MESMO MANTER O CLUBE NA PRIMEIRA DIVISÃO, ATÉ QUE SURJA UM MOMENTO MELHOR (FINANCEIRAMENTE FALANDO), QUE PERMITA AOS CLUBES DO INTERIOR SE REESTRUTURAREM E PODEREM SONHAR COM ALGO ALÉM DISSO. MAS CONCORDO QUE, MESMO COM TODAS AS DIFICULDADES, O VERANÓPOLIS MONTOU UM BOM TIME NESTE ANO. AO MENOS NO PAPEL. ESPERO QUE CONFIRME EM CAMPO. AGUARDEMOS…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *