Do fervo sobrou tudo empatado

16085281

Depois de alguns meses as bandeiras Pentacolores enfim voltaram a tremular no FARINÃO. Pela 1ª rodada do Gaúchão 2014 Veranópolis e Caxias se enfrentaram no último domingo, dia 19, em confronto que terminou empatado em 2 a 2 e mostrou, ainda que em inicio de temporada, ambos times tem tudo para serem protagonistas no certame.

Jogando em casa e empurrado pela torcida que compareceu em número mais que ótimo o VEC começou pressionando o time Grená e logo aos nove minutos abriu o placar. Romano inverteu bola da esquerda para a direita encontrando Juba que meteu a redonda por cima da zaga para Bruno Coutinho que sem marcação entrou área adentro e chutou por baixo do goleiro Douglas marcando o primeiro gol Pentacolor no COSTELÃO 2014.

goolllll

Com o mormaço instalado em Veranópolis e com a vantagem no placar o time da casa pôs a bola no chão e o adversário na roda. O primeiro e único chute do time do Radicci foi acontecer aos 19 minutos e foi certeiro. O zagueiro Pentacolor Leonardo Dagostini, elogiado até então pela torcida, ao invés de espanar elegantemente a bola tentou fazer graça e acabou oferecendo a bola nos pés do bom atacante Lucão que cruzou o campo até entregá-la a Lucas Dantas que cortou pro meio e de pé esquerdo buscou o canto de César EL LOCO Luiz para empatar a partida.

O gol sofrido foi um coice no ânimo do VEC que demorou a se acertar em campo, principalmente na parte defensiva. Por várias vezes o lateral direito Saraiva não voltou para recompor o que gerava um buraco pelo seu lado do campo. A dupla de volantes Marcos Rogério e Glauber, o Doug Glatt veranese, quase sempre levavam vantagens nos combates individuais, mas com a bola no pé as consequências eram passes esquizofrênicos e uma lenta transição de bola.

O empate tornou o jogo mais aberto e perigoso, para os dois lados. As duas zagas mostraram-se mal nas bolas áreas defensivas e cada bola alçada gerava uma tensão inigualável em seus torcedores. Perto do final do primeiro tempo em um lançamento quase perfeito entre a zaga Veranense surgiu o atacante Lucas Dantas. A bola foi um pouco longa e o arqueiro Pentacolor saiu da área para não tomar o gol, ambos se encontraram na meia lua da área e o atacante Grená levou a pior tendo a canela fraturada. Um lance de absoluta infelicidade, repito, ABSOLUTA INFELICIDADE onde não houve nenhuma má intenção por pare do goleiro César. Uma dividida de bola onde quem se mete assume o risco e por uma fatalidade a lesão acabou por ser grave.

fratura 11

Ainda antes do final do primeiro tempo em cobrança de falta pela ponta direita Romano alçou bola na área, no meio do entrevero não se sabe se alguém tocou ou não bola, o fato é que esta foi morrer no fundo gol. O êxtase da torcida Pentacolor foi entrevado pela marcação, duvidosa, de impedimento por parte do nobre bandeirinha.

Como não podia deixar de ser o jogo no segundo tempo permaneceu muito igual com criação de chances de gol e besteiras defensivas por parte de ambos os times, a única diferença porém foi o aumento do ímpeto Caxiense que agora rondava a área Pentacolor com mais frequência e insistência, o que deu efeito.

VEC

Aos 25 minutos em boa jogada pela direita Bebeto alçou bola na área, o goleiro Pentacolor catou mosca, os zagueiros dormiram no ponto e o baixinho Julio Madureira cabeceou para virar o jogo. Caxias 2 a 1.

Assim como na primeira etapa, só que desta vez de lado invertido, não houve muito tempo pra comemorar e aos 28′ foi a vez do VEC alçar bola na área. Após cobrança de escanteio Bruno Coutinho, de boa atuação, meteu a testa na redonda que foi sem força em direção à meta Grená. O goleiro Douglas na tentativa de defender acabou se atrapalhando estupidamente deixando a bola sozinha quicando próxima a linha do gol, o avante Lê agradeceu e cumprimentou empatando a partida.

Dali até o apito final ainda ocorreram chances de gol para os dois lados, porém sentindo os efeitos físicos de início de temporada ninguém mexeu no placar e o resultado igual acabou por ser justo por tudo que as duas equipes mostraram em campo.

Na próxima rodada, no dia 22, o Veranópolis enfrenta o Pelotas na Boca do Lobo e o Caxias recebe o Aimoré no Centenário.

Veranópolis(2): César Luiz, Saraiva (Soares), Leonardo Dagostini, Douglas Assis e Romano. Marcos Rogério, Glauber (Juninho), Eduardinho e Bruno Coutinho (Helton). Juba e Lê. Técnico Julinho Camargo.

Caxias(2): Douglas, Bebeto, Léo e Kaoê. Alisson, Edmilson e Wallacer. Lucas Dantas, Julio Madureira e Lucão. Técnico: Picoli.

Gols: Bruno Coutinho e Lê (V). Lucas Dantas e Julio Madureira (C).

A primeira foto é de Porthus Junior/Agencia RBS, a segunda e terceira de Leandro Galante, a última é do autor.

Da serra, milongueando uns troço;
Matheus Galli Primieri

Publicado em Caxias, Gauchão 2014, Veranópolis com as tags , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

3 Respostas a Do fervo sobrou tudo empatado

  1. Gustavo diz:

    Se precisou repetir que o goleiro não teve intenção é pq teve…ehehehe

  2. Felipe diz:

    Queria ver se fosse jogador da dupla grenal, Maurício Saraiva, Diogo Oliver e companhia ltda tendo chiliques contra o interior do estado.

  3. Henrique Alviazul diz:

    Felipe, nem..
    Agora a culpa é do campo, do calor, sei lá.. hahahaha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *