Estreia quente e com o pé direito

Alex Amado. Foto: Italo Santos/GEB

Tarde de derreter os doces na Princesa do Sul. A faixa pendurada na tela do Bento Freitas alertava: BEM-VINDOS AO INFERNO. E assim fomos bem recebidos. Com aquele calor de DERRUBAR BATISTA, a torcida fez a festa e ferveu, literalmente. Não havia vivente que conseguisse encostar, sequer um minuto, as NÁDEGAS sobre a arquibancada fervente. Ao entorno do estádio ecoava o grito que, por tanto tempo, ficou preso, aguardando por esse momento.

A felicidade estampada no rosto de cada rubro-negro era indescritível. Desde cedo eles estavam lá, ansiosos, nervosos e com sede de estreia. Afinal, era chegada a hora do reencontro com a elite do futebol gaúcho. Estávamos de volta ao lugar de onde nunca deveríamos ter saído. Os jogadores foram recepcionados com festa e muita FUMAÇA em frente ao estádio. Cinco anos após o acidente que vitimou Régis, Milar e Giovani, o Brasil retornou ao campeonato gaúcho em grande estilo: com vitória. Um dia para ficar marcado na história rubro-negra, um momento de homenagear aqueles que morreram vestindo o manto vermelho e preto. O ex-goleiro Danrlei, que esteve entre os feridos no acidente, assistiu ao jogo no Bento Freitas e se associou ao clube. Foi uma forma de homenagear os jogadores daquele ano e o clube da Baixada. Foi uma tarde quente, cheia de coincidências, emoção e alegria.

Nosso querido e conhecido árbitro Anderson Daronco deu o apito inicial e a PELOTA rolou no gramado do Caldeirão. O Cruzeiro chegou dando pressão, mas não foi feliz nas finalizações. É como o ditado que não mente: quem não faz, leva. Aos sete (guarde esse número) minutos de jogo, Alex THE FLASH Amado, deu uma arrancada pela esquerda, invadiu a área e GOLO. A Maior e Mais Fiel explodiu na arquibancada libertando o primeiro grito de gol no Gauchão. Depois do tento a partida ficou mais equilibrada, mas a sensação térmica de 40° começou a pesar e os jogadores perderam o ritmo de jogo. Por conta disso dois torcedores tiveram que ser socorridos pela equipe médica porque estavam passando mal. Foi necessária também a pausa técnica para que a condição física dos jogadores fosse recuperada. O SOLAÇO estava insuportável.

Alex Amado. Foto: Paulo Rossi/DP

 As chances de gol não paravam. O Brasil tentou, tentou e tentou mais uma vez, mas a bola parava na zaga do Estrelado (quase ex) da capital.  Zimmermann fez poucas modificações durante o jogo. Aos 12, Raulen saiu de campo com uma lesão na coxa e foi substituído por Wender. As duas equipes mostraram boas jogadas, mas o placar não mudou. Fim do primeiro tempo. 1 a 0, Brasil.

Na segunda etapa, o Cruzeiro de novo começou a dar sustos. Só assustou, porque gol que é bom mesmo não saiu. Quando tudo parecia normal, CIRILO (sim, ele mesmo) comete uma BARBARIDADE na área. O zagueiro derrubou o meia Alexandre e Daronco marcou penalidade máxima. Cirilo e suas CIRILICES (ns). A torcida já gritava: “AH, É LUIZ MÜLLER!”. Alexandre foi pra bola, bateu no canto esquerdo do goleiro e… AAAAH É LUIZ MÜLLER! A MURALHA rubro-negra fez espetacular defesa e evitou o empate na Baixada. No contra-ataque, Cleiton achou espaço e arrancou em direção à área do Cruzeiro e acertou a trave do goleiro Fábio. Aí veio o lance que me fez ficar sem voz. Aos 22 minutos, Rafael Forster cobrou falta e CIRILO (sim, ele de novo) subiu uns cinco andares e, de cabeça, fez o segundo gol Xavante. Na comemoração, o zagueiro rubro-negro correu em direção ao goleiro Luiz Müller e o abraçou agradecendo pela defesa.

Gol! Fotos: Fotos: Paulo Rossi/DP, à esquerda; Italo Santos/GEB

Apesar do calor escaldante o Brasil não se entregou. Manteve o ritmo e dominou o jogo buscando o terceiro gol – e não faltaram oportunidades. Aos 44 minutos, ferveu o KISSUCO na área do Cruzeiro quando Claudinho empurrou Gustavo Papa. O árbitro nada marcou, mas deu cartão amarelo aos dois. Claudinho já tinha sido AMARELADO em um lance com o baixinho Alex Amado e, por consequência, foi expulso. Cleiton e Túlio Souza ainda assustaram o goleiro Fábio, mas a bola explodia na defesa e morria na linha de fundo. Fim de papo no Bento CALDEIRÃO Freitas: 2 a 0, Brasil.

Agora é preparação para o jogo nesta quarta-feira, 22, contra o São Paulo de Rio Grande, às 20h30min. O local ainda está indefinido, porém tudo leva a crer que será no Aldo Dapuzzo mesmo, famoso estádio do APAGÃO. Preparem suas lanternas! rs

Jogadores comemoram. Foto: Paulo Rossi/DP

Que jogo, amigos. Que estreia! Foi de arrepiar até o último fio de cabelo. Dia 19 de janeiro de 2014 está marcado na história rubro-negra. Depois de quatro anos amargurados, voltamos. Retornamos bem, sem decepcionar o torcedor que esperou muito tempo por esse momento. Uma vitória para ninguém botar defeito. Uma partida com diversas coincidências ligadas aos três guerreiros que foram levados de forma cruel e triste em 2009. Foram dois belos gols: um do atacante aos SETE minutos, um do zagueiro e uma defesa esplêndida do nosso goleiro. Três formas de homenagem ao nosso E7ERNO atacante camisa 7, Claudio Milar, ao zagueiro Régis e ao preparador de goleiros Giovani Guimarães. Quem não tem identificação com o Brasil não acredita nisso. Pensa que é bobagem. À nação Xavante tem valor imenso. Apenas uma coincidência?

A partida terminou e a sensação foi de dever cumprido. Primeira vitória dos índios Xavantes no Gauchão 2014.  Foi com grande estilo e tinha que ser do Brasil, do Xavante, do meu rubro-negro.

AVANTE, MEU RUBRO-NEGRO!

Orgulhosa e SOLEADA,
Jéssica GEBhardt.

Publicado em Brasil de Pelotas, Cruzeiro, Gauchão 2014 com as tags , , , , , , . ligação permanente.

3 Respostas a Estreia quente e com o pé direito

  1. Xavante diz:

    Primeiro passo foi dado.

  2. Fernando Pinto diz:

    Ótimo começo! Agora a batalha é em Rio Grande.

  3. Marlene diz:

    Que belo texto Jessica, as fotos também bem escolhidas, eu como Xavante sabia da casualidade dos dois gols, Alex Amado e Cirilo, em Santo Angelo no direito de retorno a !ª divisão e agora a coicidencia deles tbm fazerem os gola mas a do Luiz Muller eu não tinha me dado conta, Nosso Brasil é algo que não se explica, é surpreedente!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *