O interior morrerá!

466438_459058650836190_2048702844_o

Estou angustiado. E vocês também ficarão. Podem me cobrar daqui NO MÁXIMO sete meses. O motivo da minha angústia é o fim do futebol do interior. Hoje, 24 de janeiro de 2014, o Corpo de Bombeiros deu o primeiro passo para que todas aquelas histórias do VERDADEIRO FUTEBOL fiquem apenas nos livros.

Não quero ser formador de opinião. Não quero ser clubista, muito menos intriguista. Quero ser justo e demonstrar meu real sentimento com o que está acontecendo, neste exato momento, no Estádio Aldo Dapuzzo.

Em 26 de janeiro de 2013 eu estava no Rio de Janeiro. Naquela data faziam sete dias que eu havia chegado. Acordei, tomei café, sentei-me no sofá, liguei o computador e nunca mais fui o mesmo.

Uma notícia me pegou de surpresa e me deixou triste como há muito tempo não acontecia. 242 pessoas haviam morrido na boate Kiss, em Santa Maria.

A comoção tomou conta do país, do mundo. Lá todos diziam: “Meus sentimentos.” E eu, com toda minha ignorância, respondia: “Mas não conheço ninguém que morreu lá…” E eles me retrucavam: “Mas mesmo assim, és de lá, imagino quão triste deves estar.”

Alguns meses se passaram e tudo que se sabe é que a causa do incêndio foram fogos de artifício usados no INTERIOR da boate. Boate essa que, meses antes, havia sido liberada pelo corpo de bombeiros sem o menor rigor e a menor preocupação.

Com o final do ano, as mudanças vieram. Foi colocada em vigor uma nova norma de liberação de locais públicos. A resolução, pivô de toda confusão que hoje acontece em Rio Grande, prevê uma exigência insuficiente para estabelecimentos fechados, como por exemplo em boates. Por outro lado, a exigência torna impossível a adequação de estádios de futebol, que possuem um grau muito menor de risco, às novas normas.

Com a posse do atual presidente do S.C São Paulo, Domingos Escovar, dezenas de pessoas agregaram-se ao clube a fim de ajudar. Por meio do apoio da comunidade e das empresas locais, em 52 dias o Estádio Aldo Dapuzzo foi totalmente transformado. As arquibancadas da América foram demolidas, o sistema de iluminação reformado, o gramado recuperado, vestiários reformados e outros construídos, banheiros reformados e outros construídos, novas telas que envolvem o campo foram instaladas, cabines de imprensa reformadas, muros de separação do associado foram construídos, pintura geral do estádio foi realizada, um PPCI foi elaborado, o SPDA foi reformado, arquibancadas móveis construídas com calçamento sob elas, placas de sinalização foram instaladas e corrimãos também.

1010775_580684852000606_832987029_n

Tudo em vão.

No início do mês foi realizada uma primeira vistoria. Nela, OITO itens foram apresentados pelo Corpo de Bombeiros da cidade. Todos foram realizados.

Dez dias depois uma nova vistoria aconteceu, constatando a realização dos itens. No entanto, uma nova lista, com 14 itens foi entregue aos engenheiros, o que era inviável devido ao pouco tempo existente para que as exigências fossem atendidas.

Com muita luta e apoio do torcedor, em menos de uma semana, 12 itens foram realizados.

Hoje foi realizada outra vistoria. Os bombeiros olharam, mediram, foram para dentro da sala de troféus do Estádio Aldo Dapuzzo e depois de muita conversa decretaram: não haverá jogo no estádio.

1653627_647260218675159_2129264076_n

Todo o trabalho, a contratação de jogadores e os gastos com obras, que contavam com o dinheiro das rendas para serem pagos, foram em vão.

A partida entre S.C São Paulo x Esportivo será no Estádio Boca do Lobo e com portões fechados, por falta de efetivo policial.

Mas quero chegar ao ponto crucial de toda a história.

Quantos clubes contarão com o apoio que contamos para realizar essas obras? Quantos clubes terão tanta gente disposta a trabalhar, voluntariamente, para ver a equipe entrar em campo? Somos um clube da massa, movido pela paixão dos seus torcedores. E sem eles, o Aldo Dapuzzo não existiria.

Os alvarás dos clubes do estado vencem até o meio do ano, e todos deverão passar pela vistoria das novas normas. Portanto, isso me faz ter uma certeza: a nova legislação fechará dezenas de clubes do Rio Grande do Sul.

Estamos há mais de 15 dias em torno da liberação do estádio. O atual prefeito de Rio Grande não manifestou-se e não tentou ajudar. O secretário dos esportes, muito menos.

Senhores, a ajuda que queremos não se passa pela diminuição no rigor da lei. E sim na boa vontade, por parte do poder público, na busca de leis de incentivo ao esporte, que possibilitem que tenhamos verbas para realizar o que a nova legislação nos exige. Afinal, após quatro inspeções, não nos negamos a realizar os pedidos do Corpo de Bombeiros. Mas agora, a verba não nos permite mais.

Só para constar, o ex-prefeito da cidade esta lá, capinando, pintando, molhando o campo e ligando para Deus e o mundo a fim de que o estádio seja liberado.

“Aos meus amigos, o rigor. Aos meus inimigos, o rigor do rigor.”

Cansado do jogo de interesses,

Guilherme Rajão

A primeira foto é do Daniel Corrêa, segunda do William Rocha e última do Diego Ávila.

Publicado em Brasil de Pelotas, Esportivo, Gauchão 2014, São Paulo-RG com as tags , , , , , , . ligação permanente.

25 Respostas a O interior morrerá!

  1. hen.p diz:

    Não é só o interior gaúcho que sofre com isso. No Rio de Janeiro são os clubes do suburbio que tem suas dependencias interditadas, tendo que jogar em estádios de rivais, em bairros distantes e sem poder contar (com o já pequeno) apoio da comunidade.

    Dessa forma vemos clubes cpmo Madureira tendo que jogar em Bangu,

  2. Tb achei horrivel. Mas a lei que mais odeio eh a que diz que cada pessoa tem que ter sua cadeirinha. Eu gosto de contato, de suor, de calor humano. Adoro roçar nos outros quando sai gol… Ai delicia.

  3. Alexandre Maciel diz:

    Até bem pouco tempo, em Pelotas só se conseguia a liberação ao contratar uma empresa específica para fazer o projeto e executá-lo. Quando se fazia isso, era questão de um ou dois dias pra estar tudo em ordem. Do contrário, era sempre a mesma coisa: o clube cumpria com algumas exigências, vinham outras que não haviam sido citadas. Cumpriam-se as novas, vinham outras e assim sucessivamente, até a tal consultoria ser contratada. Um radialista local chegou a “denunciar” a ligação da tal empresa a pessoas da corporação dos bombeiros locais.
    Claro, o caso do São Paulo tem outros elementos, como o fato de a instituição (leia-se direção e Conselho Deliberativo) ter demorado muito a iniciar os trabalhos de recuperação do estádio, pois já sabia que e quando jogaria pela Série A1, desde o título do primeiro turno da A2. Além disso, correm boatos de INTERÉSSES do presidente da FGF em áreas pertencentes ao SP. Tudo isso pode sugerir que há intenção de que o SP fique ainda mais endividado, facilitando negócios. Claro, são meras teorias de conspiração.
    No lugar do presidente do Leão, eu aceitaria jogar no Artur Lawson. Até mesmo porque 3 mil pagantes é bem melhor do que pagante nenhum.
    Em relação aos outros clubes, pode ter certeza de que pouco ocorrerá. Essas pressões ocorrem em maior ou menor grau de acordo com a cara do freguês, vide a atuação da Brigada Militar, com maior rigor em algumas praças e menor em outras. Já houve casos em que trabalharam relativamente bem, organizando razoavelmente pra evitar conflitos e, em outros, juntou-se à torcida local pra bater nos visitantes.

  4. Marcelo Rg diz:

    Pra mim quem deveria liberar estádio é um Engenheiro e não bombeiro,que no seu curso de formação é policial militar.Ridículo isso….bombeiro tem que apagar incendio…

  5. Fernando Pinto diz:

    O que não tira a responsabilidade do São Paulo. Os bombeiros não são maus, nem torcedores do Rio Grande querendo boicotar o São Paulo. Quando souberam que jogariam a primeira divisão??? No primeiro semestre de 2013. Começaram as obras em Dezembro. Obviamente deu nisso. Além do mais, destaca-se o auxílio magnífico (e irreconhecível) do Imperador da FGF a este clube rio-grandino. Diz-se, como explicação para tão atípica ajuda a um clube do interior, da exisência de uma negociata para para ajuda em troca de terrenos ao redor do estádio do Parque para uma incorporadora do Chico I. Triste…

  6. Dagoberto diz:

    venderam a alma ao diabo, ao novelleto, daí n podem ceder terreno ao redor do da puzzo por vários motivos, estádio tombado pela prefeitura, contratos longos de alugueis nas lojas em torno, dividas trabalhistas inúmeras e enormes,………….. o novelleto n pode levar sua parte, agora vai acontecer de tudo e logo logo o sp volta para onde estava senão fechar antes.

  7. rosana diz:

    Se fosse epoca d eleição o p PREFEITO ia pessoalment liberar.
    Mais nao e do interesse deles….
    Agora a preferencia e para os estadios q vao sediar a PORCARIA DA COPA..

  8. Roberto Casslo diz:

    O são paulo-rs sabia de seus compromissos!Se não cumpriu!tem q pagar!tiveram meses pra deixar seu estádio em ordem e não fizeram por onde ! :)

  9. Matheus Almeida diz:

    Pessoal, antes de saírem por aí comentando bobagem, procurem saber a verdade.

    O São Paulo falhou sim, mas falhou por não aproveitar uma brecha das normas para concessão de alvarás. Explico:

    O alvará do rubro-verde venceu no final de 2013 e poderia ter sido renovado antes de as novas normas entrarem em vigor. O erro do São Paulo foi não aproveitar uma brecha, um jeitinho brasileiro. Fato é que NENHUM, repito, NENHUM clube do Rio Grande do Sul atualmente cumpre as novas normas dos bombeiros e BM. Inclusive o Beira-Rio foi interditado para sua inauguração do dia 29 – que seria contra o próprio São Paulo – por ainda não cumprir com todas as novas determinações que vigoram a partir desse ano.

    Na verdade, se os clubes não se apressarem, teremos MUITOS outros estádios interditados quando os alvarás vencerem. Ou não. Daí vai depender do bem-querer da FGF, comandos e política.

    E o Noveletto não tem e nunca teve nenhuma obra ou investimento no Aldo Dapuzzo, nem nas redondezas. Ele tem, sim, muitas obras pela cidade, mas nenhuma delas envolve o nome ou a área do rubro-verde.

    Com relação ao texto, apenas assino em baixo no que foi falado pelo Rajão. O mais impressionante é o descaso dos que aqui vivem. Mas tenho certeza que o tiro sairá pela culatra e a união de torcida, time e diretoria aumentará ainda mais após este episódio.

    O melhor disso tudo é que o Dapuzzo está ficando lindo e temos time de sobra para nos mantermos na Série A. O desespero deve estar sendo grande!

  10. Tyrone Coimbra de Sousa diz:

    Pessoal, sou pelotense de nascimento e rio grandino de coração, torço pelo lobão, acredito q nessa hora só vai funcionar é a união de forças, pois em Pelotas acontecia algo semelhante, com a união de torcida direção e demais classes acredito numa solução viável neste episodio que pode desencadear uma jurisprudência para os outros clubes abraços.

  11. Ricardo diz:

    Ja o estadio do vale para o Inter-poa, jogar foi autorização com arquibancadas de ferro, algumas chegan as estarem tortas

  12. Luiz Felipe diz:

    Olha não sei se o post esta certo, agora se estiver os bombeiros não podem solicitar 3 listas de exigência…
    O são paulo teria que dar entrada com um projeto (PPCI) e os bombeiros deveria pedir as modificações necessárias.
    Depois disso é caso de denuncia no ministério publico!!

  13. paulo vargas diz:

    Olha, o titulo da matéria não condiz com a realidade, pois a atitude das autoridade responsável pela liberação ou não das dependências dos locais de espetáculos é certa, se esta irregular tem que regularizar, para que não aconteça desgraças como exemplo de santa maria-rs, acredito que o clube são Paulo teve tempo suficiente para arrumar tudo e tempo hábil para os concerto se caso da primeira vistora tivesse com alguma irregularidade…

  14. Duhalde diz:

    Não é fácil tocar um time pobre e feito apenas com o amor dos torcedores, vocês sabem disso. O que foi feito no Dapuzzo é impressionante, o estádio está, no mínimo, 100% melhor para acolher o torcedor local e adversário e se jogar decentemente. Seria justo agora fazer uma vistoria em TODOS os estádios do interior como estão fazendo no Dapuzzo, não sobraria quase nenhum ou nenhum, a começar pelo Cristo Rei ou pelo Estádio do Vale com arquibancadas de ferro (que deu para ver em HD na última quarta-feira). Quanto aos que sugeriram jogar no Arthur Lawson, pelo grau de exigência que estão nos impondo, não cumpre NEM DE LONGE a nova lei após o caso da boate Kiss e terá problemas para jogar a terceirona. Fomos os primeiros, estamos sofrendo com isso, mas outros também serão fechados, só esperar. Se não forem, estamos sendo seriamente prejudicados e deveremos tomar providências.

  15. Duhalde diz:

    Aos torcedores do Sampa que estão lendo esse texto, como diz o Cartola, o mundo é um moinho. Vamos passar por cima disso aí e no primeiro jogo que houver no Dapuzzo atropelar e botar um público de fazer inveja a maioria dos times do gauchão, sei disso. Coragem, vamos ajudar a direção no que for preciso para abrir as portas. O texto do Guilherme é excelente, obrigado! Agora é divulgar esse impossível e a conta do que a Brigada/Bombeiros estão pedindo, vamos correr atrás, os torcedores podem ajudar, eu quero ajudar.

  16. cesar renato trugillo martins diz:

    Estou ha muito tempo fora da cidade, moro em Porto Alegre. Me associei ao Sport Club Sao Paulo, no ano do seu CENTENARIO, por amizade e contatos com o Renato Lempeck. Depois do Centenario as diretorias nunca mais me cobraram a mensalidade. Ano passado voltei a pagar mensalidade, este ano ja paguei a mensalidade de todo ano, e espero que todo o torcedor faça isso. Nao vamos culpar diretorias anterior ou atual por este problema, isto nao leva a nada. Espero que o nosso atual Prefeito Alexandre de uma força para o nosso LEAO pois nossa torcida o colocou na Prefeitura. O antigo prefeito sendo Saopaulino otimo esta ajudando mas tambem ta fazendo politica as custas do nosso LEAO, e isto nao e nada bom para o Sao Paulo. Quero ver se os outros estadios do Rio Grande do Sul sofreram o que o nosso LEAO, esta sofrendo, mas tambem nos ficarmos nas maos dos PELOTENSES e brincadeira.

  17. O assunto e Bem mais simples do que esse monte de explicaçao ,isso e briga partidária!!! cabe a essas impresas que estão sugando a cidade investir no clube q e a bola da vez na região sul do estado ,quanto essas palhaçadas de vistoria concordo pela segurança,mas esse rigor todo nada que umas notas de dinheiro pra mecher pode ter certeza que tem alguém esperando essa iniciativa!!! ridículo isso esse Brasil realmente e uma palhaçada enquanto o povo deixa esses palhaços colocar o nariz vai ter sempre um circo! #ridículofazerissocomosaopaulo

  18. Jocasta Marchand diz:

    Baita palhaçada…
    Mas o futebol do interior não morrerá não… podes crer que não… Se tem esses merdas pra tentar destruir, tem os verdadeiros apaixonados pra não deixar…

  19. PAULO FERREIRA diz:

    LAMENTAVEL O QUE ESTA OCORRENDO A PRIMEIRA PALAVRA SEMPRE É EM CIMA DO QUE O PREFEITO FAZ OU DEIXA DE FAZER NÃO ENVOLVAM POLITICA O SÃO PAULO JA SABIA A 6 MESES QUE IA DISPUTAR O CAMPEONATO E DEIXOU PRA AGILIZAR NAS DUAS ULTIMAS SEMANAS?

  20. Guilherme Thiesen Ramos diz:

    sou criado em Porto Alegre, torcedor fanático do Grêmio.
    me mudei pra Rio Grande em meados de 2004.
    desde então tenho um carinho muito grande pelo Sport Club Rio Grande, que infelizmente não está em suas melhores fases…
    mas acho que o que está acontecendo com o São Paulo é uma sacanagem, poxa, RG tem tradição no futebol, e concordo que estejam “acabando” com o futebol do interior…
    por muitos e muitos anos se torceu dessa forma sem acidentes graves… enquanto em estádios que disputam libertadores, ocorrem mortes como no jogo do corinthians ano passado… ou seja, o problema não está basicamente na estrutura do estádio, mas no bom senso dos torcedores…
    acho ridiculo um clube ter estadio proprio, lutar pra manter o estadio e ser obrigado a jogar em outra cidade!

  21. Matheus Almeida diz:

    Para o pessoal ter noção, segue na íntegra postagem do Engenheiro e torcedor do Sampa, Paulo Renato Cuchiara.

    “Estádio Aldo Dapuzzo “HOJE”
    Principais obras implementadas

    1. DEMOLIÇÃO DA ARQUIBANCADA DA RUA AMÉRICA

    2. REFORMA DO SISTEMA DE ILUMINAÇÃO
    Reformado com a troca de toda a fiação, 21 lâmpadas, 14 reatores e recuperados 18 recuperados.

    3. RECUPERAÇÃO DO GRAMADO:
    Recuperação do gramado com a troca de 4.500m² da grama

    4. REFORMA DOS VESTIÁRIOS
    Reforma dos vestiários dos Visitantes e Árbitros, e construção de vestiário para Auxiliares femininas

    5. REFORMA DE SANITÁRIOS PARA O PÚBLICO

    6. CONSTRUÇÃO DE UM NOVO SANITÁRIO PÚBLICO

    7. TELA NA VOLTA DO CAMPO
    Troca total da tela (tela galvanizada soldada 29)

    8. REFORMA DA CABINES DE IMPRENSA (ao lado do pavilhão)
    Forro, portas, janelas, escada, arremates de rebocos, elétricas, pintura e reforma do bar.

    9. REFORMA DAS CABINES DE IMPRENSA (sobre a cobertura do pavilhão)
    Reforço da estrutura, forros, portas, janelas, escadas, elétricas e pintura.

    10. MURO COM TELA DE SEPARAÇÃO DA ÁREA SOCIAL DA ARQUIBANCADA

    11. PINTURA GERAL DO ESTÁDIO

    12. PORTÃO (4,20×4,00)m PELA RUA AMÉRICA (ao lado da Churrascaria)

    13. ELABORAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DO PLANO DE PREVENÇÃO DE COMBATE AO INCÊNDIO DO ESTÁDIO

    14. ARQUIBANCADAS DESMONTÁVEL
    Aluguel por 3 meses, de arquibancada com 12 degraus, com capacidade de 1200 pessoas.

    15. CALÇADA NA FRENTE DAS ARQUIBANCADAS DESMONTÁVEIS
    Calçada em bloco holandês, com 70m de comprimento e largura de 2,50m.

    16. RECUPERAÇÃO DO SPDA ( Sistema de Proteção de Descargas Atmosférica)

    17. OBRAS EM GERAL
    Trocar tubos corrimão do pavilhão social
    Recuperaçaõ de cadeiras
    Corrimão junto a tela – ferradura e coréia
    Recuperação da escada da Gabine de Imprensa
    Porta de grade para reservado dos árbitros
    Placas de sinalização

    Rio Grande, 24 Janeiro de 2014

    Comissão de Obras”

  22. Futebol diz:

    Ou a história está mal contada ou os Bombeiros não fizeram seu trabalho como deveriam. As teorias sobre o Noveletto são apenas teorias, mas com toda possibilidade de serem reais! As politicagens tb! Ou vcs acham mesmo que essas coisas não inteferem no futebol???
    Agora que mancada da direção deixar tudo pra última hora, esse foi o pior erro de todos. Sobra paixão e falta profissionalismo. Depois o que resta é reclamar…
    O mundo passa por uma fase de alto nível de profissionalismo e foco no cliente (entenda-se aqui torcedores). Se nem as obras básicas foram realizadas com planejamento imagina então falarmos sobre qualidade, fidelização e outros conceitos…

  23. ANDRE diz:

    QUE VERGONHA BRIGADA MILITAR NAO TEM EFETIVO PARA O JOGO DO SAO PAULO COMO QUE EM CAXIAS TODOS OS JOGOS TEM E SO EN RIO GRANDE QUE ACONTESE ISSO ESSO PARA PREJUDICAR O SAO PAULO E MAIS NAO SE VE UM BRIGADA NAS RUAS RIO GRANDE ESTA ABANDONADA PELOS SEUS GOVERNANTES E E ACAPITAL DOS BURACOS

  24. Gabriel diz:

    É brabo! Os caras fazem QUATRO inspeções e pedem uma coisa diferente em cada uma. Aí fica difícil! Aqui em Santa Maria também foi assim para a liberação dos estádios tanto do Riograndense quanto do Inter-sm. Enquanto isso o inter-poa jogou ano passado no estádio cheio de arquibancadas móveis frágeis (visto as fotos que rolaram pela internet mostrando algumas delas quebradas) e os bombeiros liberaram fácil!

  25. Pingback: Sem casa, (quase) sem apoio e eliminado… | Toda Cancha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *