Não podemo se entrega pros homi

avenida_interna_dsc_1659rodrigoassmann-174819

“Não sabemos se vai ter jogo.” Era isso que se ouvia nos arredores dos Eucaliptos até as 19:45hrs de quarta-feira, detalhe, o jogo estava marcado para as 20:30hrs.

Quem chegava na bilheteria, encontrava portas fechadas e viaturas da polícia e bombeiros pelo pátio do estádio. Certamente não era nem de perto o cenário esperado, mas na condição de depender de terceiros, estamos sujeitos a acontecer dessas, e foi o que aconteceu.

O cuera do PPCI simplesmente sumiu e uma nova vistoria teve que ser feita horas antes do jogo. Vistoria realizada e tudo nos conformes! Ou não. O policiamento que estava no estádio, voltou para o batalhão e só depois, o capitão liberaria o policiamento pra peleia.

Imagem

Estádio dos Eucaliptos pouco mais de meia hora antes do jogo!

Sem polícia, sem abertura de bilheteria. E quando deram 20:30, o homem do apito autoriza o melão a rolar e nada de torcida. Já se passavam cerca de 15 minutos de peleia, quando finalmente chegaram AS AUTORIDADES e o povo alviverde pode adentrar os portões.

Abancado nas arquibancadas molhadas, o torcedor via um Nova Prata retrancado e um Avenida com dificuldades de infiltração na muralha vermelha e branca. Assim se seguiu toda a primeira etapa, jogo praticamente não saia do meio do campo.

De volta pra segunda etapa, a peleia era outra, o Avenida veio pra cima. Com um meio e um ataque mostrando que queriam trabalhar, principalmente com as subidas de Clodoaldo ao ataque, o gol era questão de tempo.

E assim foi. Aos 14 minutos, o zagueirão Sérgio Rafael escorou de cabeça a moranga e em cima da lima Miro Bahia, de letra, abriu o marcador para o Avenida. Enquanto o torcedor alviverde comemorava, os atletas visitantes foram pra cima do homem do apito, pedindo anulação do gol. Alguns minutos de troca de afagos, tudo em vão. Bola voltou a rolar e o UFC iniciava no campo.

Logo após o gol, teve jogador do Nova Prata saindo com corte na cabeça. Soco do atacante visitante no arqueiro milagreiro do Avenida. Tropa de choque entrando em campo pra proteger o árbitro, jogador expulso. Torcedor jogando CHINELO na tela. E todo o charme do futebol do interior.

Quando as rádios davam seus tradicionais sons de aviso de tempo, os 30 minutos da etapa final chegaram, e em outra subida de Clodoaldo ao ataque e o merecido gol dele! Na melhor jogada tramada pelos “delanteros” alviverdes, Clodoaldo balançou o barbante e correu pro abraço. O 2 x 0 cravado no placar e a felicidade pairou nas arquibancadas juntamente com a tranquilidade do resultado.

Povo já pensando em pegar sua almofada e rumar até suas residências com os três pontos computados, quando um dos posotes de refletores das arquibancadas visitantes se apaga. Juizão contatou Vanderlei sobre a visão do campo, o arqueiro que não é bobo nem nada, disse que estava tudo ok. Obviamente, 41 do segundo tempo e ganhando de 2 x 0, parar o jogo seria besteira. Mas além da penumbra em uma das quians do campo, outra surpresa para a torcida foi o ingresso dele, o baixinho guerreiro BOCHA!! Um dos heróis de acessos avenidenses retornou ao ninho depois de alguns meses fora do futebol.

Mais alguns minutos de peronha rolando e fim de papo!! No dia em que parecia que tudo daria errado de novo, o Avenida venceu diante de seu torcedor e agora o pensamento se volta para O CLÁSSICO.

Domingo a bola rola pelo 110º clássico AVE-cruz. Um Ave-cruz na segundona. O Avenida deverá vir com novidades na equipe pra peleia.

FICHA TÉCNICA

AVENIDA
Vanderlei; Cássio (Bocha), Sérgio Rafael, Altair e Vinícius; Carlos Alberto, Wellington, Elias (Maurício) e Miro Bahia; Clodoaldo e Fernando Gaúcho (Luan)
Técnico: Régis Amarante

NOVA PRATA
Bastos; Gabriel (Jandrei), Renato, Rodrigo Ramos e Rafael Gaúcho; Max, Bottin (Vandré), Anderson Feijão e Rafinha (Diogo Oliveira), Jean Dias e Éder Ceccon (expulso)
Técnico: Everaldo Alves

ARBITRAGEM
Rudnei Braga Corrêa, auxiliado por Fábio de Melo e Clailton Timm. O 4° árbitro foi Marco Paim Reis.

Agora tudo é Avecruz,

Sabrina Heming

(Fotos de Rodrigo Assmann/Portal Gaz e Gustavo Werner)

Publicado em Associação Nova Prata, Avenida, Divisão de Acesso 2014 com as tags , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *