O AVECRUZ!

avecruz18-179096

Mais uma vitória do galo? O Avenida desencantou?? Nada disso, quem prevaleceu no final dessa peleia foi o empate! O 1 x 1 que nem alviverdes e nem alvinegros desejavam.

Como todo bom e velho clássico, o AVECRUZ começou logo após o apito final de Avenida x Nova Prata e Santo Ângelo x Sta Cruz. Qualquer conversa que se iniciasse na cidade acabava no jogo deste domingo, CARIJÓS e PERIQUITOS tentavam justificar o porque de seu time ser favorito e como ganharia o jogo. E as provocações?? Estavam por todos os lados, dos torcedores até as diretorias. Com foguetórios nas concentrações adversárias na noite anterior e “DISSE ME DISSE” com a quantidade dos ingressos destinados a torcida do Avenida que, primeiramente teriam sido acordados 1000 ingressos e acabaram disponibilizando apenas 500, obrigando torcedores visitantes a comprar ingressos e entrar pelos portões dos donos da casa.

O clássico de número 110 prometia ser equilibrado e um dos melhores dos últimos anos. Com as equipes em momentos, digamos, distintos, mesmo ambos vindo de vitória em seus respectivos jogos, o Avenida com campanha cambaleante, tinha em seu retrospecto duas vitórias e duas derrotas, já os donos da casa vinham embalados por 4 vitórias, 100% de aproveitamento e o melhor ataque do ACESSÃO 2014 e tinham um pulo na frente no favoritismo pro jogo.

Mesmo com o adversário melhor, não se via um torcedor verde e branco esmorecer ou sequer citar a possibilidade de um resultado que não fosse a vitória (menos minha mãe, que apostava sempre no empate!), o arrepio por acordar no domingo de manhã, manhã DO CLÁSSICO, mesmo mal dormido, imaginando o placar e pela ansiedade que tomava conta de todos, sentimento esse que fazia com que cada hora levasse uma eternidade para passar.

IMG_30295626138276

Eis que chegou a bendita hora, no caminho até o estádio, o que se via eram todos trajados com suas devidas cores, já prontos para o embate que iria suceder. Arquibancadas cheias tanto para mandantes como para visitantes, juízes fazendo conferência das BALIZAS e o coração batendo mais forte a espera da entrada em campo dos ESCRETES da dupla AVECRUZ.

IMG_20140309_165227341_HDR

Galo sobe primeiro a campo e ouvem-se os aplausos da parte preto e branco do estádio, DE VEREDA se vê o baixinho Clodoaldo puxando a fila, e o Periquito vem à campo e é recepcionado pelo tradicional “VAMO VAMO NIDA!” de toda sua torcida. Tudo pronto para o KERB começar, único detalhe era de que o “chopp” era sem alcool.

Soa o apito do, hoje, homem de LARANJA e a peronha põe-se a rolar pelo gramado, enquanto a cidade para para ouvir e/ou assistir o duelo, este, o primeiro disputado com ambos na Série A-2. Enquanto o sol cega as VISTAS dos Periquitos, o que se pôde ver, foram dois times PILHADOS e querendo vencer. O Avenida conseguiu controlar as ações na meia cancha roubando muitas bolas e com boas trocas de passes, mas sem chegar com clareza ao gol carijó. Já o Santa Cruz, nem de longe aparentava ter o mesmo ataque das primeiras rodadas, com Geison tendo uma atuação abaixo do esperado e Éder Machado sendo bem marcado pelos defensores alviverdes.

avecruz5-179083

Pausa para o intervalo. No recomeço com o sol ainda mirando direto nos “zóio” a equipe do Periquito voltou a campo com uma mudança, Anderson Oliveira no lugar de Clodoaldo lesionado. O jogo parecia não ser o mesmo! Já no primeiro lance, depois de uma jogada rápida, o volante carijó aparece cara-a-cara com São Vanderlei, que contando com a ajuda divina viu a bola raspar a trave e sair pela linha de fundo. Poucos minutos depois Éder Machado recebeu lançamento e tocou por cobertura a bola que parece ter saído com um ASSOPRÃO da torcida verde que estava atrás do gol.

A partir daí o jogo voltou a ficar amarrado parecido com a primeira etapa, até que para o delírio da massa alviverde, o canhotinho mágico Alexandre, ouviu Régis chamar seu nome correu para o quarto “laranjinha” pedindo para entrar. Entrou e mudou o jogo do Periquito, tanto que em sua primeira jogada lançou Wellinton que bateu pra área onde encontrou Miro Bahia que marcou o tento verde, aos 25 da etapa final, para explodir a área visitante, onde se viam gritos, choro, abraços e um êxtase incontrolável.

avecruz9-179087

Para os mais céticos, cada ataque alvinegro sairia o empate, e como é de “PRAXE”, depois de sair na frente o Avenida sempre cede o empate ao rival, e dez minutos após abrir o placar o árbitro marcou a penalidade para os donos da CANCHA. E la foi Éder Machado marcar para empatar o jogo e se isolar ainda mais na artilharia, e colocar 1 x 1 no placar e além de conseguir o repúdio dos alviverdes que ainda o consideravam pela passagem no Periquito, isso ao mandar a torcida se calar após o gol. E, de vereda, teve de ouvir afagos da mesma. El Loco és persona non grata!!

O gol fez com que a apatia tomasse conta do Periquito que mesmo tendo boas trocas de passe no meio e com seus zagueiros atuando bem desde o início do jogo, continuava sem pressionar os adversários. O jogo ficou amarrado até a expulsão de Carlos Alberto. Com um a mais a pressão do GALO só aumentou, e o PERIQUITO fechado em sua defesa, fez o coração da torcida que já estava A MIL, bater um pouco mais rápido ainda. Com uma bola no travessão, e seguidos cruzamentos o Santa Cruz rondava mas não conseguia finalizar as suas jogadas. A emoção continuou até o momento em que o bastante criticado árbitro Éder Davi Zanella, ergueu o braço e deu ponto final ao clássico.

avecruz20-179078

Críticas ao árbitro dos dois lados. Pelos periquitos reclamação pelo penal marcado e um não marcado em cima de Alexandre no finzinho do jogo. E pelo lado carijó as críticas eram por dois lances em que foi pedido o pênalti e nada foi marcado pelo árbitro. E como clássico de verdade não pode passar em branco, depois de encerrada a partida os jogadores começaram uma troca de AFAGOS e DECLARAÇÕES, que resultaram até agora, pelo que se sabe, nos nomes de Maurício, meia periquito e de Tiago Rannow, lateral carijó, – que também saiu da confusão com um ferimento no rosto – na sumula do contestado árbitro da partida, como sendo os dois “BRIGÕES” do pós-jogo.

confusao_ave_cruz

Ao fim deste clássico o que se pode ver é que SIM, a torcida está com o PERIQUITO. Desde os pequenos até os mais experientes, vibravam, cantavam, xingavam, enfim APOIAVAM sem exceção, mostrando a força que temos, basta acreditar. E essa credulidade é uma marca de nossa torcida, posso lhes enumerar diversas situações que mostramos isso. Em 2010 brigávamos para não cair, fomos em 3 ônibus lotados, mais uma caravana de carros até o Parque Lami encarar o Porto Alegre, perdemos, mas mostramos nossa força sendo campeões em 2011. Em 2012 na Série A acabamos novamente brigando contra o rebaixamento e na última partida frente ao Veranópolis, colocamos um dos maiores públicos de um jogo do Avenida empatamos e com a combinação de resultados não escapamos, e nem por isso deixamos nosso AVENIDA de lado, mesmo na divisão de acesso continuamos sempre ao lado dele mantendo médias de público muito boas e podem ter certeza que quarta-feira os Eucaliptos estarão lotados, venceremos e no final, esse acesso vai ser NOSSO!!

Quarta-feira o jogo é contra o Brasil de Farroupilha às 19:30hrs, jogo que por sinal irá remeter 10 de julho de 2011, o jogo que até hoje inunda os olhos, embarga a voz e arrepia qualquer torcedor PERIQUITO ao ouvir narrações, ver vídeos e lembrar dos lances da  partida e momentos da comemoração do TÍTULO da Divisão de Acesso de 2011.

IMG_20140310_153947

#RUMO À SÉRIE A!!

SANTA CRUZ 1 x 1 AVENIDA

SANTA CRUZ
Juliano; Tiago Rannow, Caio, Teda e Márcio; Felipe, Diego Borges (Natan), Bruno Flores e Matheus Kappel (Marquinhos); Geison (Lelo) e Éder Machado
Técnico: Tonho Gil

AVENIDA
Vanderlei, Elias, Sérgio Rafael, Altair e Vinícius; Carlos Alberto, Márcio Tinga, Wellinton (Bocha) e Miro Bahia; Clodoaldo (Anderson Oliveira) e Fernando Gaúcho (Alexandre)
Técnico: Edi Carlos

GOLS
SANTA CRUZ: Éder Machado, de pênalti (35min/2°T)
AVENIDA: Miro Bahia (25min/2°T)

 

Acreditando no Periquito na Série A 2015,

Gustavo Werner e Sabrina Heming

(Fotos: Rodrigo Assmann/Portal Gaz e Gustavo Werner/Toda Cancha)

Publicado em Avenida, Divisão de Acesso 2014, Santa Cruz com as tags , , , , , , , , , . ligação permanente.

6 Respostas a O AVECRUZ!

  1. Gordo diz:

    Apenas duas coisas são certas na Divisão de Acesso desse anp: Éder Machado vai meter gol, e vai ser de pênalti.

  2. Rafael diz:

    Éder tem que levar porrada. Babaca. EU AMO O AVENIDA

  3. Galo Carijó 2 diz:

    Textinho tendencioso escrito por uma periquita que metade de Santa Cruz já comeu.

  4. Gustavo Werner diz:

    #3
    Eu acho que é meio ÓBVIO que os textos tem tendência a ir para o lado do AVENIDA, pois cada um escreve dando a visão de seu torcedor sobre o jogo! E nós escrevemos qual foi a visão da torcida Avenidense!

    E quanto a tuas ofensas, isso nada mais é do que a falta de argumento e uma mágoa, que te impede de conseguir ter uma conversa como uma pessoa normal!

    Ahh e quem escreveu o texto fui eu! Muito obrigado pela audiência!

  5. Galo Carijó 2 diz:

    #4

    dar a visão é uma coisa, falar merda é outra

    QUE LA SIGAN CHUPANDO, FREGUESES.

  6. Gustavo Werner diz:

    Único que está falando “merda” aqui é você, que além de não ter coragem de se mostrar, fica ofendendo sem razão nenhuma quem escreveu o texto, texto esse que não vejo nada de errado e se tu tem uma opinião que difere da nossa, sinta-se a vontade para falar, mas como uma pessoa normal e com menos amargura!

    Um abraço do ÚNICO campeão da cidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *