Jetzt geht’s los… für den Zugang

15xgaribaldi

Sim, aqui vamos nós. Começar um trabalho novo nunca é fácil, sempre é preciso dedicação, mas principalmente superar barreiras e obstáculos. No sábado, na terra das ciclovias, começou para o 15 de Novembro, o tricolor da terra quente, mais uma participação na Segundona Gaúcha.

Campo Bom, que passou por um verão escaldante, começou o outono com temperatura de Gramado e Canela, ótima para quem vem da serra, nesse caso, a Associação Garibaldi. O calor poderia ser um trunfo para os comandados de Alex Melo, mas o Homem do Tempo quis que a temperatura fosse quase congelante para os padrões de Campo Bom. E foi assim, nesse friozinho de sábado a noite que o 15 de Novembro disputou a primeira partida da #TemporadaDoAcesso.

Nas arquibancadas do CHARMOSO Sady Schmidt, o desempenho do time era motivo de burburinhos, todos querendo saber se o time seria ou não diferente do de 2013. Na entrada em campo, a primeira surpresa: tricolor campo-bonense vestido todo de branco. Sim, existia uma explicação. Alusão ao uniforme do Esporte Clube Independente, que deu origem ao 15 de Novembro.

O apito trilou e o filme de 2013 parecia que iria se repetir. Os meninos da serra, comandados pelo seu imperador Julio Cesar, começaram dominando as ações e assustando todos no Sady.

Em 2013, o 15 marcou apenas um gol de atacante, mas como contam por aí, tudo um dia muda. Na semana da estreia, desembarcou na terra das ciclovias, o avante Douglas. Boas referências por onde passou carimbaram a contratação e o rapaz, logo em seu primeiro jogo, com menos de uma semana de treinamento com os companheiros, mostrou como um atacante trabalha. Douglas começou a jogada, a bola cruzou a área e retornou ao seu encontro. Dos pés dele para o fundo das redes. Estava aberto o marcador.

15xgaribaldi (1)

Os moços da terra dos espumantes não se entregaram e tentaram mostrar sua força, mas o primeiro tempo terminou 1 tento a 0 para os donos da casa. Na volta do intervalo, a estória do primeiro tampo começou a repetir-se. O Garibaldi veio com força em busca do empate, porém, passado a pressão inicial, Alex Melo organizou sua equipe em campo e o 15 igualou o domínio territorial da partida.

Os visitantes buscavam de forma desesperada o gol e num dos contra-ataques, falta na entrada da área para o 15. Paim, o menino do meio campo tricolor, tentou acertar a coruja, mas o arqueiro Adilson não permitiu, espalmando a bola no travessão. Para premiar o torcedor, o rebote do travessão achou a cabeça do capitão do 15 Ruan, que sem precisar fazer qualquer esforço, deixou ela bater na cuca e ir para as redes e confirmar os 2 a 0. Adilson ainda teve tempo para, de mão trocada, salvar o segundo de Douglas na partida em um belo chute que tinha o ângulo como endereço.

No restante do jogo, o 15 controlou as ações, conseguiu se segurar e saiu de campo com a primeira vitória em seu primeiro jogo e com a esperança de Jetzt geht’s los… für den Zugang, ou seja, aqui vamos nós, rumo ao acesso.

Agora, uma viagem espera os meninos tricolores. O próximo desafio é o Gaúcho, em Passo Fundo no domingo. O adversário foi derrotado na estreia pelo índio Guarani e promete ser páreo duro para o tricolor do calorão (de outono).

Ficha Técnica:

15 de Novembro: Mateus, Rodrigo, Eloi, Lucas Santos e Takeda (Guerra); Jonathan, Ruan, Paim (Samuca) e Gustavo; Cristiano (Tomas) e Douglas. Técnico – Alex Melo

Garibaldi: Adilson, Denis, Alan, Teco e Alann Cristian; Henrique, Mosquito(Diego), Dudu (Kleyton) e Luan (Ronielly); Kleber e Victor. Técnico – Julio Cesar

Faceirão aqui na Campo Sempre Bom,
Cássios Diogo Schaab

 

Publicado em 15 de Novembro, Garibaldi, Terceirona 2014 com as tags , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *