O Esportivo ressuscitou

IMG_6915Das sombras, de um início dantesco, ressurge o Esportivo, agora sim, de volta à briga pelo ESCUDETO. Depois de um começo conturbado e DESPACITO por demais, o clube bento-gonçalvense vai se endireitando no ACESSÃO. Como provado através da terceira lei de Isaac Newton, toda ação resulta em uma reação, e, pois bem, essa chatice toda deu certo nas redondezas do Estados Gringos Unidos.

Sem paciência alguma, como SELO de transparência e qualidade gringo-brasileira, a direção do clube resolveu PECHAR de frente com o problema e, radicalmente, fez ESCAFEDER a delicadeza e a docilidade de Badico para os cantos de Bagé. No seu lugar, Alex Xavier assumiu o PAGO para colocar de volta o Tivo rumo à sua meta. Ação que, de alguma forma, resultou na reação da equipe no campeonato, coisa que essa tal de física não sabe explicar. Com minha CREDENCIAL de torcedor, posso descrever o feito!

Após um empate fora de casa, no estilo “matador de minutos”, o Esportivo conquistou o seu primeiro ponto na competição. Desta vez, jogando em seus domínios, contra o TENEBROSO Tupi, o Esportivo deu pinta que, aos poucos, está voltando para o ENTREVERO. Com sua espinha dorsal em campo, contando com o Deus Müller, o xerifão da zaga Cardozo, o IMPOSENTÁVEL Márcio Hahn e o ídolo Zulu, e dando um toque nas laterais e na criação da equipe dentro de campo, setores que antes pareciam funcionar como adversários, o dito “favorito” Esportivo ressurgiu.

Nos primeiros minutos da peleia, o Esportivo procurou atalhos pelas laterais para chegar ao templo adversário. Através de bolas aéreas, o Tupi se viu frágil quanto a sua frota defensiva para conter os BOMBARDEIOS aéreos. Calma, não vamos levar isso para uma guerra não! Toda ação dos tauras de Crissiumal no ataque resultavam em uma reação AO QUADRADO do Esportivo. Bah mas física muito menos né! Chega de metaforizar tudo. Vamos a seco e a fundo: após boas oportunidades desperdiçadas, o Esportivo abriu o marcador com gol dele, do ídolo, do eterno artilheiro Zulu, que, após balançar as redes, foi para o abraço com a lenda imortal do Esportivo, Reni, o roupeiro, momento mágico!

IMG_6861

O que se ouvia de reclamações à beira do alambrado, foi transformado em gritos de apoio, indícios que sim, estávamos ressurgindo. No segundo tempo, não teve Gabiru que aguentasse o poderio ofensivo alviazul. Logo aos 9 minutos, novamente ele, Zulu, o centroavante mais respeitado desse rincão, subiu no TÉRREO para meter de cabeça e balançar as redes pela segunda vez. E como um bom time comandado por gringos, quanto mais, melhor! O Esportivo permaneceu no ataque atacando incansavelmente. Em uma de suas principais chances, o reestreante Araújo meteu a gorducha na FURQUILHA da goleira, mas viu o goleiro Jonatas sobrevoar em frente as redes para ENGENHAR um milagre.

Mas não tem Deus nem leis de Newton que consegue impedir Zulu. Com um pênalti a seu favor, CAVADINHO, não podemos negar, ele, pronto para mandar mandar mais uma bucha, chamou a responsabilidade e colocou a redonda lá onde dorme a coruja, anotando o seu hat-trick, fazendo o alambrado do estádio trabalhar para suportar diversos torcedores radiantes ao terceiro gol do Esportivo. E as rádios enalteciam esse homem: ZULUUUUU, ZULUUUUU! Sim, não só o Esportivo, mas o ídolo também ressurgia naquele momento.

Felicidade impossível de ser medida por simples unidades de medidas. Mas vamos dar um freio nessa ovacionação toda. O caminho é muito longo, e essa dantesca jornada não perdoará meros mortais. HAY que CAMPEAR o caminho certo, HAY que se ESPRAIAR na coragem,  sem fresqueio algum. Os próximos jogos darão uma expressiva amostra do que se esperar dessa INDIADA daqui adiante.

Ficha técnica:

Tupi de Crissiumal: Josemar; Patric, Ilson, Puerari e Ruan (Vitor); Guto Klafke, Luis Felipe, Paim (Adriano Gabiru) e Giliardi (Mumu); Cleberson e Eraldo – Técnico: Leco Coelho

Esportivo: Muller; Douglas Tuchê  Alex Gaúcho), Cardozo, João Carlos e Douglas Kemmer; Márcio Hahn, Gustavo Almeida (Léo), Gustavo Sapeka e Araújo; Vinícius (Lucas Lis) e Zulu –Técnico: Alex Xavier

Gols: Zulu 31′ 1T, 9′ 2T e 42′ 2T

Kévin Sganzerla

Publicado em Divisão de Acesso 2017, Esportivo, Tupi de Crissiumal com as tags , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *