Guia da Terceirona Gaúcha 2017 – Grupo B

Igrejinha 1x1 Nova Prata - Terceirona 2012 (EC Igrejinha)

Igrejinha 1×1 Nova Prata – Terceirona 2012 (EC Igrejinha)

O grupo que ficou desmanchado com as desistências de Atlético Carazinho, Palmeirense e São Borja teve que ser remanejado e terá surpresas! A chave B contará com o estorvo dos reservas (sub-20, ou o que seja) do Grêmio Portoalegrense, os retornos de Elite (substituindo o Santo Ângelo) e Três Passos, o estreante, PRS, os remanescentes, Gaúcho, Igrejinha e Nova Prata. Confiram como os seis postulantes ao acesso se prepararam para a INFERNONA a seguir.

Elite CD

Elite-Clube-Desportivo-

Algumas primaveras depois de sua última incursão no profissionalismo, o Elite Clube Desportivo retorna ao futebol pampeano. O reingresso da equipe é um caso interessante, pois, o clube chega para ocupar o lugar da SER Santo Ângelo, rebaixada da Divisão de Acesso 2016. Tal iniciativa, capitaneada pelo empresário Luis Cláudio Steiglich, detentor da marca Elite, se baseou em uma pesquisa de opinião, onde 85% dos entrevistados optaram pelo nome do Galo Carijó. Uma sociedade de cotas foi formada entre SER Santo Ângelo e Elite, o Galo detém 85% e a SER ficou com 15%, ficando esta ainda como SÓCIO PARCEIRO.

O comandante da NAU santo-angelense é Jorge Maiben, os destaques dentre o grupo de atletas ficam por conta do zagueiro Jésum, de história COPEIRA em União Frederiquense e Aimoré, e para o goleiro Eduardo, um dos destaques da pré-temporada. Aliás, nos jogos preparatórios, o Elite obteve duas vitórias contra a equipe amadora da SER São Miguel, um triunfo contra o Riograndense, jogando em Santa Maria e quatro derrotas, duas para o Internacional de Santa Maria, duas para o São Luiz e outra para o próprio Ferroviário santa-mariense.

O projeto é audacioso e OSTENTA ideias de formar categorias de base para um crescimento ordenado e a longo prazo. A estreia do alvinegro da CAPITAL DAS MISSÕES ocorre no dia 01/04 contra o Grêmio de Porto Alegre no CT Hélio Dourado, observaremos com CALMA o 2017 dos elitistas.

Time-base: Eduardo Luis; Igor Cambraia, Jésum, Bruno Daros e Léo Silva; Jardel, Guego e Tiaguinho; Éverton, Léo Rodrigues e Paulo Renato

Técnico: Jorge Maiben

Cancha: Zona Sul (5 mil lugares)

Fornecedor esportivo: Ginga BR

Em 2016: não disputou.

Melhor campanha histórica: vice em 1968

SC Gaúcho

17626124_10155066729119870_7662033205979957779_n

Único da Terceirona a já disputar a terceira divisão nacional, não é só a história que confere favoritismo ao Gaúcho. O Periquito do Boqueirão enfim aprontou sua nova casa, reformou o ginásio, resolveu pendências judiciais e agora focaliza todas as energias dentro das quatro linhas. Ao contrário de 2016 e como em 2012, o vice basta para que a equipe consiga mais uma vez o acesso e comemore o seu centenário na Segundona!

Do time vice no ano passado, apenas quatro atletas e o técnico Ricardo Attolini permaneceram. O destaque e único acima da idade é o maestro Adílson, responsável por ligar o meio ao ataque. Nomes que já rodaram no interior, mesmo com pouca idade, desembarcaram em Passo Fundo, como o arqueiro Matheus, o meia Felipe Borowski e o zagueiro Baggio, que coparam a competição nos últimos anos por Marau e Guarany de Bagé, Ícaro, quarto zagueiro do Nova Prata e o atacante Alisson Ledesma, ex-Palmeirense, Guarany de Bagé e Igrejinha.

A pré-temporada começou tardiamente, apenas no último dia 21 a equipe se apresentou na Arena BSBios. A estreia alviverde na INFERNONA será no domingo, dia 2, quando recebe o Igrejinha. A jornada será árdua, mas enfrentar o arquirrival de novo na Segundona, no ano do centenário é a missão do bravo e tradicional Sport Club Gaúcho!

Time-base: Mateus, Caio, Baggio, Ícaro e Felipe Borowski; William Zandoná, Cadu Padilha, Léo e Adílson; Alisson Ledesma e Alisson Spier.

Técnico: Ricardo Attolini

Cancha: Arena BSBios (4 mil lugares)

Fornecedor esportivo: Umbro

Em 2016: vice.

Melhor campanha histórica: campeão em 2000

EC Igrejinha

EC-Igrejinha-atual-289x300

Único time capaz de ser tri-campeão da Terceirona, o Igrejinha vem de um 2016 promissor, quando foi semifinalista da Infernona e da Copa Metropolitana. Na casamata, Éverton Fabro renovou e vai para seu décimo ano de clube, entre direção e comissão técnica.

O Tricolor do Paranhana fez o famigerado PENEIRÃO, mas também contratou e nomes como os alas Roger, ex-Marau e Puyol, ex-Novo Hamburgo e o atacante Didi, ex-Esportivo e Brasil-FA. Do ano passado, 19 remanescentes, como o goleiro Régis, o zagueiro Natan e os atacantes Lucas Schulz e Lucas Veneno.

Na pré-temporada Trikolore, um empate sem gols contra o time da Feevale e uma derrota por 3×2 para o sub-23 do Internacional de Porto Alegre, em Alvorada. A estreia do Igrejinha será em Passo Fundo, no domingo, ante o Gaúcho, algoz da semifinal do ano passado.

Time-base: Régis, Roger, Dariel, Natan e Puyol; Jair, Djoni, William Gustavo e Lucas Schulz; Lucas Veneno e Didi.

Técnico: Everton Fabro

Cancha: Carlos Alberto Schwingel (3 mil lugares)

Fornecedor esportivo: Catera

Em 2016: 4º colocado.

Melhor campanha histórica: campeão em 1968 e 1980

A Nova Prata E

a - assoc nova prata esp

Da terra ANCORADA pelo Basalto, o Tricolor Pratense chega para disputar mais uma vez a Terceirona Gaúcha, novamente, com o desejo de se sobressair com o mesmo passo seguido que nos anos passados. Para o comando, Everaldo Alves, o qual conquistou a promoção para a Divisão de Acesso em 2013, volta a encabeçar a equipe na disputa da competição.

A direção formou um elenco gringo-brasileiro para a disputa da Terceirona. Recheado de atletas argentinos e uruguaios, mais precisamente seis atletas estrangeiros na equipe, o Nova Prata almeja realizar uma boa campanha para obter o acesso. Em sua pré-temporada, a equipe pratense realizou três amistosos, derrotando o Serpa de Paraí pelo placar de 2 a 1, com gols de Rafael e Tanque, vencendo o Vila Nova de Vila Flores pelo placar mínimo, novamente com gol do DELANTERO Tanque, esperança de gols do Nova Prata, e superando o Novo Horizonte por 2 a 1, com gols de Alisson Xavier e Wallace.

A estreia da equipe será contra o Elite de Santo Ângelo fora de casa, no dia 5 de abril, válido pela 2ª rodada, já que o confronto da primeira foi adiado por conta das reformas no Mário Cini. É no ritmo CISPLATINO que os pratenses tentarão mais um acesso na MINEIRICE.

Time-base: João Paulo; Luciano, Fred, Matias eMaxi; Gustavo, Miguel e Robert; Tanque, Nico e Alex

Técnico: Everaldo Alves

Cancha: Dr. Mário Cini (3 mil lugares)

Fornecedor esportivo: Multi Modas

Em 2016: 3º colocado.

Melhor campanha histórica: vice em 2013

PRS FC

# PRS de Garibaldi

O clube-empresa mais novo da província promete vir embalado para a Terceirona, depois de campanha digna na Copa Norte, onde foi eliminado pelo Ypiranga na semifinal. O vice-presidente, o ex-atleta Edmílson Silva comandará o representante garibaldense na casamata.

Na pré-temporada, os parceiros da Associação Garibaldi enfrentaram o sub-20 do Juventude e perderam pelo placar mínimo com os titulares e com os suplentes, goleada do Papo por 4×0. O grupo é composto por atletas da região e muitos nordestinos. Com destaque para o goleiro Caio, oriundo do Operário-MS e o ala Douglas, ex-Fluminense.

A estreia do time DEGRADENSE será na segunda rodada, pois o time folgará na primeira e no dia 5, irá à Região Celeiro para encarar o Três Passos, que ainda tenta a liberação do CT Futebol com Vida.

Time-base: Davi; Neto Baiano, Gabriel, Adrian e Thalisson; Roger, Emerson, Wesley e Lulinha; João Victor e Renan.

Técnico: Edmílson Silva

Cancha: Alcides Santarosa (3 mil lugares)

Fornecedor esportivo: Ephe Sports

Em 2016: não disputou.

Melhor campanha histórica: estreante

Três Passos AC

tac_simbolo2

De volta à Terceirona depois de três anos e de casa nova, o Três Passos vem disposto à retomar o tempo perdido e reeditar o clássico Ta-Tu na Divisão de Acesso. Para comandar o Jalde-Negro da região Celeiro, chegou Daniel Franco, com passagem de destaque pelo União no ano passado.

Ao todo, 30 jogadores devem fazer parte do elenco trespassense. A maior parte do grupo é oriunda da parceria com o empresário Sandro Becker, a Futebol com Vida, base que se mantém desde 2015.

Na pré-temporada, o TAC fez alguns testes, começou vencendo por 3×1 sobre um combinado local. Contra times profissionais, derrota para os reservas do União por 2×1, vitória sobre o sub-23 do Inter de Porto Alegre por 2×1 e finalizou a preparação em dois jogos com os reservas do Grêmio Portoalegrense, na capital, revés de 4×0, em casa, quase devolveu o placar, aplicando 4×1.

Afastado dos certames profissionais desde 2015, quando com o time sub-19 jogou a Copinha, o TAC estreia na quarta, dia 5, em casa, ante o PRS, uma vez que o confronto que seria domingo contra o Nova Prata foi remarcado para o dia 26 de abril. O Jalde-Negro ainda está tentando a liberação de sua cancha para fazer bonito!

Time-base: Jean; Willian Abel, Reinan, Kauê e Tayllor; Felipe Fernando, Bruno, Diego e Carlinhos; Júnior Saudade e Cléber.

Técnico: Daniel Franco

Cancha: CT Futebol com Vida (1 mil lugares)

Fornecedor esportivo: Drággon

Em 2016: não disputou competições profissionais

Melhor campanha histórica: campeão em 1969

Kévin Sganzerla, Natan Dalprá Rodrigues, Régis Nazzi

Publicado em Elite, Gaúcho de Passo Fundo, Igrejinha, Nova Prata, PRS, Terceirona 2017, Três Passos com as tags , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *