Onde estamos, não diz quem somos!

Lajeadense tentou, mas não chegou ao objetivo. Créditos:Tropical FM

Lajeadense tentou, mas não chegou ao objetivo. Créditos:Tropical FM

O Lajeadense chegou até as semifinais da Divisão de Acesso 2017 e acabou sendo derrotado pela equipe do Avenida, de Santa Cruz do Sul. Com isso, terá que disputar novamente a competição em 2018.

Mais calmo, com a cabeça no lugar, venho aqui, cerca de um mês após a triste eliminação, retratar o que aconteceu nas duas partidas. Tudo começou a dar errado quando, na semana decisiva, São Pedro resolveu derramar água de balde em todo Estado, fazendo com que o jogo, que estava marcado para um sábado, fosse transferido para uma quarta-feira. Amigos, isso fez com que tivéssemos que enfrentar um time com a cara da competição, em um dia de semana, o que é péssimo para a torcida acompanhar, fazendo o virar campo neutro e o pior fato de todos: jogar em um campo embarrado onde a bola não rolava!

Como tínhamos um time leve, ÉRAMOS O PEIXE FORA DA ÁGUA. Meu Deus dava tudo errado! Vamos aos fatos, o tio do apito resolveu começar a brincadeira e logo já se via o time de verde e branco melhor no jogo, adequando-se ao campo de batalha. Vanderlei salvava como podia, salvou duas bolas incríveis quando o pior aconteceu. Hyantony foi lançado e marcou, oras “Hyantony foi lançado e marcou”, o atleta do Avenida montou no zagueiro alvi-azul antes de completar para as redes. E O VUADEN? AH, O VUADEN… ele deu o gol. Nem o atacante alviverde acreditou tanto que demorou até comemorar, VUADEN TU TÁ NA MARCADO NA PALETA, NEGO VÉIO. Seguimos!

O segundo tempo se APROCHEGOU e com isso veio mais um balde de água fria (o que não estava difícil de acontecer na época). Gol do Avenida, a REDONDA bateu em mim, em você, em todos até sobrar para Márcio Reis decretar o 0x2. O clima era de velório no estádio. A partir desse momento o desespero era total, o BUMBA MEU BOI estava estabelecido, a bola era rifada e todo mundo disputava. Era um negócio de louco, através desse ponto o zagueiro colocou o CHULÉ no nariz de FLÁVIO TORRES, o pênalti estava marcado, com isso ANDERSON IJUÍ diminuiu o marcador, o que elevou ‘pequenamente’ a esperança do torcedor. Tudo seria decidido em Santa Cruz do Sul.

O domingo chegou e, juntamente a 70 almas, estive na terra do FRITZ E FRIDA esperando um milagre cair do céu. O jogo começou, a postura do Lajeadense era outra, não tínhamos nada a perder, com isso acabamos levando um TENTO na FINALERA da primeira etapa. Parecia tudo perdido. “PARECIA”, assim que começou a segunda etapa se formou uma MEIA LINHA, os rapazes não respiravam. De tanto insistir, Padú marcou. Nesse momento se sentia uma atmosfera diferente, o estádio calou, o volume do torcedor alvi-azul aumentou, era perfeito. FALTAVA UM GOL, a PERONHA rodeava a área deles, a bola sofria, era BAGO pra onde o nariz apontava. Quando Márcio Coruja apitou, o sonho acabou.

A eliminação aconteceu, mas para quem achou que seria moleza, em virtude do jogo de ida, se enganou – e feio. O Lajeadense jamais se renderá, no Japão ou em Lajeado, seremos o mesmo, O LAJEADENSE VELHO DE GUERRA, SE NEGANDO A BAIXAR A GUARDA.
Vai aqui meu agradecimento a todos que fizeram parte dessa bela campanha, honraram o manto alvi-azul, jogaram respeitando a instituição, o uniforme. MUITO OBRIGADO, de minha parte sempre serão bem-vindos novamente ao CLUBE ESPORTIVO LAJEADENSE.

Conversando com torcedores do Avenida, sinto que o respeito pela manto azul celeste continua, percebi isso após a seguinte frase: “Eu tinha medo do Lajeadense”! Escutar isso , me deu arrepios, BICHO! ESSA CAMISA TEM FORÇA, MEUS AMIGOS! Como destaquei no titulo: “Onde estamos, não diz quem somos”. Nunca nos rendemos e não vai ser agora que isso acontecerá, pois tenho a certeza que vamos dar a volta e chegar à elite, onde é nosso devido lugar.
Você pode estar na segunda, terceira, quarta divisão, mas para mim sempre será um time de primeira! EU TE AMO, CLUBE ESPORTIVO LAJEADENSE.

Eduardo Kappes

Publicado em Divisão de Acesso 2017, Lajeadense, Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *