Continuidade x Vamo que vamo

Nessa chave de quartas de final o Igrejinha, melhor do interior na Terceirona, enfrenta o time esteiense Novo Horizonte, que terminou como 4º colocado do Grupo C. Confira a nossa PREVIEW sobre como vem cada um para o confronto entre LITTLE CHURCH e o VERDÃO de Esteio.

O jogo de ida será na quarta-feira às 15h no Estádio Cristo Rei, em São Leopoldo. Já a partida decisiva de volta em Igrejinha está prevista para o próximo domingo, às 15h, no Estádio Antônio Carlos Schwingel.

Esporte Clube Igrejinha

icrexinha

Time-base: Régis, Léo, Xandy, Roger e Puyol; Chaves, Djoni, Marcus e Lucas Veneno, William (Lucas Schulz) e Pitoco.

Técnico: Everton Fabro

Trajetória: Se tem uma palavra que denota a campanha igrejinhense, esta é a SOLIDEZ. Desde a primeira etapa do certame, o ECI sempre esteve na FAMOSA zona de classificação. Na denominada fase classificatória ~primeira fase~, a equipe treinada por Everton Fabro foi a terceira colocada com 21 pontos, atrás apenas do Tricolor da capital e dos jalde-negros do TAC. Na segunda fase, o Igrejinha foi soberano dentro de sua chave, dos 30 pontos disputados, obteve 20. As duas derrotas neste estágio vieram em jogos CABÍVEIS, quais sejam, contra o Grêmio e contra o Gaúcho na penúltima rodada, quando o Tricolor OKTOBERISTA já estava classificado e colocou reservas na peleia ocorrida na BS BIOS Arena.

Ponto forte: São dois pontos fortes que merecem destaque. O primeiro deles é o FATOR LOCAL, dentro do Estádio Alberto Carlos Schwingel, o Igrejinha obteve oito vitórias em onze jogos disputados. O segundo ponto é a continuidade do trabalho, Everton Fabro é o comandante da agremiação do Vale do Paranhana já faz alguns invernos, bem como alguns atletas que são figuras carimbadas na terra da Oktober – (a.k.a Santa Cruz do Sul/Blumenau) – tais como: Lucas Veneno, Régis, Léo e Puyol.

Ponto fraco: A ansiedade pelo acesso. Depois de bater na trave em 2016, quando sucumbiu perante ao Gaúcho, numa semifinal digna de REMÉDIOS CONTROLADOS, resta ao Tricolor manter o CUCURUTO GELADO para não ser surpreendido por um adversário que, teoricamente, não tem nada a perder.

Pode surpreender: RODRIGO GRAHL. Sim, tu não leste errado. O eterno centroavante de Grêmio, Chapecoense, Sport e tantos outros clubes, está chutando a REDONDA pelo Igrejinha e sua experiência e conhecimento dos MEANDROS podem fazer a diferença na hora do FUMACÊ.

Previsão Tricolor do Paranhana: O Igrejinha é o grande favorito do confronto, tem um histórico positivo a seu favor na competição, além de um time e elenco superiores ante ao Novo Horizonte. Domando os nervos e lotando o SCHWINGELZÃO, vai faltar chopp em LITTLE CHURCH para comemorar a vaga às semifinais

Natan Dalprá Rodrigues

Esporte Clube Novo Horizonte

facebook.com/verdaodeesteio

Time-base: Ítalo; Natã, Luan, Paulinho e Leiker; Michael, Emerson, Tuta e Denner; Alisson e Leandrinho.

Técnico: Rudimar Marques Cardozo.

Trajetória: AOS TRANCOS E BARRANCOS que o time da terra da Expointer levou sua campanha até aqui, durante a Terceirona. O começo de campeonato foi muito turbulento, com trocas de comando técnico inesperadas, além da questão do mando de campo da equipe que é de Esteio mas vem jogando em São Leopoldo. E foi da forma mais bizarra possível que o NEW HORIZON conseguiu sua classificação para os mata matas. Precisava vencer o Sapucaiense fora de casa, sendo que o Tricolor de Esteio não havia sequer vencido uma partida nessa fase da Terceirona. Os únicos pontos somados vieram pelas duas vitórias por WO sobre o Riograndense/SM, que desistiu da disputa, e o empate diante do próprio Sapuca, jogando em São Léo. Nos outros seis jogos, o time de Esteio acumulou seis derrotas. Eis que a estrela do time de GABRIEL O PENSADOR brilhou mais forte e pelo placar mínimo venceu o Sapucaiense na terra do Zoo, conseguindo assim a improvável classificação e a esperança de brigar pela vaga no Acesso 2018.

Ponto forte: Os esteienses contam com a forte presença de marcação do volante Emerson. Sim, AQUELE que jogou no Grêmio, Sport, Juventude e Novo Hamburgo. O veterano movimenta a meia cancha do VERDÃO, além de ser um nome forte que carrega a braçadeira de capitão auxiliando na motivação e consistência do time.

Ponto fraco: O enxuto plantel. Convenhamos que a organização do Tricolor de Esteio não é lá essas coisas. No último jogo decisivo diante do Sapucaiense a equipe tinha apenas QUATRO jogadores no banco de reservas, sendo um deles goleiro. A pouca variedade de atletas pode afetar o trabalho do técnico Rudimar Cardozo.

Pode surpreender: Um time que já vem de uma improvável classificação sem dúvida está muito motivado para os mata matas. É um novo campeonato. Esteio respira esperança por dias melhores no quadro futebolístico. O elenco vai entrar em campo focado no resultado dos primeiros 90 minutos e isso pode ser crucial.

Previsão Tricolor esteiense: O total favorito é o ICREXINHA, que detém a melhor campanha do interior até aqui. Mas os mata matas sugerem sempre um novo clima de futebol. Campanhas até aqui não significam nada além da ordem dos jogos de ida e volta. Contando com a sorte e com o IMPROVÁVEL, o Novo Horizonte segue representando a região metropolitana na Terceirona e buscando o sonho de jogar o Acessão.

Eduardo Ostermayer

Publicado em Igrejinha, Novo Horizonte, Terceirona 2017 com as tags , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *